Defesa Siciliana: curiosidades sobre esta abertura do xadrez


A Defesa Siciliana é uma abertura clássica do xadrez, bastante utilizada pelos Grandes Mestres. Mas o que é que ela tem a ver com a Sicília e por que leva esse nome?

Conta a história que quem deu o nome a essa abertura foi o enxadrista inglês Jacob Sarrat, no início do século XIX. Seria uma homenagem à pátria de Dom Pietro Carrera, um escritor, enxadrista e padre siciliano, que nasceu na cidade de Militello em 1573. Em seu tratado “O jogo de xadrez”, ele deu algumas análises dos lances 1. e 4 c5, justamente aqueles que caracterizam a Defesa Siciliana.

Dica:
Se você chegou aqui pesquisando sobre a Defesa Siciliana, que tal saber um pouco mais sobre a Sicília?

 

A história da Defesa Siciliana

A Defesa Siciliana foi jogada pela primeira vez no século XVI na Itália. Por mais de dois séculos, entretanto, essa abertura permaneceu negligenciada, até que Jaenisch e Staunton se expressaram muito favoravelmente sobre ela.

No entanto, o aparecimento oficial desta abertura, com os resultados que podem atestar a sua validade, remonta à segunda metade do século XIX. Por volta de 1870, o alemão Louis Paulsen, um dos maiores protagonistas do xadrez da época, concebeu um sistema de desenvolvimento, considerado perfeitamente válido ainda hoje.

Além disso, a defesa siciliana faz parte das aberturas de jogo semiabertas. As peças pretas, em seu primeiro movimento, lutam imediatamente pelo centro, e em particular pela casa D4. No entanto, empurrar o peão-c cria uma posição não simétrica, que geralmente leva a posições complexas, onde em geral as brancas têm a iniciativa no lado do rei. Enquanto as pretas têm no lado da rainha, e em particular na coluna semiaberta c, se o peão nesta coluna for trocado pelo d central branco.

De fato, a ampla difusão da defesa siciliana é a resposta que mais se joga contra o 1. e4 em todos os níveis. Portanto, não é surpreendente que sua extensão teórica seja enorme, com dezenas de milhares de variações.

Defesa Siciliana

Foto: Netflix/Repodução

 

A Defesa Siciliana no Gambito da Rainha

A série da Netflix “O Gambito da Rainha” fez com que surgisse a curiosidade em muitos sobre essa abertura do xadrez, que por sinal é uma das mais antigas que se conhece.

A protagonista da série é Beth Harmon, uma criança prodígio do xadrez. Crescendo, ela correrá atrás do seu sonho de se tornar uma Grande Mestre. No entanto, ela passará a vida lutando entre o vício do álcool e o uso de drogas psicotrópicas.

O jogo de xadrez, portanto, tem o papel predominante neste sucesso da Netflix. Entre as várias jogadas, a Defesa Siciliana com certeza vai chamar a sua atenção.

 

Fontes: Focus Science e TuttoScacchi.it

 

Comente!