Colomba Pascal: um doce italiano típico da Páscoa

colomba pascal

Certamente todo mundo conhece o panetone, doce natalino conhecido em muitos países. Mas e a colomba pascal? É o doce símbolo da Páscoa na Itália!

De fato, ela pode não ser nenhuma novidade para a maioria das pessoas, mas em muitas cidades brasileiras e portuguesas, ela é totalmente desconhecida. Por exemplo, eu mesma só vim conhecer a colomba pascal aqui na Itália.

 

O significado e a história da Colomba Pascal

Colomba é uma palavra italiana que, em português, significa pomba. Portanto, como seu próprio nome indica, ela tem a forma de uma pomba e simboliza não só a paz, mas também a chegada da primavera.

A história conta que a colomba pascal teve origem no início da Idade Média. Em 572, Alboin, governante dos longobardos, atacou a cidade de Pavia. O cerco durou muitos meses e depois que a cidade finalmente caiu nas mãos de Alboin, ele pediu aos nobres da cidade que trouxessem presentes, incluindo ouro, pedras preciosas e doze meninas de 16 anos. Era o dia da Páscoa.

colomba pascal

Segundo uma lenda, as meninas escolhidas aguardaram seu destino tremendo de medo, até que uma delas teve uma ideia. Ela juntou farinha de trigo, mel e frutas cristalizadas e fez um bolo em forma de pomba. Posteriormente, quando as virgens foram apresentadas a Alboin, elas lhe entregaram o bolo.

No entanto, Alboin não era bobo e pediu que uma das meninas provasse o bolo antes dele. Quando ela comeu um pedaço sem discutir, Alboin também comeu. Como passou meses comendo mal, ele logo ficou encantado com o doce sabor daquela guloseima. Como agradecimento e reconhecendo o bolo doce como um símbolo de paz, o rei libertou todas as meninas.

 

A receita original da colomba pascal foi escrita por Pellegrino Artusi no livro de receitas La scienza in cucina e l’arte di mangiar bene (A ciência na cozinha e a arte de comer bem), de 1891. É muito trabalhosa, pois a preparação não leva menos de quatro dias, uma vez que a massa tem que ser trabalhada várias vezes, após cada etapa de fermentação.

colomba pascal

Uma colomba sabor cassata siciliana da marca Dais, que é siciliana.

A colomba pascal na Sicília

A massa da colomba pascal siciliana é a mesma do resto da Itália. No entanto, a diferença está no recheio e sabores escolhidos.

Por exemplo, um dos ingredientes mais usados nas colombas feitas na Sicília é o pistache. De fato, você verá centenas de opções de colombas com recheio de creme de pistache, cobertas com pistache. Além dele, usa-se também ricota (existem até colombas sabor cassata siciliana), limões, amêndoas, chocolate de Modica, enfim, os principais produtos gastronômicos da ilha.

Uma clássica colomba coberta com chocolate branco e pistaches.

 

As confeitarias sicilianas que produzem as mais renomadas colombas são as seguintes:

  • Bonfissuto, de Canicattì, que todos os anos está entre as melhores colombas da Itália;
  • Fiasconaro, de Castelbuono, o mais famoso produtor de colombas e panetones da Sicília;
  • Peluso 1964, de Modica, que faz uma maravilhosa colomba de chocolate;
  • Sciara Pistacchio, de Bronte, que como o nome já diz, é uma empresa especializada em produtos à base de pistache.

Colomba pascal com recheio de creme de pistache.

Degustação de colomba pascal com creme de avelã na confeitaria Fiasconaro, em Castelbuono

 

Onde comprar a colomba pascal

Quem mora na Itália encontra inúmeras marcas de colomba pascal em todo e qualquer supermercado. É realmente tão comum quanto o ovo de Páscoa. Além disso, as confeitarias costumam produzir colombas artesanais, que são as melhores!

Por outro lado, se você mora no Brasil, há bem menos variedades de marcas e sabores do que na Itália. No entanto, tem se tornado cada vez mais fácil encontrá-las, sobretudo nas cidades maiores.

 

Comente!