Gastronomia

5 curiosidades sobre o café espresso italiano


O café espresso italiano é, sem dúvida, uma das marcas registradas do país. Em síntese, é um cafezinho altamente concentrado, feito com grãos finamente moídos. Mas quais grãos devem ser usados? De onde vem o nome espresso? E você sabia que um espresso deve atender a muitos requisitos para ser chamado assim?

Enfim, conheça 5 curiosidades sobre o café espresso italiano.

1. Espresso vem de espremer

Ao contrário do que muita gente pensa, o nome espresso não significa expresso, rápido. Na verdade, o nome deste café vem da palavra latina para “espremer”, referindo-se ao preparo. De fato, ao fazer um espresso, o café é “prensado”, ou seja, “espremido”, sob alta pressão para se obter um sabor concentrado.

Uma curiosidade: Mais de 70 milhões de xícaras de café espresso são bebidas todos os dias nos cafés italianos!

2. Há um instituto que regulamenta o café espresso italiano

De acordo com o Istituto Nazionale Espresso Italiano, que monitora a qualidade do café espresso na Itália (sim, há um instituto para isso), deve-se utilizar de 6 a 7g de café da espécie Coffea arabica finamente moído. O barista tem que prensar com esse café 30ml de água a uma temperatura exata de 88°C por 30 segundos.

Além disso, o café espresso italiano não deve conter mais do que 20 ou 30ml e deve ter uma camada de espuma de textura muito fina, com uma “cor marrom avelã a marrom escuro com manchas marrom-amareladas”. O café deve ter um aroma forte com notas de flores, frutas, torradas e chocolate. O sabor deve ser redondo, firme e aveludado, com o equilíbrio certo de amargo e azedo.

Certamente 30ml pode não parecer muito, mas o sabor de um bom café espresso italiano é ótimo. A alta concentração de café, comparada com a quantidade de água, garante que você experimente um delicioso sabor de café mesmo com um pequeno gole.

3. Os grãos do café espresso italiano são mais torrados

Os grãos para fazer café espresso são torrados um pouco mais que os grãos de café normais. Como resultado, o espresso não só tem uma cor mais escura, mas também têm um sabor mais rico. O óleo dos grãos vem à tona devido ao tempo de torra.

4. A moagem  dos grão deve ser fina, uniforme e granulada

Para preparar um bom espresso, você precisa de um café cuja moagem tenha textura fina, uniforme e bastante granulada. No entanto, se os grãos estiverem gordurosos e moídos muito finamente, a máquina de café espresso não conseguirá produzir um jato uniforme. Assim, você vai acabar com apenas uma gota de café, sem a camada de espuma marrom clara. Por outro lado, com grãos muito grosseiros, o café sai mais aguado e também sem a camada cremosa.

Mas não apenas o tipo de moagem é importante. Segundo os melhores baristas italianos, não se deve usar o café imediatamente após a moagem. Sendo assim, é bom esperar um pouco, para que não se perca uma parte do sabor.

5. O café espresso italiano tem xícaras específicas

Antes de tudo, o formato e o material da xícara são fundamentais para realçar o aroma, o sabor e a aparência do café. Em geral, a xícara para espresso deve ter uma capacidade de cerca de 60-70ml. Além disso, deve ser de porcelana e sua forma deve ser de cone truncado, ideal para manter a compactação do creme. Especificamente, seu interno deve ser arredondado, principalmente no fundo. O formato deste último, sem bordas e cantos, evita que o creme quebre e facilita o movimento da colher no ato da mistura.

Enfim, o rebordo sobre o qual repousam os lábios deve ser fino e isento de lascas, para proporcionar uma agradável sensação e para saborear o espresso da melhor forma. A parte inferior da xícara, por outro lado, deve ser mais espessa, para que o café fique com a temperatura certa, deixando-a cair um pouco no início e mantendo-a estável na degustação.

O último aspecto a levar em consideração, mas não menos importante, é a temperatura da xícara na hora de dispensar o espresso. Na verdade, a xícara deve estar seca e quente, a uma temperatura em torno de 40°C. Dessa forma, a compactação, a temperatura e a cor do café permanecerão inalteradas por mais tempo, permitindo uma degustação correta.

 

Espresso ou expresso?

Embora a palavra “espresso” não exista nos dicionários da língua portuguesa, ela é aceita em determinados casos e não é considerada erro ortográfico. Em suma, trata-se de um caso de estrangeirismo, um termo emprestado do italiano, mas que deve ser usado apenas quando se trata de café.

Segundo o site Português à Letra, o termo “café espresso” pode ser usado quando se trata de um café feito “sob pressão, ou seja, é o caso no nosso café espresso italiano! Por outro lado, um “café expresso”, seria um cafezinho feito de modo rápido, algo que nada tem a ver com este modo italiano de preparar café.

Enfim, seguindo as indicações de professores de português, eu decidi utilizar o termo “espresso” em todo o texto, em itálico, uma vez que sempre me referi ao café italiano.

Mas e você, prefere o termo espresso ou expresso? Já tomou um autêntico café espresso italiano?

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!

Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

Patricia Kalil

Meu nome é Patricia Kalil, sou de Salvador e moro na Sicília desde 2007. Sou autora, editora, webmaster, analista de mídias sociais e gerente de SEO do Descobrindo a Sicília. Faço de tudo por aqui!

Comente com o Facebook

Posts Recentes

5 dicas de praias em Palermo e arredores

Viaja no verão e quer saber quais praias em Palermo encaixar no seu roteiro? Pois… Leia Mais

3 dias atrás

A Festa de Santa Rosalia em Palermo

Talvez a mais importante festa religiosa e popular de Palermo, a Festa de Santa Rosalia… Leia Mais

1 mês atrás

5 hotéis na praia em Taormina

Os hotéis na praia em Taormina são alguns dos lugares mais exclusivos onde se hospedar… Leia Mais

1 mês atrás

Dicas de praias na Sicília

Dar dicas de praias na Sicília não é uma tarefa muito fácil. Digo que não… Leia Mais

1 mês atrás

Dicas de praias em Favignana

As praias de Favignana, com suas águas cristalinas, e em partes azul piscina, fazem da… Leia Mais

1 mês atrás

A igreja de San Giovanni degli Eremiti em Palermo

A igreja de San Giovanni degli Eremiti (em português, São João dos Ermitões), em Palermo,… Leia Mais

2 meses atrás

Este site usa cookies. Ao continuar a navegação, você concorda com seu uso. Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte nossa políica de privacidade.

Política de Privacidade