São inúmeras as vinícolas onde degustar os vinhos do Etna. Entre pequenas adegas e nomes famosos no mundo inteiro, as opções são realmente muitas.

Desse modo, para que você tenha uma ideia de quais experiências enogastronômicas inserir no seu roteiro pela Sicília, apresento 5 dicas de vinícolas no Etna que são uma verdadeira excelência quando se trata não só de produção de vinho, mas também de hospitalidade.

 

Degustação de vinhos no Etna: Gambino Vini

A vinícola Gambino está localizada no município de Linguaglossa, a uma altitude de cerca 900 metros. Estamos nas encostas do vulcão Etna, mas com vista para o mar. Em suma, é uma paisagem extraordinária.

A Gambino é uma vinícola familiar, administrada por três irmão. E tudo iniciou somente cerca de 40 anos atrás, quando os pais deles iniciaram a produzir vinho.

Sendo, portanto, uma empresa ainda jovem, eles souberam apostar no turismo e na hospitalidade. De fato, lá os turistas têm a possibilidade de conhecer a história e fatos relativos à vinícola e aos vinhos produzidos, podem conversar com todos que lá trabalham, do enólogo aos proprietários. Além disso, há diversas propostas de degustação, com opções para todos os tipos de clientes.

 

Os grandes vinhos da Benanti

Se você quer um lugar onde degustar os vinhos do Etna que seja de alto nível, então este lugar é a  Benanti. A vinícola fica no município de Viagrande, a cerca de 15km de Catania.

Os vinhos Benanti, hoje em dia alguns dos mais famosos entre os vinhos sicilianos, são definidos pelos especialistas do setor como “o milagre do Etna”. Seus vinhos tintos robustos têm uma personalidade própria e, certamente, são o ponto de força da vinícola. Os 24 hectares de vinhedos produzem vinhos tintos, brancos e espumantes de excelente qualidade. Além disso, o branco Pietramarina, é considerado um dos melhores vinhos brancos da Itália!

Na vinícola é possível fazer tanto uma simples degustação, quanto uma experiência completa que inclui almoço com 3 pratos harmonizados com os vinhos.

 

Barone di Villagrande

Vinícola Barone di Villagrande, Milo, Sicília

A antiga adega, construída no século XIX e recentemente restaurada.

A família Nicolosi Asmundo di Barone di Villagrande há 10 gerações vive e trabalha na área ao redordo vulcão ativo mais alto da EuropaA vinícola fica em Milo, a cerca de 700m acima do nível do mar.

A Barone di Villagrande foi fundada em 1727 e em 1968 recebeu seu primeiro prêmio. Desde então, seu vinho Etna Doc tornou-se o carro-chefe da vinícola.

De fato, este vinho tão premiado, conhecido hoje em dia como Etna Bianco Superiore, tem a potência do Etna. Além disso, em cada gole deste vinho — e de todos os outros que a Barone di Villagrande produz — é possível saborear o amor e a devoção por um lugar tão especial.

A Barone di Villagrande também propõe tanto a degustação clássica acompanhada de petiscos, quanto o almoço completo no restaurante da vinícola.

 

Degustação de espumantes no Etna: Cantina Murgo

Se você tem paixão por espumantes, então a Murgo é uma vinícola que você deveria visitar. Ela fica no munício de Santa Venerina, a 500m acima do nível do mar, em uma posição panorâmica e privilegiada.

Fundada em 1981, um ano depois engarrafa seu primeiro Etna Rosso e, em seguida, em 1990, o primeiro espumante  Murgo Brut. Utilizando as castas típicas do Etna, como a nerello mascalese e nerello cappuccio, a vinícola produz espumantes de ótima qualidade.

De fato, na lista dos melhores espumantes italianos da revista Forbes, a Murgo aparece junto com outros nomes importantes do setor, como as vinícolas Ferrari e Planeta.

Enfim, dispondo também de um restaurante, a Murgo propõe a degustação de vinhos combinada com almoço com pratos típicos sicilianos.

 

Onde degustar os vinhos do Etna: Pietradolce

Um dos mais famosos produtores de vinhos do Etna é a  Vinícola Pietradolce, fundada em 2005 por Michele Faro. Embora seja uma vinícola muito nova, em 2011 teve seu vinho Barbagalli eleito pelo guia Gambero Rosso como “o melhor vinho da Itália”.

A vinícola Pietradolce está localizada em Solicchiata, próximo a Castiglione di Sicilia, nas encostas do Etna. Além disso, a vinícola tem 27 hectares de vinhedo, em uma altitude que varia de 2000 a 3000 metros.

Por fim, o nome da vinícola é uma referência à pedra lávica preta que compõe o solo, fornecendo taninos levemente suaves e uma consitência sucosa deliciosa.

 

Os vinhos do Etna

onde degustar os vinhos do Etna

Se você deseja ter uma experiência enogastronômica inesquecível na Sicília, então você não pode não degustar os vinhos do vulcão Etna. O solo onde crescem as vinhas tem uma composição única, por causa das inúmeras erupções do vulcão ao longo dos séculos.

Além disso, o Etna tem também um microclima que não se encontra em nenhum outro lugar da Sicília, com maiores mudanças bruscas de temperatura. De fato, enquanto a temperatura pode chegar a zero no inverno, no verão pode passar dos 30, refrescando, porém, à noite. Em suma, essas e outras características fazem com que se produza vinhos realmente inigualáveis.

Tours no Etna
Você pode fazer um passeio privativo em português para conhecer as crateras do Etna e, de quebra, parar para fazer degustação em uma vinícola. Conheça algumas opções de passeios!

 

 

Quer receber no seu e-mail notícias, novidades e curiosidades sobre a Sicília e o restante da Itália? Então cadastre-se na nossa newsletter!

Não se preocupe, pois odiamos spam! Enviamos no máximo um e-mail por mês.

LEIA TAMBÉM:  Degustando Marsala: Como é a visita à vinícola Pellegrino

Comente!