Palazzo Abatellis

Museus de Palermo: uma visita à Galleria Palazzo Abatellis

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Entre os museus de Palermo, a Galleria Regionale Palazzo Abatellis, ou simplesmente Palazzo Abatellis, é sem dúvida o mais importante do ponto de vista artístico e cultural. O museu abriga obras de grande importância do período medieval até os primeiros anos do século XVIII, entre elas a Anunciação de Antonello da Messina.

 

O Palácio Abatellis

Construído na última década do século XV, no estilo gótico catalão, o Palazzo Abatellis é um dos palácios mais importantes do Renascimento em Palermo. Do lado de fora, parece um castelo e na verdade, é uma das últimas construções aristocráticas semi-fortificadas construídas no oeste da Sicília. Localizado na Via Alloro, no bairro da Kalsa de Palermo, era a residência das famílias Abatellis e Branciforte.

Museus de Palermo: Palazzo Abatellis

A Via Alloro é o eixo principal do bairro da Kalsa, muito importante especialmente no passado, porque ali residia a aristocracia de Palermo. Por esta razão, até hoje é lá que fica o maior número de palácios antigos da nobreza da cidade.

Entrar no Palazzo Abatellis não significa apenas entrar em contato com as obras que estão nele, também significa conhecer um esplêndido palácio do século 15 que deve ser visitado por seu valor, independentemente do que seja exposto nele.

Museus de Palermo: Palazzo Abatellis

As salas do museu

Nos belos salões da galeria encontram-se obras provenientes de aquisições, doações e alienações dos bens de entidades religiosas suprimidas  na segunda metade do século XIX. As obras estão distribuídas em quatro andares.

No piso térreo há artefatos preciosos de diferentes estilos: esculturas, as obras de madeira do século XII e as esculturas do século XIV e XIV, cerâmicas dos séculos 14 e 17 e o extraordinário afresco do Triunfo da Morte, uma obra provavelmente  realizada por volta de 1445, mas de autor desconhecido.

A foto acima não dá ideia do quanto o afresco seja enorme. Ele provém do Palazzo Sclafani (outro belo palácio da nobreza em Palermo), e não se sabe muito sobre ele, apesar as inúmeras hipóteses dos especialistas. Em um jardim, onde se encontram personagens pertencentes a todas as castas sociais, entra a morte, representada por um esqueleto, montada em um cavalo, também esqueleto, atingindo pessoas poderosas e os jovens, salvando os miseráveis que a observam e imploram para que sejam libertados do sofrimento da vida. Impressionante, não é?

Ainda no andar térreo, uma sala digna de destaque é a 4. Entrando lá o nosso olhar é imediatamente capturado pela beleza do busto de uma nobre senhora, dito como de Leonor de Aragão, criado pelo escultor Francesco Laurana na última década do século XIV, e que na pureza das formas e síntese geométrica parece recordar os estilos de Piero della Francesca e Antonello da Messina. Uma das obras-primas absolutas da “beleza”.

Um rosto feminino elegante e delicado.

A sala abriga também algumas das principais obras pertencentes à chamada Escola Gagini (Antonello e Domenico Gagini), que foram os maiores escultoras do Renascimento na Sicília.

Museus de Palermo: Palazzo Abatellis

Madonna del Latte (uma Nossa Senhora amamentando), de Antonello Gagini

Nas salas do primeiro andar fica a Pinacoteca, que bem documenta a pintura siciliana até o século XVI com obras provenientes, em sua maior parte, de igrejas e conventos de Palermo.

A primeira sala é aquela dedicada às cruzes, onde se encontram a cruz pintada por Pietro Ruzzolone e a do Mestre de Galatina. No salão das cruzes encontram-se, nas paredes, partes de afrescos provenientes da igrejinha de Risalaimi, próximo a Palermo.

Mas o destaque do primeiro andar, na verdade a estrela de todo o museu, é a Anunciação de Antonello da Messina, a “Monalisa” siciliana.

Desculpa a qualidade da foto, mas a iluminação da sala não era o máximo.

A Virgem, surpreendida pela chegada do anjo (aqui ausente em relação à iconografia tradicional), fecha-se no manto azul e estende a mão direita, fazendo uma pausa na leitura do livro e desencadeando com o anjo uma espécie de diálogo. Suave, eterna, a figura dessa Madonna nos deixa realmente sem palavras.

Na mesma sala estão outras obras de Antonello: telas pequenas com as imagens de três “Doutores da Igreja“, São Jerônimo, São Gregório e Santo Agostinho, que constituíam as cúspides de um poliptico perdido.

 

Uma visão panorâmica para o Triunfo da Morte a partir do janelão do primeiro andar.

No segundo e no terceiro andar, se desenvolvem as novas salas, a verde e a vermelha. Nelas estão expostas uma coleção significativa de obras do manierismo siciliano tardio, pinturas do século XVII e do realismo.

A sala verde ilustra as obras do manierismo através da produção de artistas sicilianos ativos entre os séculos XVI e XVII: Giuseppe Alvino, Gaspare Bazzano e Pietro D’Asaro. Entre os outros trabalhos mais importantes estão San Francesco e L’estasi di Santa Caterina, de Filippo Paladini.

Na sala vermelha termina o percurso do museu, e nela se encotram obras que lembram muito o estilo de Caravaggio, como a tela do artista francês Simon Vouet, autor de “Sant’Agata na prisão visitada por São Pedro “e com o “Amor Adormecido” do Napolitano Battistello Caracciolo.

As principais obras desta sala são as pinturas de Antoon Van Dyck: “Santa Rosália coroada por anjos”, “A Madona com a Criança” e os “Caídos” atribuídos a ele. O pintor flamengo que se encontrou em Palermo nos terríveis dias da peste de 1624 propôs uma nova iconografia da santa padroeira da cidade.

 

Informações úteis

  • Horários de abertura: de terça a sexta, das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 9 às 13h. Fechado às segundas-feiras.
  • Ingresso: 8 euros. No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita.
  • Endereço: Via Alloro, nº 4
  • Você pode visitar o Palazzo Abatellis com a Raffaella, guia de turismo autorizada que fala português. Se você quiser reservar um passeio na cidade com ela, é só clicar AQUI e preencher o formulário solicitando um orçamento!

 

Reserve já seu hotel em Palermo!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

Comente!

Veja mais