São inúmeros os romances ambientados na Sicília. De fato, a ilha serviu de inspiração para muitos escritores, não só italianos, mas também de outras nacionalidades. E é provável que se você chegou a este artigo, é porque está buscando outras obras para ler, não é mesmo?

Embora o número de publicações seja grande, a maior parte existe apenas em italiano. Ou então, foram até traduzidos para o português, mas saíram dos catálogos das editoras, tornando-se impossível encontrá-los. Sendo assim, escolhi apenas alguns clássicos da literatura que foram traduzidos para o português e publicados no Brasil, afinal de contas nem todo mundo fala italiano.

Para a minha surpresa, os meus preferidos e que me fizeram reviver cada pedacinho da Sicília que conheci, foram, sim, lançados no Brasil.

Romances ambientados na Sicília: Os Malavoglia

Certamente a tradução para o português de Os Malavoglia deve ter perdido um pouco do fascínio da história, afinal o livro mistura frases em dialeto siciliano que só quem o conhece pode entender a fundo o significado.

De todo modo, Os Malavoglia (em italiano, I Malavoglia), de Giovanni Verga é uma obra-prima da literatura italiana publicado em 1881. E o incrível é que, mais de um século depois, ainda encontramos características da sociedade siciliana atual.

Dicas de Catânia: Aci Castello e Acitrezza

Em suma, o livro é ambientado na pequena Aci Trezza, uma vila de pescadores nos arredores de Catânia, onde todo mundo sabe o que acontece na vida dos outros. Tudo em Os Malavoglia é narrado em modo natural e com um toque de ironia, o que acaba fazendo dele uma leitura bem fluida. A família de pescadores, ou seja, os Malavoglia, conhecida e respeitada por todos da cidade, era uma família que podia se orgulhar do que tinha e da vida tranquila que levava, até que um dia uma tempestade…

Paro por aqui, porque o belo deste livro são as surpresas!

“Os Malavoglia”, Editora Abril

Excursão a Tíndari

Poderia incluir todos os romances policiais de Andrea Camilleri, porque ninguém melhor que ele descreve as belezas da Sicília, suas comidas e peculiaridades. Enfim, ler as aventuras do Comissário Montalbano é viajar por ruazinhas estreitas, imaginando aromas e sabores, como o do arancino ou da pasta com mexilhões, pratos tão amados pelo detetive.

No caso de Excursão a Tíndari (em italiano, Gita a Tindari), o Comissário Montalbano deve desvendar um assassinato de um casal de idosos. Neste livro, burocracia, máfia, corrupção se entrelaçam com histórias de amor e morte, tendo comopano de fundo o Santuário da Madonna di Tindari.

Excursão a Tíndari”, Editora Record

 

O Gattopardo

Antes de mais nada, O Gattopardo, de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, é um dos maiores clássicos da literatura italiana. Publicado somente após a morte do autor, este romance político é um retrato da Sicília e dos sicilianos.

A história do Príncipe de Salina e do fim de uma Sicília monárquica servem como pano de fundo para um mundo que estava mudando, e não só em termos de geografia política (a Unificação da Itália). Este clássico se tornou uma obra-prima também no cinema, graças ao filme de Luchino Visconti.

“O Gattopardo”, Edições BestBolso

 

Clássicos sicilianos: Conversa na Sicília

Conversa na Sicília (em italiano, Conversazione in Sicilia) é um romance que coincide com uma viagem em busca das próprias raízes.

O protagonista, Silvestro, sente a necessidade de se distanciar da cidade grande, das indústrias e da vida corriqueira de uma metrópole, para voltar a sentir o gosto do interior da Sicília, marcado por mitos e crenças. A viagem inicia em Milão, cruza a Itália até atravessar de ferry da Calábria para Messina. Na Sicília, o protagonista vai viajando de trem por uma série de cidadezinhas pitorescas.

Enfim, Elio Vittorini consegue manter a atenção do leitor, criando uma trama mística e diálogos rápidos. É uma leitura bastante complexa, mas, para quem ama a Sicília, é um clássico moderno imperdível.

“Conversa na Sicília”, Editora Cosac Naify

 

Romances ambientados na Sicília: O Belo Antonio

Catânia, mas especificamente a Via Etnea e suas travessas é onde se passa esse romance ambientado na Sicília. É uma leitura leve e interessante, tanto sob o perfil histórico quanto o da sociedade siciliana. O personagem principal, Antonio, é lindo. E, de fato, sua beleza enlouquece todas as mulheres ao seu redor. No entanto, um “probleminha” acaba fazendo com que sua vida se torne um pesadelo, atormentado por fofocas e comentários difamatórios.

O autor, Vitaliano Brancati, cita os nomes reais das ruas e praças de Catânia. Para quem conhece a cidade, como eu, é uma delícia imaginar os lugares e palácios barrocos que enriquecem ainda mais a narração.

“O Belo Antonio”, Editora Berlendis & Vertecchia

 

Candido, ou uma história sonhada na Sicília

Um divertidíssimo romance de Leonardo Sciascia, é este livro inspirado no famoso Candido de Voltaire. A obra narra as aventuras de Candido Munafò, que nasceu na Sicília durante bombardeios da 2ª Guerra Mundial e foi abandonado pela mãe, que fugiu com um soldado americano.

Em síntese, Candido, ou uma história sonhada na Sicília (em italiano, Candido un sogno fatto in Sicilia) é uma sátira não só da Sicília, mas da Itália contemporânea, cheia de hipócritas, conformistas, sabichões e falsos revolucionários.

“Candido, ou uma história sonhada na Sicília”, Editora Berlendis & Vertecchia

 

Os Velhos e os Moços

Antes de tudo, Girgenti, a atual Agrigento, é a cidade onde nasceu Luigi Pirandello. E, de fato, é a cidade que o escritor descreve em Os Velhos e os Moços (em italiano, I Vecchi e i Giovani). Ele fala da sua Girgenti, as estradas estreitas como um labirinto, as zonas burguesas e aquelas mais pobres, o Vale dos Templos. Enfim, é um romance histórico que representa bem o clima na Itália no final do século XIX e que dá ênfase à crise e as desilusões políticas durante aquele período.

“Os Velhos e os Moços”, Luigi Pirandello, Editora Progresso Editorial

Quando viajamos com nossa imaginação e, depois, a tão sonhada viagem se concretiza, tudo parece ainda mais especial, não é? Além disso, são muitos os benefícios que os livros podem trazer para a nossa vida. “A leitura constrói sonhos e nos empurra à realização dos mesmos“.

E então? Já leu alguns desses clássicos da literatura? Tem outras sugestões de bons romances ambientados na Sicília? Escreva nos comentários!

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.
Marcações:

7 comentários em “Viajar através da leitura: 7 romances ambientados na Sicília”

  1. Parabéns pela continuididade do Blog,Patricia.Você nos ajudou muito quando em Maio de 2017 viajamos para Agira,pcia di Enna,cidade dos meus avós paternos e do meu pai e aproveitamos para conhecé-la pessoalmente na linda Lentini,com vista pro Etna.
    Continue assim,ajudando os viajantes,
    Conrado J.Canzonieri & Heloisa

    1. Ciao Conrado!

      Que alegria ver uma mensagem sua! Lembro-me de vocês com muito carinho.
      Espero que estejam bem e possam voltar à Sicília um dia para visitar outros lugares que ficaram faltando.
      Um grande abraço a você e à bela Heloisa!

      Patricia

    1. Olá Maria!
      Também li “Um certo verão na Sicília”, mas não o coloquei na lista porque tinha decidido optar pelos clássicos. Espero em breve poder fazer uma série de posts sobre a região de Enna e o magnífico interior da Sicília.
      Um grande abraço,
      Patricia

Comente!