O Poderoso Chefão: lugares das gravações na Sicília

o poderoso chefão

Antes de tudo, preciso derrubar um mito: NENHUMA cena de O Poderoso Chefão foi realmente filmada em Corleone.

Muita gente imagina Corleone como uma espécie de “Projac” do filme, mas não é bem assim. Por um motivo ou outro, várias outras cidades da Sicília assumiram o papel de Corleone na trilogia de Francis Ford Coppola, portanto as locações de O Poderoso Chefão estão espalhadas pela ilha, formando um roteiro para os apaixonados pelo filme.

De fato, há diferentes teorias que explicam o motivo pelo qual Coppola não pôde – ou não quis – rodar as cenas na cidade de Corleone. Segundo alguns, os chefões que comandavam a máfia na época (o período entre os anos 60 e 90 foi muito difícil para Corleone e Palermo no que se refere à luta contra a Cosa Nostra) não deram permissão. Outros dizem que Corleone já era uma cidade bem desenvolvida, portanto inadequada para o cenário desejado pelo diretor.

Enfim, qualquer que seja o motivo, que só Coppola sabe, as cenas que se passam na Itália foram gravadas em diferentes cidades pequenas da Sicília.

 

O Poderoso Chefão 1

Estamos no primeiro filme da Trilogia. Michael chega a “Corleone” com seus capangas e um deles aponta para a cidade lá no alto e diz: lá está Corleone. O panorama que a gente vê no filme, é na verdade, a cidadezinha de Motta Camastra, no leste da Sicília.

Motta Camastra não tem nem 1000 habitantes e fica a cerca de 30km de Taormina.

Não é Corleone, mas sim Motta Camastra. Foto: WikiCommons

 

Um dos capangas continua apresentando a cidade a Michael, mostra os cartazes fúnebres enquanto passeiam e passam na frente de uma igreja. As ruas e a igreja ficam em Forza d’Agrò.

Saiba mais sobre Forza d’Agrò AQUI.

Michael e seus capangas caminham pelas ruas de “Corleone”. Trata-se da cidadezinha de Forza d’Agrò.

 

Quem não lembra do bar do pai de Apollonia, de Michael pedindo a moça em casamento, dos noivos saindo da igreja? Estas cenas foram rodadas em Savoca, um vilarejo na costa leste da Sicília, não muito distante de Taormina.

Por causa disso, Savoca ficou famosa no mundo inteiro e atrai turistas apaixonados pela saga da família Corleone. A cidade fez disso um verdadeiro “negócio da China”, tanto que o bar Vitelli até hoje está do jeitinho que a gente vê no filme.

Roteiro pela Sicília - Savoca

Bar Vitelli, Savoca – Foto: Thaís Pires

As cenas do casamento de Michael e Apollonia foram filmadas na igrejinha de San Niccolò, ainda em Savoca.

O Poderoso Chefão

Igreja de San Niccolò, em Savoca.

 

O casamento de Michael e Apollonia em O Poderoso Chefão I. Foto: Reprodução.

 

 

O Poderoso Chefão parte 2

Em O Poderoso Chefão parte 2 há diversas cenas ambientadas na casa de Michael Corleone na Sicília, inclusive aquela da morte de Apollonia. A mesma casa também aparece no terceiro filme da saga.

De fato, o lugar que serve como lar de Michael em “Corleone” é, na verdade, um palacete situado na cidade de Fiumefreddo di Sicilia.

Infelizmente o palácio, chamado Castello degli Schiavi, não fica aberto para a visitação porque é uma propriedade privada. Quem teve sorte, conseguiu participar de algum evento realizado lá.

 

O Poderoso Chefão parte 3

Assim como no segundo filme, O Poderoso Chefão 3 tem muitas cenas na casa siciliana de Michael, que é este palácio que citei anteriormente.

Outras locações de O Poderoso Chefão 3, como a casa de Don Altobello, foram gravadas em Acireale, cidade bem pertinho de Catânia, e o lugar se chama Villa La Limonaia.

Uma outra cena marcante do terceiro filme é a chegada de Kay (Diane Keaton) de trem. Apesar de aparecer claramente uma placa que indica Bagheria, trata-se da lindíssima estação ferroviária de Taormina-Giardini.

Certamente Coppola deve tê-la escolhido por sua beleza arquitetônica, muito mais cinematográfica do que aquela de Bagheria.

Kay encontra Michael Corleone na estação ferroviária de “Bagheria”, que não é Bagheria, mas Taormina.

 

Estação de trem de Taormina

Estação de trem de Taormina hoje em dia

As cenas finais

Caminhamos já para o final. Anthony, filho de Michael, é um cantor lírico e se exibirá em Palermo, atuando na ópera Cavalleria Rusticana. Para comemorar o sucesso do filho, Michael Corleone organiza uma festa em Bagheria.

Na realidade, as filmagens das cenas da festa não aconteceram em Bagheria, mas num palácio chamado Villa Malfitano em Palermo. O palácio fica dentro de um parque e, felizmente, é possível visitar ambos. Eles abrem de segunda a sábado, das 9 às 13h.

Momento do espetáculo, estamos no Teatro Massimo de Palermo. O teatro fica bem no centro de Palermo e é uma atração imperdível para qualquer pessoa que visita a capital da Sicília.  Saiba mais sobre ele AQUI.

De fato, em suas escadarias aconteceram um dos tiroteios mais famosos de Hollywood e quem assistiu a O Poderoso Chefão 3 sabe do que eu tô falando…

O Poderoso Chefão e o Teatro Massimo de Palermo

Diane Keaton e Al Pacino no Teatro Massimo, em O Poderoso Chefão parte 3.

Curiosidades sobre Palermo - Teatro Massimo

Por fim, a cena final de O Poderoso Chefão 3 é a casa de Don Tommasino. Trata-se novamente do Castello degli Schiavi, em Fiumefreddo di Sicilia.

 

Nada de Corleone!

Como vocês podem ver, nadinha foi gravado em Corleone. Aliás, a maior parte das cenas ambientadas na Sicília foram rodadas no leste da ilha, lugares bem distantes de Corleone.

Em conclusão, espero não ter desapontado os grandes fãs do filme, que podem aproveitar e vir conhecer as belezas da Sicília!

Aproveite e veja abaixo a cena da apresentação de Anthony Corleone na Cavalleria Rusticana.

 

Comente!