A igreja de Santa Maria dello Spasimo, em Palermo, é uma obra inacabada, mas que nos deixa encantados. Ela fica no bairro da Kalsa e, embora não tenha teto, é um lugar bastante fotogênico e que merece uma visita.

Antes de mais nada, quando se entra na igreja de Santa Maria dello Spasimo (pronuncia-se “Spásimo”), é impossível não se maravilhar com sua beleza e grandiosidade. Isso acontece não só pela sua arquitetura, mas também pela possibilidade de observar a simbiose entre a obra humana e a da natureza. De fato, a vegetação que cresce em meio às ruínas dá um charme especial. Além disso, é um lugar que transmite muita paz, e parece gerar uma conexão entre uma realidade terrena e uma espiritualidade etérea.

Enfim, conheça a história curiosa por trás deste lugar e tente colocá-lo no seu roteiro em Palermo!

igreja de santa maria dello spasimo

A história da igreja de Santa Maria dello Spasimo

Por volta de 1509, Giacomo Basilicò, devoto de Nossa Senhora, ao retornar de uma viagem a Jerusalém, decidiu financiar a construção de um mosteiro e uma igreja dedicada ao Desmaio da Virgem, diante da morte de seu filho crucificado.

A construção ocorreu em um dos terrenos de Basilicò, adjacente à antiga porta de entrada da cidade. Ele doou o terreno aos frades de Monte Oliveto e, após a bula do Papa Júlio II, começaram as obras de construção da igreja, do claustro, da torre, do dormitório, o cemitério e a horta.

As obras tinham a previsão de durar 6 anos, porém nunca foram concluídas. Primeiro porque o projeto era muito ambicioso e faltaram recursos. Segundo porque, em parte, o complexo foi incorporado às defesas que tiveram de ser construídas quando os árabes tentaram conquistar a cidade.

ruinas em palermo, sicilia

Uma obra de Rafael para a igreja de Santa Maria dello Spasimo

Em 1520, ninguém menos que Rafael Sanzio fez uma bela pintura para a igreja. Ela teria sido comissionada por Giacomo Basilicò e se trataria do famoso quadro Lo Spasimo di Sicilia e representa a queda durante a subida ao Calvário.

Quando Rafael terminou a obra, esta foi embalada e embarcada em um navio que a levaria até Palermo. Contudo, durante a viagem ocorreu uma forte tempestade, e o navio com toda a carga e a tripulação afundou. Inexplicavelmente, porém, encontraram a tela no litoral de Gênova, em perfeito estado de conservação.

Depois de muitas solicitações, uma vez que os genoveses não queriam devolver o quadro (do tipo, achado não é roubado), a obra foi enviada de novo para Palermo. Entretanto, ele ficou exposto por pouco tempo.

Isso porque, com o ataque iminente dos árabes, a igreja foi abandonada e os monges, junto com o quadro, se transferiram para outro lugar. Posteriormente, devido ao estado de degrado da igreja de Santa Maria dello Spasimo, o vice-rei Don Ferdinando D’Ayala decidiu doar o quadro ao Rei da Espanha. Afinal de contas, uma obra de Rafael não poderia ficar em qualquer lugar! Por isso, hoje em dia a obra se encontra exposta no Museu do Prado, em Madri.

Spasimo di Sicilia, pintura de Rafael Sanzio

Uma cópia fiel da tela, realizada pelo pintor siciliano Jacopo Vignerio em 1541, pode ser vista na igreja de San Francesco d’Assisi all’Immacolata, em Catania.

LEIA TAMBÉM:  Santa Caterina: uma das mais impressionantes igrejas da Itália

Uma igreja desconsagrada

Nos anos seguintes a igreja de Santa Maria dello Spasimo, já desconsagrada, foi utilizada de várias formas. Por exemplo, a partir de 1582 se tornou um teatro. Em 1624, devido à epidemia de peste que atingiu Palermo, como um lazareto. Posteriormente, no século XIX, tornou-se primeiro um hospício e depois um hospital. Enfim, após a II Guerra Mundial acabou virando um depósito de obras de arte.

Depois disso, a igreja ficou abandonada até 1988. Entretanto, após um período de reformas, voltou a abrir em 1995. Desde então, a igreja de Santa Maria dello Spasimo é sede da escola de jazz de Palermo e também fica aberta todos que desejam visitá-la.

igreja de santa maria dello spasimo

Não é magnífica?

o que ver em palermo

A entrada

Informações práticas

  • A igreja de Santa Maria dello Spasimo fica aberta de terça a domingo, das 9h30 às 18h30.
  • A entrada é gratuita.
  • Endereço: Via dello Spasimo, 15, Palermo (a cerca de 10 minutos a pé da estação Palermo Centrale).

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!

Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

Comente!