Sem dúvida, um modo de viajar pela Sicília é através dos inúmeros filmes ambientados por aqui. De fato, as pitorescas cidades, as mazelas sociais e o modo de vida dos sicilianos inspiraram grandes cineastas, que criaram verdadeiras obras de arte que entraram para a história.

Sendo assim, selecionei alguns filmes ambientados na Sicília, todos lançados no Brasil, para que você faça uma viagem cinematográfica por esta maravilhosa terra!

1) Cinema Paradiso (1988)

Certamente é o primeiro filme que virá na sua mente ao pensar na Sicília. Por isso, o maior filme de Tornatore não poderia ficar de fora da minha lista.

As filmagens de Cinema Paradiso foram feitas em Palazzo Adriano, Bagheria e Cefalù, três cidades da Província de Palermo. A praça principal no filme é aquela de Palazzo Adriano e o lugar continua igualzinho como na época das filmagens. Exceto no diz respeito ao trânsito!

 

2) Imensidão Azul (1988)

Com toda a certeza o cult de Luc Besson inspirou muita gente a visitar Taormina, uma das locações do filme. A história inicia em uma ilha grega, onde duas crianças brincam de quem permanece mais tempo embaixo d’água.

Depois de adultos, o francês Jacques Mayol e o italiano Enzo Molinari continuam com a mesma paixão: o mergulho em apneia. Por fim, Enzo se torna um campeão de mergulho e decide desafiar Jacques no campeonato mundial de apneia realizado em Taormina.

3) Johnny Stecchino (1991)

Palermo é a cidade onde é ambientado este hilário filme de Roberto Benigni. Na minha opinião, é o seu segundo melhor filme, só perdendo para “A Vida é Bella”, é claro.

O filme conta a história de Dante, um motorista de ônibus que, em uma festa, conhece Maria. A moça o convida a visitar sua casa em Palermo, mas na verdade Maria quer que Dante aceite o convite porque ele é um sósia de seu marido. Johnny Stecchino, o marido de Maria, é um ex-mafioso que todos querem ver morto. Dessa forma, Maria e Johnny esperam enganar a todos, fazendo com que matem Dante no lugar do mafioso.

Enfim, algumas cenas do filme foram gravadas em Letojanni e Mazzeo, lugares nos arredores de Taormina.

 

 

4) O Carteiro e o Poeta (1994)

Quem não conhece ou quem nunca se emocionou com esta obra-prima do cinema italiano que atire a primeira pedra! A história de Pablo Neruda, exiliado na Itália, e seu amigo carteiro, nos emociona sempre.

Um dos cenários do filme foi o vilarejo de Pollara, que fica na ilha de Salina, no arquipélago das Eólias. É um paraíso!

5) O Homem das Estrelas (1995)

Antes de mais nada, até antes de iniciar a escrever este post, não conhecia “O Homem das Estrelas“. Entretanto, ao ler a sinopse do filme, fiquei curiosa, o procurei para assistir e adorei. “O Homem das Estrelas” se passa em algumas cidades fictícias da Sicília, mas foi filmado em Modica e Ragusa Ibla, duas localidades do sudeste da Sicília.

O filme conta a história de Joe Moretti (Sergio Castellito), um homem que finge trabalhar para um grande estúdio de cinema de Roma e vai percorrendo as cidadezinhas da Sicília, cobrando por cada teste de recitação feito. O filme se passa nos anos 50, mas eu pude reconhecer em vários personagens as características de sicilianos que conheço ou que já vi por aí. Ah, é mais um filme de Giuseppe Tornatore!

 

6) Malena (2000)

filmes ambientados na sicília

Malena é um filme de Giuseppe Tornatore que conta a história de um garoto de 14 anos de idade. O menino Renato se apaixona por uma mulher muito mais velha, Malena (Monica Bellucci), desejada pelos homens e odiada pelas mulheres de uma cidadezinha da Sicília. A história de Renato e Malena inicia juntamente com a entrada da Itália na II Guerra Mundial e se conclui com o desembarque das tropas aliadas na Sicília em 1943. As locações principais do filme foram o centro histórico de Siracusa (Ortigia), a Via Vittorio Emanuele em Noto e as falésias de Scala dei Turchi.

 

7) Baaría, a Porta do Vento (2009)

Filmes de Giuseppe Tornatore - Baaría

Outro maravilhoso filme de Giuseppe Tornatore, candidato ao Globo de Ouro como Melhor Filme Estrangeiro em 2010, é Baaría – A Porta do Vento.

O filme conta a história de uma família siciliana, da cidade de Bagheria (terra natal de Tornatore) no período que vai da época fascista aos anos 70. Baaría é repleto de personagens peculiares, mas que realmente existiram na Sicília do período pós-guerra.

Uma curiosidade: como os atores recitaram em dialeto siciliano, no resto da Itália teve legendas em italiano!

Enfim, se você ainda não assistiu a Baaría, a Porta do Vento, não deixe de vê-lo!

 

8) Terra Firme (2011)

Terra Firme é um daqueles filmes que transmitem tristeza e decidi incluí-lo simplesmente porque o filme retrata a realidade de Lampedusa. Os habitantes da ilha dependem do turismo, mas todos os dias têm que enfrentar os problemas que a chegada de barcos lotados de imigrantes da África traz, afetando a vida de cada um.

Em suma, é uma ilha minúscula que teve que lidar com a superlotação dos centros de acolhimento e com a rejeição de alguns turistas que, por puro preconceito, preferem escolher outros destinos mesmo a Spiaggia dei Conigli tendo sido eleita a praia mais bonita do mundo.

 

Por fim, o filme ambientato na Sicília mais recente lançado na Netflix se chama “Na Mesma Onda”. O filme, gravado entre San Vito Lo Capo, Favignana e Palermo, conta uma história de amor de dois adolescentes. Saiba mais sobre ele aqui: Onde foi filmado Na Mesma Onda? Veja as locações do filme Netflix

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

15 comentários em “A Sicília no cinema: filmes que vão fazer você viajar”

  1. Oi Patrícia, tudo bem aqui é o André de Itajai SC, bom sou louco também pela Sicília, as praias, o idioma, a comida, vá bene, kkkk parabéns pelo site, se Deus quiser em 2022 quero visitar sim pelo menos 5 cidades, tenho que tirar passaporte, pra ir para a Itália é complicado tirar visto???

    1. Oi André, já gostei de você, porque pelo jeito só gosta de coisa boa kkkk.

      Não é necessário tirar visto para vir para a Itália a turismo. Os cidadãos brasileiros podem ficar até 90 dias e só precisam de um passaporte válido (e agora ser vacinado contra a COVID-19 com uma vacina aceita na Itália, que são a Pfizer, AstraZeneca, Jensen e Moderna).

      Um abraço

      Patricia

  2. O carteiro é o poeta foi gravado, também, em Procida. Lá é possível reconhecer muitos lugares do filme, inclusive o bar onde a garçonete trabalhava e Mario a visitava. As fotos das cenas ainda estão coladas no local.

  3. Oi Patrícia

    Se vc me permite gostaria de te sugerir um filme muito interessante que vc poderia incluir na tua lista: Parenti Serpenti de Mario Monicelli e acho que é de 1993…
    Eu diria que ele é uma tragicomédia alla siciliana, com toda a passionalidade sicula… e o final é surpreendente…

    Grata pela atenção
    Elisete Ragusa

    1. Oi Elisete!

      Eu ainda não assisti a Parenti Serpenti, mas já tinha ouvido falar dele. Agora que você falou dele, fiquei ainda mais curiosa. Super obrigada pela dica!
      Beijos,
      Patricia

  4. Grazie mille! Eu amos a Sicilia e vou ver os filmes que ainda não vi. Por esse amor pela ilha é que assisto toda semana na RAI Il Comissario amontalbano. Beijos e obrigada por este blog sensacional.

  5. Oi Patricia,
    Obrigada por mencionar o meu artigo sobre Salina. 🙂
    Muito bacana a dica dos filmes, eu adoro visitar cidades que vi em filmes. Recentemente assisti Johnny Stecchino, depois de anos. Valeu a pena.
    E Cinema Paradiso é um clássico da minha lista de filmes especiais.
    O mais recente filme sobre a Sicilia que eu curti é aquele do Pif, “La Mafia ucide solo d’estate”, você viu?
    Até mais,
    Barbara

  6. Estou amando seu blog! Meu sonho é um dia conhecer a terra de onde saiu meu bisavô [Leonoforte – Enna] para tentar uma vida melhor nestas terras tupiniquins. Adorei este post e tenho uma preferencia especial por filmes com locacoes na Italia e claro, na Sicilia em especial. Cinema Paradiso é maravilhoso, e gosto de revê-lo de tempos em tempos. Eu acrescentaria à sua lista, a maravilhosa trilogia “O Poderoso Chefao” que tem excelentes locacoes em Savoca e Forza DÁgrò.

    1. Oi Maria Lucia…
      Meu nome é Elisete Ragusa e meus bisavós também saíram de Leonforte (Enna), Silvestre Ragusa e Angela Ragusa (antes do casamento Pappalardo), será que somos parentes??? Escreva pra mim se quiser e fique a vontade, terei imenso prazer em conversar contigo e seria muito legal trocarmos ideias da terra distante de onde viveram nossos ancestrais….
      email: elisete.ragusa@gmail.com

      Grata pela atenção
      Elisete Ragusa

      1. Oi Fernanda,

        No meu caso foi Malena, que eu não sabia que tinha sido filmado em Siracusa. Tinha assistido quando morava no Brasil e amado. Aí quando vim pra cá e conheci a cidade, tive que assistir o filme de novo e foi maravilhoso reconhecer cada locação.

    2. Estive em Palazzo Adriano em 2008,juntamente c um grupo de 35 pessoas . Chegamos num domingo, logo depois da missa. Os nonos todos sentados na piazza, como se ali o tempo tivesse parado. Pra quem já esteve lá, sabe do que estou falando. Fomos ao museu do filme e a uma pequena cafeteria, o grupo era formado de pessoas mais velhas e educadas,porém fomos convidados a nos retirar da cidade,pois estávamos “tumultuando”. Foi o máximo! Experiências únicas, que só a Itália nos proporciona!

Comente!