A Sicília, junto com a Basilicata, é uma das duas regiões italianas a produzir pistache, e aquele cultivado em Bronte é um produto D.O.P (Denominação de Origem Protegida). Além disso, por aqui se faz de tudo com pistache, desde os doces, onde é quase onipresente, aos salgados e bebidas.

 

Por que esse pistache de Bronte é tão famoso? Onde fica Bronte?

Bronte é uma cidade de cerca 20.000 habitantes, localizada nas encostas do Etna, a 760m de altitude. É provável que a posição geográfica e o solo vulcânico sejam os responsáveis pela qualidade do pistache de Bronte. De fato, suas características organolépticas o tornaram famoso no mundo inteiro.

É um produto delicado, é muito aromático e tem uma cor verde intensa, ao contrário do pistache de outros países, que são um pouco amarelados.

colheita do pistache de bronte

Mãos de um agricultor colhendo pistache de Bronte, na Sicília, durante a temporada de colheita.

Enfim, suas qualidades são únicas e, por isso, é tão requisitado. Para que se tenha uma ideia, cerca de 80% da produção é exportada.

sorvete de pistache de bronte

Não aceite imitações: esta é a verdadeira cor do sorvete de pistache de Bronte. Não é verde-grama como vejo em vários sorvetes que se dizem de pistache, é um tom quase bege.

 

O festival do pistache de Bronte

Todos os anos, entre os meses de setembro e outubro, acontece o Festival do Pistache de Bronte (Sagra del Pistacchio).

Nesta ocasião, doceiros, padeiros e cozinheiros exprimem o máximo da criatividade, elaborando as mais variadas iguarias à base de pistache.

Em cada  viela, em cada esquina, são montadas bancas onde é possível degustar e comprar inúmeros produtos derivados do pistache. Por exemplo, há torrones, cremes, sorvetes, o puro pistache torrado ou moído, e ainda linguiças e queijos temperados com pistache.

Enfim, até mesmo as garagens das casas viram restaurantes improvisados onde é possível comprar um pratinho de massa com pesto de pistache.

Leia também: Muito além do manjericão: os pestos sicilianos

Massas típicas da Sicília

Uma dica:

A maior parte das docerias das cidadezinhas nas encostas do Etna fazem deliciosos sorvetes e tortas de pistache. Por isso, se você pretende fazer uma excursão ao Etna, ao passar por Nicolosi, por exemplo, não deixe de saborear um pedaço de torta de pistache acompanhado por um chocolate quente (ou uma taça de Passito di Pantelleria, se prefere algo mais forte!)

LEIA TAMBÉM:  Bronte e Randazzo: um passeio nas encostas do vulcão Etna
Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

10 comentários em “O Pistache de Bronte”

  1. Obrigado Patrícia. Pelo que pesquisei, normalmente, a festa é realizada no último fds de setembro e primeiro fds de outubro. Vamos aguardar a divulgação das datas. Obrigado e parabéns pelo site. Votos de sucesso

  2. Olá,

    Estou indo para Taormina e Catania e junho, vc sabe me dizer se consigo produtos (e onde) feitos de pistacchio di Bronte em Catania? Obrigada!

    1. Olá Ana,

      Você encontrará pistache e produtos à base de pistache de Bronte em todas (ou pelos quase todas) as lojinhas de produtos típicos tanto de Catânia quanto de Taormina. Um lugar que gosto muito e recomendo em Catania é a Wine and Charm, uma enoteca/loja de produtos típicos que fica na Via Vittorio Emanuele, 143.

      Um abraço,

      Patricia

  3. Pingback: Bronte e Randazzo: um passeio nas encostas do Etna | Descobrindo a Sicília

    1. Oi Rejane,

      Não tenho a menor ideia se há pistache de Bronte à venda no Brasil. Creio que se vendem em algum lugar, provavelmente é em um desses mercados que vendem produtos italianos em São Paulo.
      Como moro aqui na Sicília, realmente não tenho como lhe dar informações mais precisas.

      Patricia

      1. Bom dia Patrícia. Vc sabe me. Informar as datas do Festival de Pistache de Bronte em 2019? Vale a pena pernoitar um dia na cidade para aproveitar mehor a festa ou passar o dia já compensa? Obrigado

        1. Oi Ruyter,
          Ainda não foram divulgadas as datas (é em outubro), mas não precisa pernoitar em Bronte, não! Um passeio de uma tarde já basta, a cidade é bem pequena.

          Um abraço,

          Patricia

Comente!