Castelo de Caccamo

O Castelo de Caccamo


Atualizado em 07/11/2020

O castelo de Caccamo é o maior castelo da Sicília e um dos maiores da Itália. É um ótimo lugar para fazer um pit stop quando se vai de Palermo a Cefalù, ou vice-versa.

Atenção! A pronúncia é “Cáccamo”! 🙂

A cidadezinha de Caccamo fica a 45km de Palermo, praticamente na metade do caminho para quem vai a Cefalù. Inegavelmente é um lugar com uma história muito antiga.

Caccamo

 

De fato, Caccamo foi escolhida pelos cartagineses como fortificação militar nas guerras contra os romanos e, por causa de sua excepcional posição estratégica, foi um importante centro para os árabes e, sucessivamente, para os normandos.

Posicionada no topo de uma colina, Caccamo é um labirinto de vielas, casas e igrejas barrocas, sobre as quais o imponente castelo, com vista para o esplêndido vale formado pelo rio San Leonardo.

Castelo de Caccamo, o maior da Sicília

Certamente o castelo de Caccamo merece uma visita, pois sua estrutura é muito bonita. Além disso, é um dos monumentos medievais melhor conservados na Sicília.

Grande parte da fortificação remonta ao final do século XI e era, para a família Chiaramonte (os senhores feudais do lugar), um dos pilares defensivos desta parte da Sicília. Cheio de torres e ameias, por vários séculos resistiu aos ataques dos inimigos.

 

A visita ao Castelo de Caccamo

Enfim, para entrar no castelo é necessário enfrentar uma longa subida em degraus. À direita, uma parede com ameias de onde se pode admirar a vila de cima e à esquerda a perspectiva do castelo acima da rocha.

Castelo de Caccamo
Subida ao castelo. Caminhar por ele é como dar um mergulho na Idade Média.

Depois de passar a entrada dos antigos estábulos, através de um arco chega-se ao terraço panorâmico sobre o vale.

Um pouco mais adiante um arco leva às prisões. Em algumas celas, existem numerosos grafites e pinturas feitas por prisioneiros. Além disso, há algumas partes do castelo bem bizarras.

Por exemplo, numa sala reservada aos hóspedes menos “bem-vindos” existe ainda uma pequena capela: em frente ao altar é visível um alçapão que, se necessário, era aberto para eliminar os personagens mais incômodos, que caíam numa espécie de poço profundo cheio de lâminas nas paredes e no fundo. Pode-se imaginar que fim terrível a vítima estava destinada!

 

Enfim, a partir do portal do pátio chega-se ao átrio que foi lugar de uma conspiração e que e se tornou a história mais incrível do castelo. Foi precisamente ali que, em 1160, se reuniram os barões do reino da Sicília que se rebelaram contra o rei Guilherme I, liderado por Matteo Bonello, senhor do castelo na época.

De acordo com algumas histórias, o Rei Guilherme I da Sicília simplesmente detestava Matteo Bonello.

Diz-se que, além do nobre ter conjurado contra o rei, também tenha manchado sua reputação com o assassinato de um conselheiro da corte.

O rei em questão, apelidado justamente de “o Mal”, se enfuriou. Mandou capturar Bonello e fez com que ele fosse torturado até a morte no seu próprio castelo.

castelo de caccamo

A vista do castelo

Mas esses detalhes bizarros acabam ficando para trás quando admiramos a vista deslumbrante que se tem a partir dos terraços do castelo: o seu olhar se perde entre as colinas verdes dos campos sicilianos e o azul do mar.

A linda vista do castelo de Caccamo
E dei sorte de ir no fim da tarde e também pude admirar o pôr do sol. Incrível!

 

As lendas do Castelo de Caccamo

Entre salas medievais e móveis do século XVIII, o castelo é repleto de histórias de crime e mistério.

Segundo a lenda, o fantasma de Matteo Bonello ainda vaga pelo castelo e, durante a noite, é possível ainda ouvir seus lamentos e gritos.

Os que tiveram o azar de ver a assombração, descrevem um ser com o rosto desfigurado, vestido com roupas de época, calça e casaco de couro, que se move lentamente se arrastando.

No entanto, parece que ele não é o único fantasma do castelo de Caccamo. Haveria também aquele de uma freira, filha de um dos senhores do castelo, morta por ter se apaixonado por um homem.

Infelizmente, o pai da moça impediu os dois de ficarem juntos, matando o jovem e trancando sua filha em um convento, onde a menina morreu de tristeza logo em seguida.

Ainda hoje, nas noites de lua cheia à meia-noite, é possível ver uma bela freira, vestida de branco, segurando uma romã na mão. Como diz a lenda, ela convida a pessoa a comer a fruta, porém sem deixar cair um grão sequer. Se isso acontecer, a pessoa que comer encontrará um tesouro, caso contrário, será condenada a vagar com a freira pela eternidade!

castelo de caccamo

Leia também: A história da baronesa de Carini e seu misterioso fantasma

 

Informações sobre a visita ao castelo

Horário de abertura e ingressos:

Todos os dias, das 9 às 13h e das 15 às 19h
Ingresso inteiro: € 6,00
Ingresso reduzido: € 3,00 (estudantes com idade entre 18 e 25 anos)
GRATUITO para os menores de 18 anos (é necessário apresentar um documento de identidade)

 

Mais sobre Caccamo

Além de visitar o castelo, aproveite para admirar as belezas naturais que esta região oferece. Aliás, não esqueçamos que se trata de uma cidade da arte, onde a Idade Média e o Barroco se entrelaçaram ao longo do tempo, dando vida a vários monumentos interessantes.

Por exemplo, vale uma visita a Chiesa Madre (igreja matriz), dedicada a São Jorge. De lá se tem uma vista incrível para  o vale (foto acima)!

 

Dica de passeio

Ao fazer um passeio de Palermo a Cefalù, aproveite para dar uma passadinha em Caccamo! Caso queira contratar uma guia que fale português ou o serviço de transfer com motorista particular, entre em contato conosco!

 

ASICILIA5

Veja Também

Baronesa de Carini: o mistério por trás de um crime brutal

Atualizado em 19/11/2020 Aquele da baronesa de Carini é um dos fantasmas mais “famosos” da …

2 comentários

  1. M. Céu Fialho

    Por favor não dê-me mais ideias, que eu já cheguei à Sicilia sabendo que três semanas não vão chegar pra tugo que eu queria ver! (kkk)
    Abraço
    M. Céu

Comente!