Antes de mais nada, este é um post para os marinheiros de primeira viagem que não têm a menor ideia de como chegar à Sicília e não sabem nem por onde começar!

Percebi que são muitas as pessoas que me pedem ajuda sobre como iniciar o planejamento da viagem. Quase sempre a primeira dúvida que surge é: “como faço para ir do Brasil para a Sicília?” Como faço para chegar à Sicília a partir da cidade X? Aqui você poderá tirar as suas dúvidas!

Seguros Promo

Como ir do Brasil para a Sicília

Em primeiro lugar, é importante que saiba que não há voos diretos do Brasil para a Sicília. Sendo assim, se você pretende chegar à Sicília, sem conhecer antes outras cidades da Itália ou outros países da Europa, saiba que será preciso fazer pelo menos uma conexão se você parte do Rio ou de São Paulo. Por outro lado,  se você parte de outros estados, serão necessárias pelo menos duas conexões.

Se você mora em São Paulo ou no Rio de Janeiro, considere a possibilidade de voar com a ITA (a antiga Alitalia), pois fará apenas uma conexão, em Roma ou em Milão. No momento da compra do bilhete é só colocar como destino final ou o aeroporto de Catania ou o de Palermo, dependendo de como estará estruturado seu roteiro, e será emitida uma passagem única.

Outra opção de companhia aérea é a TAP Portugal. Esta é a companhia com a qual eu viajo para o Brasil pois eu vou para uma cidade do nordeste. Com ela é preciso fazer duas conexões, em Lisboa e em Roma, mas você pode comprar sem problemas uma passagem com destino final um aeroporto da Sicília, visto que, para o voo interno na Itália, ela tem parceria com outras companhias.

Essas duas são as companhias usadas por grande parte das pessoas que vêm do Brasil para a Sicília. No entanto, você pode verificar com as outras companhias, como a Latam, Air France, Iberia, KLM, etc.

Uma dica: Use um buscador como Passagens Promo para pesquisar quais são as companhias aéreas com preços melhores a partir do aeroporto mais próximo da sua casa!

Veja também: Quais são os aeroportos da Sicília.

Como chegar à Sicília

Aeroporto de Palermo

 

Como chegar à Sicília a partir de outra região da Itália

Se o seu roteiro começa em outra região da Itália e você não sabe ainda como chegar até a Sicília, lembre-se que o meio mais rápido e simples é o avião. As principais companhias aéreas que voam para a Sicília são a Volotea, a ITA, a Vueling, a EasyJet e a Ryanair.

 

Caso a sua ideia seja viajar para a Sicília com outro meio de transporte, indico ler os seguintes posts:

Por fim, se você partirá de outra cidade da Itália e ainda não sabe como chegar aqui na Sicília, escreva sua dúvida na caixinha de comentários!

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

54 comentários em “Como chegar à Sicília: dicas para principiantes”

  1. Olá querida, antes de mais nada gostaria de dizer que seu blog foi muito importante para nós. Ganhamos uma viagem de presente e nem nos meus mais vagos pensamentos eu pensei de conhecer a Sicília, porém em junho, já vamos estar aí. Suas dicas são preciosas e se precisarmos, vamos acionar os pacotes. Só gostaria de saber uma informação. No início de junho, qual a temperatura média para ver o que devo levar?
    Abraços e obrigada.
    Edla Zim

    1. Olá Edla,

      Fico muito feliz em saber que o blog lhe ajudou a planejar seu roteiro. E que sorte ganhar uma viagem de presente!
      Aqui você encontra mais informações sobre o tempo em junho> Previsão do tempo na Sicília e aqui as dicas do que colocar na mala: Verão na Sicília: dicas da bella stagione

      De qualquer forma, eu lhe aconselho a olhar a previsão do tempo quanto estiver fazendo sua mala! Hoje é 17 de maio e está mais frio do que nos anos anteriores. Então é sempre bom olhar a previsão.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Olá Patricia, Pretendemos ir à Sicilia em final de agosto. Lá alugaremos um carro e daremos a volta na ilha em sentido horário. acho que chegar por Catânia será melhor, mas como faço? Moro em São Paulo Capital, Melhor ir pra Roma, pegar o Frecce pra Napoles e ir de lá à Sicilia, ou Descer em Roma/Fiumicino e pegar outro avião?

    1. Olá Evaristo,

      Como expliquei aqui no post, se você mora em São Paulo ou no Rio de Janeiro, considere a possibilidade de voar com a Alitalia, pois fará apenas uma conexão, em Roma ou em Milão. No momento da compra do bilhete é só colocar como destino final ou o aeroporto de Catania ou o de Palermo, dependendo de como estará estruturado seu roteiro, e será emitida uma passagem única.

      Ir de Roma a Napoles e depois de Napoles para cá não tem sentido (a menos que queira conhecer Napoles e região).

      Um abraço,

      Patricia

  3. Olá, Patrícia! Parabéns pelo blog, esse tipo de conteúdo nos ajuda muito para programar nossa viagem.
    Queria sua opinião com uma questão. Vou à Itália em março. Eu amo praia, mas estou com medo de incluir no roteiro e me arrepender por conta do clima e de repente não estarem tão bonitas. Acha que em março vale a pena ou deixo para fazer as praias numa próxima vez mais próximo do verão mesmo?

    1. Oi Tathyane,

      Março definitivamente não é período de praia. Ainda faz bastante frio! Te aconselho a focar mais em roteiros de cidades, culturais e deixar as praias para uma próxima vez, quanto viajar entre fim de maio e início de outubro!

      Um abraço,

      Patricia

  4. oi Patricia, adorei seu blog e sua atenção, parabéns ! Eu eu uma amiga decidimos ir nas em Maio/junho para Malta, mas não queremos ficar só lá, gostariamos de conhecer algum lugar antes ( o lugar que vamos entrar na europa ), pensamos em amsterdam, e depois ir para Malta. Gostariamos também de conhecer a Sicilia, e de lá partir para alguma cidade e embarcar para São Paulo. Poderia nos dar alguma dica se seria viável essa nossa idéia ? obrigada 🙂

    1. Olá Cristiane!

      Sua ideia é viável, desde que tenha muitos dias à sua disposição. Considere que a Sicília é muito grande, por isso para ver o básico são necessários pelo menos 8 dias. Tem gente que faz roteiros bem curtinhos (4-5 dias) e escolhem apenas uma ou duas cidades. Quando tempo você pretende dedicar a esse passeio na Sicília?
      Leia também: Como ir de Malta para a Sicília

      Um abraço,

      Patricia

  5. Bom Dia Patrícia!!!
    Iremos para a Itália em junho. Pretendemos ir a Nápoles e depois para a Scilia e na volta ficar alguns dias em Roma. Você me aconselha fazer todo o percurso de carro? Pensei alugar um carro em Napoli e ir para Scilia. Deixar o carro na Scilia e ir de avião até Roma. Pode me dar alguma dica,por favor?
    Obrigada pela sua atenção
    Evelin Arbocese.

    1. Oi Evelin,

      Dá para fazer sem problemas o percurso de carro, eu mesma já fiz duas vezes. Só é um pouco cansativo, porque são cerca de 8h de viagem (se não fizer paradas).
      Se você não tiver muito tempo disponível, considere também a possibilidade de fazer Napoles – Catania (ou Palermo) de avião. O bilhete não é caro e a viagem dura só uma hora. Eu prefiro sempre fazer de avião.
      Leia também> Como ir de Nápoles para a Sicília

      Um abraço,

      Patricia

  6. Boa noite. Vou fazer conexão em Roma para Catânia com a companhia Alitalia . Depois do desembarque em Roma poderia me orientar o jeito mais rápido para embarcar para Catania com a Alitalia. Aguardo retorno. Abraços

    1. Oi Fer,

      O Aeroporto de Fiumicino é bem sinalizado. Quando você desembarcar, procure nos monitores qual será o seu portão (para Catania com a Alitalia será B alguma coisa). Siga as indicações para os portões B, vai ter as setas indicando para qual lado ficam.
      Esse é o único jeito!

      Um abraço,

      Patricia

    1. Oi Victor,

      Sim, é possível, basta você especificar na hora do aluguel que vai entregar o veículo num lugar diferente. Em 10 dias você consegue ver as cidades principais da Sicília.

      Um abraço,

      Patricia

  7. Olá Patricia, bom dia.

    Irei da Calabria (Paola) para Catania em julho, daqui 2 meses. No site da Trenitalia aparece que os trens não tem mais vagas. Nesse caso, alguma sugestão de fazer esse translado? Não tô achando outras soluções. Grato pela ajuda.

    1. Olá Mauricio,

      Não é que os trens estejam cheios, é que a partir da segunda metade de junho os horarios dos trens mudam, e como o site da Trenitalia ainda não fez essa alteração, aparecem como se estivessem cheios. Mas o melhor modo mesmo é ir de trem, volte a olhar daqui a alguns dias!

      Um abraço,

      Patricia

    2. Rafaela Gonçalves Scrivano

      Oi Patrícia,
      pretendo ir à Sicilia e apenas para a Sicilia com neu marido e meu filho de 2 anos. vc teria dicas de hospedagem, etc…?
      muito obrigada

    3. Oi Patrícia, farei um curso de 2 semanas em Siracusa e depois pretendo ficar mais uma semana na ilha pra conhecer a região. Qual o melhor aeroporto pra chegar e como chegar de tal aeroporto a Siracusa? Tem lugares interessantes Siracusa e arredores que dê para conhecer um ou dois dias, nos finais de semana do curso? Dicas? E o que conhecer na semana extra. Obrigada Julia

    4. SERGIO BORGES E OLGA FONTANS

      ola PATRICIA,como vai ?

      estamos verificando ainda……………. as possibilidades da ida a SICILIA.

      PERGUNTO TEMOS ALGUMAS DUVIDAS :

      1-É possivel fazer as cidades abaixo de trem / TRENITALIA :

      PALERMO / MESSINA
      MESSINA / CATANIA
      CATANIA / SIRACUSA

      OBS : COM HOSPEDAGEM EM CADA CIDADE PERTO DAS ESTAÇÕES SE POSSIVEL

      O ACHA ? SUA OPINIÃO………..RECOMENDA ?????????? VALE A PENA ??? É VIAVEL O USO DE TREM NESTA PARTE ???

      2- DE CARRO

      SIRACUSA / AGRIGENTO
      AGRIGENTO / MARSALA
      MARSALA / TRAPANI
      TRAPANI / PALERMO

      OBS : SE POSSIVEL COM HOSPEDAGEM OU SÓ DE PASSAGEM …

      SE POSSIVEL AGUARDAMOS SUA DICA……

      VALEU E OBRIGADO !!

      SERGIO E OLGA

      1. Olá Sergio e Olga,

        Os trechos indicados no ponto 1 são totalmente viáveis de se fazer de trem. A única coisa que eu não recomendo é ficar em hotéis na áreas as estações ferroviárias, porque são feias e um pouco degradadas. No caso de Palermo, basta caminhar cerca de 1km e já se está no centro histórico, perto das atrações turísticas.

        O que eu não entendi foi o ponto 2. Vocês pretendem fazer parte do roteiro de trem e parte de carro? Meu conselho: se pretendem alugar um carro de qualquer modo, tanto vale ficar com ele a viagem inteira. Basta reservar hotéis com estacionamento!

        Um abraço,

        Patricia

    5. SERGIO BORGES E OLGA FONTANS

      oi Patricia como vai ?

      primeiro obrigado pela atenção…..

      – qto a aluguel de carro,já alugamos carro em NAPOLI e região.

      pergunto ?

      – não tenho nenhuma permissão internacional…pois já dirigi em Portugal,Espanha e propria ITALIA e nunca
      pedirão nada além de minha carteira de motorista brasileira….( na hora de locação não solicitam nada extra )

      -para dirigir como turista na ITALIA ,e preciso algo diferente de outros paises da COMUNIDADE EUROPEIA
      ( andei lendo algo…nada muito concreto sobre a lei ITALIANA ,corri algum risco inclusive na ITALIA ? )
      ( perguntei para algumas pessoas sobre o assunto………não cheguei a conclusão nenhuma )
      tem conhecimento do assunto na pratica real ?
      qual sua opinão………..

      sobre ficar hospedado :
      vc como conhecedora do assunto SOBRE A SICILIA ,indicaria alguma (s) cidadezinhas interessante para ficarmos hospedados fora do eixo das cidades consideradas maiores………,nesse deslocamento nosso tipo um circulo pelas cidades…….

      obrigado novamente e abs !!!!!!

      SERGIO E OLGA

      1. Olá Sergio e Olga,

        É verdade que a maior parte das locadoras não exige a permissão internacional, mas segundo a lei italiana, para que um cidadão de fora da União Europeia dirija na Itália, é necessário ter a Permissão Internacional (PID) ou a habilitação acompanhada de uma tradução juramentada em italiano. Essas informações constam, inclusive, no site do Consulado Brasileiro em Milão: http://milao.itamaraty.gov.br/pt-br/carteira_nacional_de_habilitacao.xml. Confiem somente em fontes oficiais e o meu conselho é que providenciem a permissão internacional o quanto antes. Se vocês tivessem sido parados em alguma blitz, corriam o risco de ter o veículo apreendido.

        Em relação às cidades, é um pouco difícil dizer, porque há centenas delas! A minha sugestão é que primeiramente comecem a colocar no papel os lugares que mais os interessam e então vão escolhendo onde pernoitar. Por exemplo, podem ficar em cidades como Cefalù, Castellammare del Golfo, Ragusa, Siracusa…
        Para facilitar mais, aqui no blog tem a divisão por áreas: https://descobrindoasicilia.com/destinos/
        Além disso, não sei se já viu, mas aqui tem vários roteiros dos leitores, pessoas que viajaram e publicaram os relatos no blog: https://descobrindoasicilia.com/tag/roteiros-pela-sicilia/

        Um abraço,

        Patricia

    6. SERGIO BORGES E OLGA FONTANS

      OI PATRICIA……

      Eu e OLGA,estamos pensando em conhecer a SICILIA em maio… ( já conhecemos algumas cidades do norte da ITALIA …..ROMA…………até NAPOLES )

      Estaremos saindo da ESPANHA… ( MADRI / BARCELONA )

      Estamos pensando em 15 dias………. ( FAZER TIPO UM CIRCULO ENTRE AS CIDADES )

      – Qual melhor aeroporto / cidade chegar ou começar para conhecer toda a ilha ( principais cidades ) ?

      – melhor forma de deslocamento é alugar carro ?

      obrigado !

      SERGIO E OLGA

      1. Olá Sergio e Olga!

        Dá para fazer um roteiro muito bom de 15 dias na Sicília. Vou responder as suas perguntas:

        – Qual melhor aeroporto / cidade chegar ou começar para conhecer toda a ilha ( principais cidades ) ?
        R: Se vocês pretendem fazer um círculo, podem chegar tanto por Palermo quanto Catania, vai ser indiferente. Uma coisa que muita gente faz é chegar por um aeroporto e sair por outro (otimiza o tempo, não tendo que voltar para o ponto de partida).

        – melhor forma de deslocamento é alugar carro ?
        R: É o que eu aconselho, sobretudo porque o transporte público aqui não é o máximo e vocês teriam toda a liberdade de horários, podendo parar onde e quando quiserem. Mas caso não queiram alugar um carro, é viável fazer de transporte público, porém é necessário planejar bem os deslocamentos. Outras pessoas também contratam carro com motorista.

        Se tiver mais dúvidas, é só perguntar.

        Um abraço,

        Patricia

    7. Olá, Patrícia, li seu blog e achei muito bacana! Parabéns. Estou indo em janeiro, para passar vinte dias. A ideia é ficar em uma cidade como base e pegar trens para visitar outras cidades e voltar no mesmo dia. Isso é possível? Qual é a cidade melhor servida por vias férreas/ Grato!

    8. Oi Patricia! Temos 4 noites para conhecer a Sicília. Quais as cidades? É melhor ficar somente em Pelermo? O período é de 02/1 a 06/1/2018.Inverno!! Sairemos de Lisboa. Obrigada!

      1. Olá Ana Paula,

        Quatro dias é pouquinho mesmo. Sim, você pode ficar só em Palermo ou optar pela costa leste, que é outro roteirinho curto que dá para fazer em quatro dias, escolhendo uma base e fazendo passeios em Taormina, Catania e Siracusa.

        Um abraço,

        Patricia

    9. Olá Patrícia, parabéns pelo blog!
      Vou tirar férias em novembro e pensei em visitar a região da Sicília.
      Você recomenda? Faz muito frio?
      Obrigado!

    10. Patricia! Parabéns pelo seu blog. Terei uma semana em outubro, saindo de Milão. O que vc recomenda? Ainda não comprei as passagens e gostaria de uma dica de onde seria melhor descer e fazer um
      Passeio pela Sicília voltando para Milão.

    11. Olá Patricia!
      Amo seu blog, suas orientações a respeito da Sicilia são tão maravilhosas!
      Será que vc poderia falar um pouco sobre a isols di Ortigia?
      Deus te abençõe querida.
      Marcelo Rivello

    12. Olá Patrícia. Como seu blog é útil! Iremos à Itália no verão de 2018 e já estou estudando, principalmente para definir a passagem aérea que será comprada. É desejo do meu filho de 15 anos que pede isso desde que se entende por gente. Passaremos 12 dias entre Florença, Roma e Nápoles e tenho mais 8 dias para a Sicília, onde pretendemos “tirar umas férias das férias”. Escrevo para trocar uma ideia com você sobre que lado seguir, onde os meninos ( mais velho 15 e mais novo 10) vão aproveitar mais. São meninos muito ativos, fazem muito esporte. FIcamos no lado Taormina, Eólicas e de repente, vamos para Tropea? Ou pegamos um voo direto para Trapani e fazemos Favignana e de lá até Palermo? Muito obrigada. Carolina

      1. Olá Carolina,

        É tão difícil te dizer qual é o “lado melhor”. Ambos são incríveis, com tanta coisa para ver e fazer! Se você ficasse no leste, eu só não incluiria Tropea, porque ir para a Calabria acabaria apertando demais um roteiro de 8 dias, que para a Sicília já é curto.

        Visto que seus filhos são muito ativos, colocando na balança talvez seria melhor o lado oeste. Ali tem lugares para fazer windsurf, trekking, as praias são mais bonitas, enfim, é um roteiro mais focado na natureza.

        Um abraço,

        Patricia

    13. Valéria Maria Lopes Cabral

      Realmente seu blog é muito bom e tem me dado ótimas ideias. Pretendemos ir dia 29 de setembro pela manhã e voltar dia 4 de outubro no fim da tarde. Onde não podemos deixar de ir? Taormina, Cefalu, Noto, Ragusa, Agrigento, Selinunte, Trapani e Palermo queremos ir de qualquer forma. Conseguimos fazer esse roteiro nesses quase 6 dias? Sugere outra coisa?
      Aguardo sua ajuda. Obrigada, abraço, Valéria

      1. Olá Valéria,

        Na minha opinião é um roteiro muito apertado para apenas seis dias. Esse seu seria um roteiro de no mínimo 10 dias. Você não citou nem mesmo Siracusa, um dos lugares mais importantes aqui na Sicília. Em um dia você conhece Taormina, em outro um passeio rápido a Siracusa e Noto, em outro Agrigento e Selinunte. Os outros 3 dedique a Palermo, fazendo a partir de lá um bate e volta a Cefalù.

        Um abraço,

        Patricia

    14. Boa noite Patrícia ! O seu blog tem me ajudado muito!
      Mas tenho uma dúvida, vou partir de malta para Sicília vou ficar do dia 24/04 ao dia 30/04.
      Primeiro, por onde eu vou chegar na Sicília? Qual Porto? e segundo aonde devo ficar? Nesses 6 dias gostaria de conhecer mais os sítios arqueológicos e as praias… E me encantei por ortigia também Me ajuda?
      Obrigado

      1. Olá Ricardo,

        Que bom saber que o blog tem sido útil no planejamento da sua viagem! Bem, se você fizer Malta-Sicilia de ferry, chegará pelo porto de Pozzallo, mas se for de avião poderá voar tanto para Catania, quanta para Palermo ou Trapani. Escrevi sobre como ir de Malta para a Sicília aqui: https://descobrindoasicilia.com/2014/09/de-malta-para-a-sicilia-como-ir/

        Visto que você se encantou por Ortigia, então o melhor é chegar por Catania. Daí você pode dividir sua estadia, ficando 2 ou 3 noites em Siracusa e o restante em Catania, ou Taormina, ou onde você desejar. Se você estiver de carro, dá para fazer um bate e volta a Agrigento e visitar o Vale dos Templos, senão será necessário dormir uma noite lá. Há também excursões em grupo saindo de Taormina para o Vale dos Templos. Essa aqui: https://www.partner.viator.com/pt/16191/tours/Taormina/Valley-of-the-Temples-and-Villa-Romana-del-Casale-Day-Trip-from-Taormina/d4237-6099AGRIGENTO

        Bem, o que não falta são opções de roteiros, cabe a você decidir!

        Um abraço,

        Patricia

    15. Olá Patrícia, tudo bem? Adorando seus posts. Somos um grupo de 4 amigas e iremos em junho para a Itália. Estamos com intenção de conhecer a Sicília e mais alguns roteiros. Qual sua sugestão? Por onde começamos? Quanto tempo em cada cidade na Sicília, por exemplo, Temos 30 dias disponíveis no total. Agradeço. Magda.

      1. Olá Magda,
        Que bom que gosta dos meus posts. Bem, não existe um número fixo de dias para passar em casa cidade. Tudo vai depender do tipo de turismo que você faz e quais cidades irá visitar. Uma cidade como Palermo, por exemplo, pede uns 4 dias, enquanto um vilarejo ou uma cidade muito pequena vai requerer apenas 1. O ideal é você traçar seu roteiro antes e então definir o número de dias em cada lugar.
        Além da Sicília, vocês podem pensar em dar um pulinho em Malta (https://descobrindoasicilia.com/2014/09/de-malta-para-a-sicilia-como-ir/), ou ir até a Calábria, ou então subir um pouco mais para conhecer também Nápoles e a Costa Amalfitana. Cabe a vocês decidirem! O que eu posso dizer é que para ver o básico da Sicília são necessários no mínimo 10 dias, enquanto quem deseja dar a volta na ilha precisa de 18/20 dias pelo menos.

        Dá uma olhada nessas dicas de roteiros na Sicília, podem ser úteis no planejamento do seu: https://descobrindoasicilia.com/tag/roteiros-pela-sicilia/

        Um abraço,

        Patricia

    16. Oi Patrícia, como está? Tenho seguido suas preciosas publicações desde que decidi ir á Sicília em setembro. Comprei passagem da Alitalia, São Paulo/Palermo com conexão em Roma. Tenho 1h15 de conexão e estou com algumas dúvidas: passo pela imigração em Roma ou Palermo; mudo de terminal; só retiro bagagem em Palermo; será que dá tempo?
      Mais uma vez aguardo ansiosa suas orientações. Beijo

      1. Olá Heloisa!

        A imigração é feita sempre no primeiro aeroporto onde a gente coloca os pés na Europa. No seu caso será em Roma.Se você comprou uma passagem única com a Alitalia, e não duas separadas (primeiro comprou São Paulo – Roma e depois comprou separadamente Roma-Palermo), coisa que eu acho que você não fez, então irá retirar sua bagagem somente no destino final, em Palermo.
        Se a Alitalia vende uma passagem com conexão curta assim, é porque dá tempo, apertado mas dá. Se por acaso o seu voo de São Paulo atrasar e você perder a conexão, é responsabilidade da Alitalia te colocar em outro voo para Palermo, não se preocupe.
        Uma dica: tente sair o quanto antes do avião e ir bem rápido até a imigração. Normalmente as filas não são lentas.

        Um abraço,

        Patricia

Comente!