Pular para o conteúdo

Descobrindo a Sicília

Home » O QUE VER » Castelos » 13 Castelos da Sicília para você conhecer

13 Castelos da Sicília para você conhecer


Há inúmeros castelos na Sicília, muitos dos quais em posições de predomínio ou de defesa. Outros, ao contrário, se encontram mais afastados, em lugares que antigamente tinham funções estratégicas. Por fim, há alguns castelos que hoje em dia se encontram no meio de cidades, em áreas muito urbanizadas. Mas qualquer que seja o castelo, debaixo de cada um deles há séculos de história, diversas lendas, um universo de imaginação.

A Sicília tem uma posição estratégica no Mediterrâneo e, por isso, não podia que ser repleta de castelos. Entre medievais, renascimentais,  normandos, castelos para caça ou meras ruínas, existem cerca de 200 edifícios. Criados para defender, alguns deles são fortalezas que fascinam pela beleza e merecem uma visita. Enfim, vamos conhecer alguns dos mais interessantes castelos da Sicília?

Castelos da Sicília

Neste post, você vai conhecer:

1. O Castelo Ursino, em Catania

Castelo Ursino em Catânia

Localizado no centro de Catânia, o Castelo Ursino foi construído entre 1239 e 1250. Seu nome vem do latim Castrum Sinus, ou seja, o castelo do golfo, uma vez que era banhado pelo mar. Entretanto, em 1669 a lava do Etna chegou até ele, cobrindo boa parte do mar. Nos séculos seguintes, construiu-se por cima da lava solidificada e, por isso, o castelo Ursino hoje em dia se encontra rodeado de habitações e a centenas de metros do mar.

O Castelo Ursino é a sede do Museu Cívico de Catânia, onde você pode admirar achados arqueológicos, esculturas de época grega e romana, bem como quadros de pintores sicilianos.

Uma dica: Você pode visitar o Castelo Ursino e outros lugares da cidade com um tour guiado privativo em português. Saiba mais sobre o City Tour em Catania.

2. Castelo Normando de Aci Castello

castelos da sicília

Realizado em pedra lávica e empoleirado e empoleirado numa rocha banhada pelo mar, o Castelo Normando é o símbolo da vila de Aci Castello.

Por causa da sua posição estratégica, este lugar foi fortificado desde o período do Império Romano. Em 1072, foi conquistado pelos normandos, após a vitória contra os árabes. Posteriormente o castelo foi destruído, mas sua reconstrução aconteceu em 1189.

Embora do castelo reste apenas uma torre e parte do corpo central, é possível visitá-lo. De fato, lá dentro se encontra um pequeno museu com achados arqueológicos e minerais. Mas, sem dúvida, a parte mais marcante é a vista que se tem de lá, para o mar e, ao fundo, os rochedos de Acitrezza.

3. Castelo Maniace, em Siracusa

castelos da Sicilia: castelo Maniace, em Siracusa

Criado para ser uma fortaleza militar, o Castelo Maniace fica na extremidade de Ortigia, em Siracusa. Ele foi construído na primeira metade do século XIII pelo arquiteto Riccardo da Lentini,  o mesmo que fez o Castelo Ursino de Catania.

Embora o Castelo Maniace seja vazio por dentro, dele se tem uma vista lindíssima para o mar. Você pode visitá-lo tranquilamente durante um passeio em Ortigia.

Enfim, saiba mais sobre o Castelo Maniace, o que encontrará na visita e outras dicas do que ver nos arredores.

4. Castelo de Donnafugata, em Ragusa

castelo de donnafugata, sicilia

Percorrendo a estrada que vai de Ragusa a Santa Croce Camerina é possível admirar o Castelo de Donnafugata. Suas origens remontam à metade do século XVII, mas ele foi reformado diversas vezes até o início do século XX. O resultado dessas reformas é uma mistura  de estilos, que vai do gótico veneziano ao tardo renascimental.

Em síntese, o castelo tem 122 cômodos, mas só parte deles fica aberto para a visitação. Saiba mais sobre o Castelo de Donnafugata, sua história e como visitá-lo.

5. Castelo de Lombardia, em Enna

Castelo de Enna

O Castelo de Enna, no centro da Sicília, surge no ponto mais alto da cidade e dominava uma imensa parte da Sicília. Hoje restam somente 6 das 20 torres originais, mas apesar da ação do tempo, ele não perdeu seu aspecto de fortaleza.

É possível visitar o Castelo de Enna todos os dias e a entrada é gratuita. No entanto, muitas salas estão fechadas, sendo possível visitar apenas os pátios internos e a Torre Pisana, aquela mais alta e melhor conservada.

Para incluir o castelo de Lombardia em sua lista de castelos da Sicília, veja essas dicas de Enna.

6. Castelo de Caccamo

castelos para conhecer na sicilia

Sem dúvida, o Castelo de Caccamo é um dos castelos melhor mantidos da Sicília. Além disso, ele é o maior da ilha, bem como um dos maiores castelos da Itália.

Para lhe dar ainda mais encanto estão, sem dúvida, as lendas dos mistérios e fantasmas que se agitam entre os corredores e as salas da fortaleza, presenças atormentadas e inquietas que recordam a antiga história do castelo.

Construído para fins defensivos, o Castelo de Caccamo tornou-se, ao longo dos séculos, residência e refúgio nobre. No século XII, o castelo passou para as mãos de Matteo Bonello, e é a ele que se ligam algumas das lendas populares do lugar.

Veja mais informações sobre o Castelo de Caccamo e as histórias dos fantasmas que o assombra. Além disso, saiba como chegar e como é a visita ao castelo.

7. Castelo de Carini

carini

O Castelo de Carini, situado a cerca de 30km de Palermo, foi construído entre 1075 e 1090. Entretanto, ele foi reformado diversas vezes, sobretudo pela família Grua-Talamanca. A propósito, é a esta família que se deve um fato que tornou o castelo de Carini famoso. Em 1563 ocorreu o homicídio da Baronesa de Carini e seu amante, algo que gerou um escândalo e comoveu a opinião pública da época.

Segundo uma lenda, o fantasma da baronesa ainda estaria vagando pelo castelo. Muitos têm certeza de que a bela jovem ainda está lá, exigindo justiça. Quer saber mais sobre essa história bizarra? Leia o texto Baronesa de Carini: o mistério por trás de um crime brutal.

Infelizmente poucas coisas são originais lá dentro e ele sofreu algumas reformas. No entanto, se você gosta de lugares com mistério, vale o passeio.

8. Castelo de Ventimiglia, em Castelbuono

Castelbuono, Sicília
O pátio interno do castelo de Castelbuono

Construído por cima das ruínas da antiga cidade bizantina de Ypsigro, em 1316, sob ordem do conde Francisco I de Ventimiglia, o Castelo de Castelbuono fica a 23km de Cefalù.

Dada a sua posição, este castelo nunca teve função defensiva. De fato, ele sempre foi usado como uma das residências da família Ventimiglia, uma importante e poderosa família nobre da Sicília.

O castelo está muito bem conservado, apesar da sua forma atual não ser a original. Ele foi reformado ao longo dos séculos e após um terremoto que aconteceu no início do século XIX. Hoje em dia, ele abriga o abriga o Museu Cívico de Castelbuono. Em suas salas estão expostas obras de arte contemporânea, fotografias, alguns achados arqueológicos e objetos de arte sacra.

LEIA TAMBÉM:  Castelbuono: a cidade do maná e do melhor panetone

9. Castelo de Milazzo

castelo de milazzo

Mais que um castelo, aquele de Milazzo é uma cidadela, a maior da Sicília.

O complexo monumental, que fica no topo do antigo “Borgo”, tem uma área de mais de 7 hectares, dos quais mais de 12.000m² são cobertos por edifícios, tornando-se uma das estruturas fortificadas mais importantes da Europa.

A sua posição foi estrategicamente escolhida, para vigiar um porto natural que sempre foi um dos mais importantes da Sicília, com vista para as Ilhas Eólias. O que também é chamado de “Cidadela Fortificada”, na verdade, representa um dos poucos exemplos de arquitetura militar em que ainda existem sistemas defensivos construídos ao longo de 10 séculos.

E é claro que Castelo de Milazzo, como qualquer castelo que se preze, tem seu fantasma. É o fantasma de uma pobre freira de clausura, na verdade uma garota apaixonada por um soldado inglês, que foi forçada pelo pai a se tornar freira. Como ela o desobedeceu, o pai a emparedou viva dentro dos muros do castelo para impedi-la de fugir com seu amante. No entanto, a menina morreu e seu fantasma aparece nas noites de lua cheia nos corredores do castelo.

10. Castelo de Montalbano

Castelo de Montalbano Elicona

O Castelo de Montalbano Elicona, nos montes Nébrodes, remonta a 1302. Ele tinha a função de controle e vigilância dos vales ao redor. Ele foi construído e fortificado pelo Imperador Frederico II da Germânia. Depois de ser destruído em 1233 durante uma revolta popular, foi reconstruído entre 1302 e 1308 por Frederico II de Aragão. Este transformou o castelo em uma residência real de verão e foi durante o seu reino que o lugar alcançou o máximo de seu esplendor.

Hoje em dia, nas salas do castelo abertas à visitação, se encontram dois pequenos museus. Além disso, o lugar serve também como centro de informações turísticas.

Leia mais sobre Montalbano Elicona, como chegar e visitar o castelo.

11. Castelo Chiaramontano, em Naro

castelos da itália

Antes de mais nada, Naro é uma cidade a cerca de 25km de Agrigento. Seu castelo foi construído no século XIV pela família Chiaramonte e, por isso, também é chamado de Castelo Chiaramontano.

Em suma, o castelo é uma fortaleza de forma irregular, rodeado por muralhas, um dos monumentos medievais melhor conservados da Sicília. Situado no alto da colina que domina Naro, ele tem também uma torre quadrada, construída em 1330 e um edifício principal no qual se entra por meio de um portal imponente.

Segundo uma lenda, por lá vagueia o fantasma de Donna Giselda, uma mulher de longos cabelos pretos que se apaixonou pelo belo pajem Beltrano. O problema é que ela era casada e esse amor proibido foi descoberto pelo marido, Pietro Giovanni Calvello, senhor de Naro. Este mandou jogar o pajem da torre mais antiga e trancou a esposa, que morreu de coração partido. Essa história foi ilustrada por Cecco da Naro em suas pinturas no teto do Palazzo Chiaramonte-Steri, em Palermo.

O Castelo de Naro abre de terça a domingo, das 8 às 13h e das 15h30 às 18h (esses horários podem sofrer alterações). A entrada é gratuita.

12. Castelo de Mussomeli

Mussomeli

Entre os 200 castelos da Sicília ainda existentes, sem dúvida o Castelo de Mussomeli é aquele mais inexpugnável. Uma obra-prima da arquitetura militar dos séculos XIV e XV, foi erguido por ordem de Manfredi III Chiaramonte, uma autoridade que governou a Sicília em 1370.

Localizado a cerca de 2km da vila de Mussomeli, parece embutido na rocha. Além disso, o castelo é disposto em níveis diferentes, alcançando uma altitude de 780m acima do nível do mar. Sem dúvida, vale muito a pena visitar este castelo, não só por sua beleza, mas também por sua história e lendas.

Veja os horários de abertura do Castelo de Mussomeli no site do órgão de turismo da cidade.

O fantasma do  castelo

Há diversas lendas ligadas ao Castelo de Mussomeli. Mas sem dúvida a mais conhecida é a do fantasma Dom Guiscardo, filho de um mercador espanhol e marido da bela Esmeralda. Em 1392 ele teve que partir para Palermo com o exército do rei Martinho I para reprimir uma revolta, deixando em casa sua esposa esperando um filho.

Após a revolta, ansioso para ver o Castelo de Manfreda (antigo nome de Mussomeli), o soldado deixou a cidade de Palermo e viajou para o interior da Sicília.

Durante a viagem, porém, foi atacado pelos soldados de Dom Martínez, um homem apaixonado pela bela Esmeralda, a quem ela rejeitara. Querendo se vingar do mal que sofrera, ordenou a morte de seu rival, trancando-o no porão do castelo.

Dom Guiscardo, gravemente ferido e prestes a morrer, amaldiçoou a Deus. Entretanto, logo depois percebeu que havia saído de seu corpo e, sem poder ir para o paraíso, por causa dos insultos ditos antes de morrer, ele foi condenado a vagar pela terra por mil anos.

13. Castelo de Vênus, em Erice

Castelo de Erice na Sicília
Uma curiosidade: O Castelo de Erice aparece em algumas cenas do filme Acquaman!

Outro vilarejo medieval como Erice não existe na Sicília. A vila é fascinante, e como tal, não poderia deixar de ter um castelo.

O castelo de Erice, construído entre os séculos XII e XIII, surge onde antes havia um templo dedicado ao culto de Vênus Ericina, deusa do amor e da fertilidade.

Não há palavras para descrever a vista que se tem do alto de castelo de Erice. Talvez seja uma das mais incríveis da Sicília. Em seu interno, por sua vez, ainda é possível admirar as termas romanas, o poço de Vênus, restos do templo, a ponte de Dédalo, a muralha medieval, um túnel medieval e as prisões dos Bourbon.

Veja como visitar Erice e seu castelo.

 

Castelos da Sicília no mapa

Como visitar os Castelos da Sicília

Infelizmente a maior parte dos castelos da Sicília podem ser visitados apenas de carro. Isso porque eles ficam no interior, em lugares onde não passam ônibus ou trens.

Os Castelos da Sicília que podem ser visitados com transporte público são:

Se for alugar um carro para conhecer os castelos da Sicília, pesquise os preços na RentCars. Se você estiver no Brasil, poderá pagar em Reais, parcelado e sem IOF!

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!
Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

Comente!

Novidades e informações

Cadastre-se na nossa newsletter mensal

E receba no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália!