vinho passito di pantelleria

Vinho Passito di Pantelleria: um tesouro siciliano


Atualizado em 07/01/2021

O vinho Passito di Pantelleria é, na minha opinião, o mais incrível vinho siciliano. Ele é produzido na ilha de Pantelleria, uma das ilhas satélite da Sicília, a partir das uvas zibibbo. De fato, é um vinho tão especial que dizem que foi até capaz de substituir o néctar dos deuses do Olimpo!…

Segundo uma lenda, a deusa Tanit, principal divindade de Cartago, apaixonou-se perdidamente por Apolo. Não sabendo como chamar a atenção do deus grego e ter seu amor correspondido, Tanit pediu um conselho a Vênus. Esta, por sua vez, sugeriu-lhe o seguinte: vestir-se de copeira e substituir a ambrosia na taça de Apolo com um pouco de passito di Pantelleria. Enfim, parece que o truque deu certo, pois despertou a paixão em Apolo!

Pantelleria

 

Pantelleria é a maior das ilhas ao largo da costa da Sicília. É um lugar fascinante, cheio de história, com um litoral espetacular, bem como um interior muito fértil e vulcânico. Seu fascínio é tamanho que atrai desde sempre estrelas de fama mundial, como Sting, Giorgio Armani e Madonna. Leia AQUI tudo sobre Pantelleria.

 

A Sicília e os vinhos de sobremesa

Certamente a Sicília é uma terra de grandes vinhos de sobremesa. De fato, aqui se produz alguns dos mais famosos vinhos doces da Itália, como o Malvasia delle Lipari, o Moscato di Siracusa e, claro, o Passito di Pantelleria, que é incomparável.

A Sicília é particularmente adequada para a produção deste estilo de vinhos, graças às excelentes condições climáticas, mas também às variedades de uvas que se cultiva, ideais para a elaboração de vinhos doces.

Sem dúvida, a casta protagonista dos vinhos doces sicilianos é a Moscato di Alessandria, que aqui chama-se Zibibbo. Além do uso na produção do Passito di Pantelleria, esta uva também se encontra em muitos outros vinhos doces da região. Originária do Egito, a Moscato di Alessandria foi introduzida na Sicília pelos fenícios e, desde então, utilizada para a produção de vinhos doces.

O termo Zibibbo deriva do árabe “zabib”, que significa “uva seca”, confirmando o uso que sempre fizeram dessa variedade, ou seja, consumindo-a desidratada ou vinificada.

LEIA TAMBÉM  Vinho Marsala: como é feito este clássico siciliano

 

Produção do vinho Passito di Pantelleria

Como escrevi anteriormente, o Passito di Pantelleria é produzido somente a partir da uva Zibibbo. Além disso, as vinhas são conduzidas segundo a técnica alberello e o método utilizado na sua produção é o apassimento.

Primeiramente a vindima é feita com as uvas já bem maduras e é bastante longa e trabalhosa. Ela inicia na metade de agosto e vai até final de setembro ou início de outubro. Em seguida, para dar à uva uma ainda maior concentração de açúcar, coloca-se os cachos para secar ao sol, dispostos sobre telas diretamente no chão. Desse modo, a uva perde água e o teor de açúcar aumenta.

vinho passito di pantelleria

Para efeito de comparação, serão necessárias duas ou três vezes mais uvas para produzir um Passito di Pantelleria do que um vinho “clássico”.

Terminado o período de desidratação da uva, pode-se iniciar a vinificação. Esta fase é lenta e ocorre principalmente em barricas, durando em média de 12 a 24 meses. Alguns também envelhecem na garrafa por pelo menos 6 meses.

 

A técnica alberello é um Patrimônio da Humanidade!

Citei acima que cultiva-se as uvas zibibbo em Pantelleria segundo o método de condução Alberello.

Mas o que é o Alberello? 

Primeiramente é uma das formas de cultivo mais antigas porque é a vinha que se desenvolve naturalmente. De fato, é um ícone da viticultura milenar, além de ser prática agrícola engenhosa, criada para reparar as plantas das difíceis e adversas condições climáticas. Enfim, é uma prática única no mundo, tanto que em 2014 virou Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco.

vinho passito di pantelleria
Vejam só como as videiras são baixas!

Em Pantelleria, o sistema de condução Alberello permite que as plantas se protejam do vento e da escassez de água. A forma de arbusto permite que o orvalho da manhã se acumule no solo, recebendo a proteção das folhas para captar o máximo de água possível, uma vez que não existe forma de irrigação em toda a ilha.

A natureza vulcânica e arenosa do solo drena a tal ponto que depois das raras chuvas não sobra mais nada, nem mesmo uma gota d’água. No entanto, o alberello de Pantelleria consegue desenvolver raízes muito profundas, graças às quais é possível tirar água, nutrientes e sais minerais do solo.

Tudo isso é possível por causa da prática agrícola que envolve a criação de uma cavidade no solo, na qual se coloca a vinha, que cria as condições microclimáticas necessárias à sobrevivência da planta.

Nesta foto dá para ver as cavidades no solo.

 

Características do vinho Passito di Pantelleria

O Passito de Pantelleria é um vinho de sobremesa e tem denominação D.O.C. (Denominação de Origem Controlada).

Em geral, sua cor é amarelo dourado com reflexos âmbar. No nariz encontramos um aroma delicado e fino, contendo notas de damasco, fruta cristalizada, jasmim, flor de laranjeira, mel, figos, especiarias. Além disso, na boca é fresco, aveludado e frutado. Seu teor alcoólico fica em torno de 14,5%.

É servido a uma temperatura de cerca de 10ºC, ideal no final de uma refeição importante, acompanhado de doces típicos da Sicília, como biscoitos de amêndoa, cassata siciliana e tantos outros! No entanto, também cai bem com todas as sobremesas feitas com frutas exóticas ou cristalizadas, sem falar no chocolate.

 

Qual e onde provar

O melhor lugar para degustar um passito é na própria ilha de Pantelleria. Por isso, caso seja um apaixonado por vinhos, eu recomendo muito que você a coloque no seu roteiro. De qualquer forma, é também possível degustar o passito di Pantelleria na vinícola Donnafugata, em Marsala, por exemplo.

Enfim, para ler mais dicas de lugares onde gustar o passito, veja o post abaixo.

LEIA TAMBÉM  10 coisas para fazer na ilha de Pantelleria

 

Alguns rótulos interessantes são os seguintes:

  • Donnafugata – Ben Ryé Passito di Pantelleria
  • Marco De Bartoli – Bukkuram Padre della Vigna
  • Marco De Bartoli – Sole d’Agosto
  • Carole Bouquet – Sangue d’Oro Passito di Pantelleria
  • Salvatore Murana – Mueggen Passito di Pantelleria

vinho passito di pantelleria

O preço médio de um bom passito di Pantelleria situa-se entre 30€ e 70€ (garrafa de 500ml), isto devido à quantidade e ao trabalho necessário para a sua elaboração.

Vinícola Marco De Bartoli em Pantelleria

 

O Passito de Pantelleria é uma jóia da Sicília. Excelente e elegante, transforma qualquer ocasião em um momento importante.

Por fim, se ainda não o fez, convido-o a descobrir e se deliciar com este maravilhoso vinho siciliano!

 

 

ASICILIA5

Veja Também

cassata siciliana

Cassata Siciliana: história e receita

A cassata é, sem dúvida, um doce símbolo da arte da confeitaria siciliana. Trata-se de …

Comente!