O Teatro Grego de Taormina (construído por volta do século III a.C.) não é só uma mera atração da cidade que atrai milhares de turistas do mundo todo. Com toda a certeza ele se mantém vivo, recebendo todos os anos uma série de eventos, desde shows de grandes artistas italianos e internacionais, a cerimônias de premiação e espetáculos de balé e ópera.

Sem dúvida ele é o cartão postal de Taormina e uma atração imperdível para quem visita a cidade, não só por sua história, mas também pela esplêndida, magnífica vista que se tem de lá. Além disso, é o segundo maior teatro grego da Sicília e só perde para aquele de Siracusa.

Faça um passeio em Taormina com uma guia que fala português! Saiba mais clicando AQUI.

O Teatro fotografado (com bastante zoom) do Santuário Madonna della Rocca

LEIA TAMBÉM:  O que ver em Taormina

A história do Teatro Grego de Taormina

Os colonos de origem grega, sob o reino de Hierão II de Siracusa, iniciaram a construção desta maravilha no alto da montanha, escavando e removendo manualmente cerca de 100.000m³ de rocha. Inicialmente, o teatro era destinado a apresentações dramáticas e musicais e podia receber até 5000 espectadores.

Posteriormente,  no século II d.C, os Romanos efetuaram uma série de reformas que alteraram drasticamente a aparência do teatro. De fato, ele foi adaptado para receber as lutas entre os gladiadores e animais selvagens. Sendo assim, escavaram uma vala profunda o suficiente para poder acomodar gladiadores e animais, e também foi construído um telhado parcial, que não existe mais hoje.

O teatro mudou novamente no século X, quando os árabes conquistaram Taormina e destruíram boa parte da cidade durante um longo cerco. Mais tarde, durante a Idade Média, muitas de suas colunas foram removidas e utilizadas na construção de palácios e da catedral, coisa que aconteceu praticamente em todos os teatros gregos e romanos da Sicília.

Enfim, desde os anos 50, passou-se a utilizar o teatro para a realização de shows e óperas.

Teatro Grego de Taormina

Uma “janela” com vista para a Baía de Naxos

Como visitar o Teatro Grego

Antes de tudo, é importante que fique atento aos horários de funcionamento do teatro. Isso porque, quando há espetáculos, ele fecha mais cedo. Veja os valores dos ingressos e disponibilidade na data que você quer visitá-lo.

Para melhor conhecer melhor a história do Teatro e de Taormina como um todo, indico contratar um guia de turismo!

Sem dúvida, as melhores vistas se têm a partir dos pontos mais elevados do teatro e será necessário subir vários degraus para isso. Além disso, leve em consideração o solo irregular e todos esses degraus na hora de visitar o Teatro (use calçados adequados!). Uma vez lá em cima, a vista para o mar e para o Etna paga qualquer esforço.

A vista maravilhosa para o vulcão Etna coberto de neve.

Por fim, nos períodos em que acontecem os eventos no Teatro Grego, ficam montadas estruturas de madeira no palco e nas arquibancadas. Por isso, na época dos espetáculos, algumas partes do teatro não podem ser visitadas.

Teatro Grego de Taormina

No inverno, quando não há estruturas para espetáculos montadas no palco.

IMPORTANTE:

Para entrar nos museus e parques arqueológicos da Itália, é necessário apresentar o Green Pass, isto é, o certificado de vacinação da COVID-19, um certificado de recuperação (menos de 6 meses) ou resultado de RT-PCR/antígeno negativo (máx. 48h). Por outro lado, os visitantes de países que não adotaram o Green Pass podem entrar nos museus e locais de cultura mediante apresentação de certificação equivalente (ou seja, que apresente os mesmos dados do green pass) e que, no caso de vacinação, ateste o uso de uma das vacinas autorizadas na Itália (Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen). Além disso, também será necessário mostrar um documento de identidade. Estas medidas valem se aplicam a todas as pessoas com idade a partir de 12 anos.

Horários de funcionamento do Teatro Grego:

  • De 1º de janeiro a 15 de fevereiro: 9 – 16h;
  • Entre 16 e 28 de fevereiro: 9 – 16h30
  • De 1º a 15 de março: 9 – 17h;
  • Entre 16 e 31 de março: 9 – 17h30
  • Todo o mês de abril: 9 – 18h30
  • De 1º de maio a 31 de agosto: 9 – 19h
  • De 1º a 15 de setembro: 9 – 18h30
  • Entre 16 e 30 de setembro: 9 – 18h
  • De 1º a 15 de outubro: 9 – 17h30
  • Entre 16 e 31 de outubro: 9 – 17h
  • De 1º de novembro a 31 de dezembro: 9 – 16h
Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

Calendário de espetáculos no Teatro Grego de Taormina

Como falei no início do texto, o teatro hoje em dia é palco de uma série de shows, óperas e festivais. Eles acontecem nos meses do verão e sempre lotam. Por isso, se você tiver intenção de participar de algum evento, é sempre bom garantir seu ingresso com antecedência.

Teatro de Taormina

O teatro com palco e estruturas da arquibancada para receber os espetáculos.

Certamente os gregos sabiam o que estavam fazendo quando construíram o Teatro. De fato, a acústica é incrível e até quem estiver lá nas últimas fileiras, vai ouvir tudo muito bem!

Veja os eventos na programação:

No momento não há nenhum espetáculo programado. Os eventos acontecem entre junho e setembro.

 

24 comentários em “Teatro Grego de Taormina: história, dicas e espetáculos”

    1. Olá Daniela,

      Ainda não saiu a programação de 2018. Estou sempre pesquisando e assim que sair (provavelmente em abril) eu publico aqui.
      Em setembro os eventos acontecem somente até o início do mês. Quando você pretende vir?
      Um abraço,
      Patricia

        1. Oi Daniela,

          Ainda não foi divulgado o calendário completo, mas certamente período de setembro haverá algo. Eu vou publicar aqui (provavelmente já no fim de abril sai tudo)!
          Um abraço,

          Patricia

          1. Olá Maria se Lourdes,

            Não há eventos no Teatro Grego de Taormina em outubro. Eles só acontecem no verão, de junho ao início de setembro.

            Um abraço,

            Patricia

        2. Boa tarde Patrícia!! Sei que sou chata, mas gostaria de saber onde se pode estacionar junto ao teatro e na Isola Bella (em agosto). E já agora pode me dizer se os italianos são muito chatos com o excesso de velocidade??

          1. Olá Carla,

            Como eu escrevi aqui neste post (Taormina: um daqueles lugares que não podem faltar na sua viagem), não é permitido circular de carro em boa parte do centro histórico de Taormina. Você vai ter que deixar o carro no estacionamento Lumbi e de lá seguir para o centro com o shuttle gratuito do estacionamento.

            Perto de Isola Bella tem outro estacionamento-garagem, o “parcheggio Mazzarò”, mas nas redondezas da praia você verá também indicações para outros estacionamentos privados.

            Desde já te aviso que os estacionamentos em Taormina são um pouco caros. Geralmente quem passa o dia na praia paga 10 euros.

            Em relação à velocidade, chatos em que sentido? O pessoal aqui adora correr!

            Um abraço,

            Patricia

            1. Muito obrigada, Patrícia!! Estava a referir-me à policia, :), se eles estão muitas vezes na rua a tirar a velocidade aos carros :)?? Um abraço!

              1. Até hoje, o único lugar onde realmente tem muitos controles é em Palermo (não polícia, mas radares fixos de controle da velocidade). No restante da Sicília, não! 🙂

            2. Bom dia! A partir de que idade é que se paga no teatro antigo de taormina? Tenho duas filhas uma com sete é outra com 16. Elas pagam? E quanto?

              1. Olá Carla,

                A informação que tenho é que pessoas até 18 anos pagam meia entrada, portanto suas filhas pagariam 5 euros.

                Um abraço,

                Patricia

                1. Muito obrigada! Segundo sei ao domingo a visita é gratuita mas ir num domingo em agosto não deve ser muito aconselhável… Que me aconselha? Um abraço!

                  1. Carla, essa informação que você tem está errada. As visitas são gratuitas SOMENTE no primeiro domingo de cada mês. Isso vale não só para o Teatro Grego de Taormina, mas também para museus e sítios arqueológicos estatais da Sicília e do restante da Itália. Se, você for no primeiro domingo de agosto não há problemas, mas te aconselharia a ir cedo, logo quando o Teatro abre (às 9h), por causa do calor.

                    Um abraço,

                    Patricia

                    1. Ah, ok! É como aqui em Portugal então! Agora assustou me com o comentário do calor… Quando diz muito calor é tipo que temperatura?? É que me dou muito mal com o calor…muito obrigada!

                      1. 30, 32 graus. Mas como no Teatro não há muita sombra, te recomendo ir mesmo no início da manhã. Com o sol de meio dia a visita não acabaria sendo muito prazerosa! 🙂

                      1. Olá Renata!

                        Depende. As duas são boas bases, cada uma com seus prós e contras:

                        – Catania é mais barata, é a melhor opção se você for fazer muitos passeios bate e volta usando transporte público, porém é uma cidade grande e um pouco caótica;
                        – Taormina é pequenininha, bem mais cara, mais bonita, com praias lindas. Por outro lado, não tem transporte público para todos os lugares como Catania. Além disso, dependendo do mês que você for viajar, poderá encontrar alguns restaurantes e hotéis fechados (muitos fecham para férias entre novembro e fevereiro, abrindo somente para as festas de fim de ano).

                        Cabe a você decidir o roteiro que irá fazer e ver qual das duas cidades é mais viável.

                        Um abraço,

                        Patricia

                    2. Dica pra sonhar com Taormina: o DVD de Alessandro Safina “Only You”, foi gravado aí, num lindo anoitecer! Um espetáculo aí,ao vivo deve ser incrível! Pena que, qdo estive em maio de 2008, não consegui assistir a nenhum,já estavam esgotados. Mas, um dia….voltarei!

                      1. Oi Nathasha,

                        Olha, a maioria dos espetaculos acontecem mesmo entre maio e setembro (primavera/verão). Geralmente os eventos de dezembro acontecem em lugares fechados, que é para ninguém morrer de frio. Por enquanto ainda não tem nada marcado para dezembro, se você der uma olhadinha neste site (http://www.vaitaormina.com/spettacoli) vai ver que o calendário só vai até setembro. Se por acaso houver eventos no fim do ano, publico lá na página do blog no Facebook, ok?
                        Um abraço,
                        Patricia

Comente!