Salina

Anterior
Próximo

Salina, Ilhas Eólias, é a segunda maior ilha do arquipélago. Sem dúvida, é uma ilha de beleza cênica crua, com dramáticos penhascos vulcânicos mergulhando no mar, vilarejos tranquilos em meio a montanhas verdejantes, barcos de pesca coloridos, praias de seixos, colinas cobertas de plantas de alcaparras selvagens e vinhedos onde se cultivam as uvas que vão dar origem ao doce vinho Malvasia.

Certamente Salina é uma ilha onde se mergulha numa vida insular mais autêntica, ideal para passear pelas ruelas das aldeias e para comer excelentes refeições com produtos locais a preços razoáveis, bem como conhecer as vinícolas.

Enfim, Salina é dividida em três municípios, Malfa, Santa Marina Salina e Leni, as aldeias espalhadas ao redor das encostas da ilha. Além disso, há dois portos usados ​​pelos serviços de hidrofólio e balsa, Santa Marina Salina e Rinella. Na ilha você encontrará alguns pequenos museus, praias de cascalho, vários percursos pedestres, incluindo trilhas até o mais alto dos dois picos da ilha, e oferece as atividades usuais da ilha como mergulho, passeios de barco e degustação de produtos típicos.

Tal como as ilhas, cada uma das aldeias de Salina tem sua própria personalidade e constitui um tipo de base de férias diferente.

Textos relacionados a Salina, Ilhas Eólias

Onde fica Salina?

Salina, Ilhas Eólias (em italiano: Isole Eolie) é uma ilha do Mar Tirreno, sul da Itália, ao largo da costa norte da Sicília. Além disso, a ilha faz parte da província de Messina.

Enfim, o aeroporto de Catania é aquele mais indicado para quem quer ir a Salina. A partir de lá, há ônibus para Milazzo, de onde saem os barcos para as ilhas Eólias.