Logo

Roteiro na Sicília com base em Catania – Dica do leitor

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Enedina, uma querida leitora do blog, acabou de voltar de viagem e já quis compartilhar conosco seu roteiro com base em Catania. Ela se hospedou por 10 dias em um apartamento no centro da cidade, e além de conhecer os principais pontos turísticos de Catânia, dedicou alguns dias a passeios bate e volta para o Etna, Taormina e Palermo.

Roteiro com base em Catania – Por Enedina Rodrigues

Roteiro com base em Catania

O interesse pela Sicília começou há três anos, quando conheci um amigo pela internet que mora na Sicília. Em 2016 li um livro chamado “Mamas Sicilianas” que fala sobre Santa Agata e as mulheres sicilianas, em seguida conheci o blog “Descobrindo a Sicília”. Tive receio de viajar por não falar o idioma e por ser a primeira viagem internacional, mas tudo correu bem. Mas chega de trelêlê vamos às experiências e sensações.

Minha viagem começou no dia 1º de fevereiro em São Paulo, com conexão em Roma e destino Catania, que foi minha base. Fiquei hospedada no apartamento Al Vicolo Ciraulo (Via Ciraulo 8, 95124 Catania) que merece todos os meus elogios, pois é excelente sem falar de Anna, atenciosa, gentil e muito simpática!!! Permaneci em Catania até dia 5 e aproveitei a festa de Sant’Agata que é linda, fiquei admirada com a fé e paixão dos devotos.

Apartamento Al Vicolo Ciraulo

Do 1º ao 4º dia de viagem: Passeios em Catania

Caminhei muito por Catania e conheci vários pontos turísticos sozinha. Esses foram alguns que lembro o nome: Chiesa di San Benedetto,  que inclusive estava muito perto de onde estava hospedada, “Basilica della Collegiata”, “Fontana dell’Elefante – Piazza Duomo” estive aqui várias vezes, tomei café, almocei e visitei a “Catedral de Sant’Agata”, “Fontana dell’Amenano” onde aproveitei para jogar uma moeda e fazer um pedido, “Piazza Università onde passei várias vezes nas minhas andanças.

Roteiro com base em Catania

Piazza Duomo em Catania – Foto: Enedina Rodrigues

Visitei também o “Anfiteatro Romano” muito interessante pois é dentro da cidade e rodeado de muito movimento de pessoas e carros, “Giardino Bellini” um lugar belíssimo onde comi meu primeiro cannolo comprado na Pasticceria Spinella que fica na Via Etnea. Nesta rua aproveitei para fazer algumas compras pois estava dentro do período de muitos descontos (fiquei louca…rs).

Roteiro com base em Catania

Villa Bellini em Catania – Foto: Enedina Rodrigues

Roteiro com base em Catania

O anfiteatro romano de Catania – Foto: Enedina Rodrigues

Conheci o “Teatro Romano” misterioso e lindo, também tive dificuldades em encontrar mas valeu a pena, “Chiesa della Badia di Sant’Agata” muito linda e tive o prazer de visitar a Cupúla no dia 5, último dia da festa de Sant’Agata. A vista de lá é de tirar o folego, “Fontana di Proserpina” (vou pesquisar sobre essa Fontana) muito bela, passei por ela várias vezes para ir até a Stazione Centrale de Catania, “Monastero dei Benedettini” estava fechado, mas visitei a parte externa muito arborizada e linda, alguns lugares ficaram para a próxima visita, quando me enrolava no percurso pedia informação e sempre fui tratada com muita atenção e gentileza pelos moradores ou apelava para o Waze.

Basilica della Collegiata – Foto: Enedina Rodrigues

5º dia de viagem: Passeio em Aci Castello e Aci Trezza

Para ir a Aci Castello e Aci Trezza, saí de Catania com chuva e muito vento. Fui de ônibus e desci em Aci Castello. Logo conheci o Museo Civico Castello Normanno, que é imponente, caminhei à beira mar até Aci Trezza olhando para aquele mar lindo e praia com pedras vulcânicas. A chuva já praticamente tinha parado, mas o vento continuou e às vezes era até empurrada pelo vento, devia ser o Siroco…rs.

Castelo de Aci Castello – Foto: Enedina Rodrigues

Roteiro com base em Catania

Foto: Enedina Rodrigues

Almocei em um restaurante pequeno, aconchegante e com um atendimento maravilhoso chamado “Cambusa del Capitano” (Via Marina, 65, 95021 Aci Trezza) , pedi uma salada de laranjas vermelhas, risoto de frutos do mar e um vinho, uhummm……. almoço dos deuses!

Roteiro com base em Catania

Foto: Enedina Rodrigues

 

6º dia de viagem: Bate e volta a Palermo

Fui a Palermo de trem. A paisagem até lá é linda, as plantações de laranjeiras com frutas amarelinhas contrastavam com o verde da paisagem, o sistema de geração eólica com hélices enormes que giravam sem parar, não temos muitas no Brasil por isso fiquei impressionada com a quantidade. Já chegando em Palermo o mar fez parte do cenário com um azul maravilhoso.

Via Maqueda, Palemo – Foto: Enedina Rodrigues

Cheguei já era 11h30 e não tive muito tempo para fazer o passeio que queria, mas fui ao “Mercato il Capo” muito colorido, tem de tudo um pouco, comprei minha mini cafeteira italiana lá. Passei pelo “Teatro Massimo”, muito bonito por fora também, caminhei por ruas movimentadas e com muita música boa tocada por um artista de rua, visitei o “Museu Arqueológico Antonio Salinas”, tirei muitas fotos, fiz caminhada pela Via Roma, algumas comprinhas e caminhando mais um pouco estava no “Foro Italico Umberto I”, de onde se tinha uma linda vista do mar e do Porto, mas já chegando a hora de pegar o trem de volta para Catania.

Roteiro com base em Catania

Mercados de Palermo – Foto: Enedina Rodrigues

Teatro Massimo de Palermo – Foto: Enedina Rodrigues

 

7º dia de viagem: Bate e volta a Taormina

A visita a Taormina foi de tirar folego com tanta beleza! Fui de trem, também cheguei por volta das 12h00. Não sabia como faria para subir para o centro histórico, mas quem tem boca vai a Roma como diz o ditado….rs

Comprei o bilhete de ônibus em uma lanchonete dentro da própria estação de trem, a subida é em uma estrada muito estreita e muitas curvas fechadas, mas com visual estonteante do mar, chegando à base do centro histórico já estava com fome e almocei no “Ristorante Sapori Di Mare” um Spaghetti a carbonara e vinho branco, muito bom!

A vista de Taormina – Foto: Enedina Rodrigues

Daí para frente foi um passeio a pé entrando literalmente no centro histórico, visitei uma igreja pequena e linda onde está a estatua de Santa Caterina de D’Alessandria, que faz parte do antigo anfiteatro romano bonito e bem menor que o de Catania.

Ruínas do anfiteatro romano de Taormina (Nota: Não confundam com o Teatro Grego, esse aqui, que é o segundo maior da Sicília!)

Visitei uma exposição de miniaturas do carnaval de Acireale e dá-lhe subida. Gostaria de ter ido até a parte mais alta onde está a bandeira italiana e um crucifixo (não sei se tem um nome definido), mas estava começando a escurecer e eu não sabia o horário dos trens de volta para Catania. Quando cheguei à estação levei o maior susto porque a bilheteria estava fechada….ai meu Deus e agora??

Fui a lanchonete que tinha comprado o bilhete do ônibus e descobri que era lá que estava vendendo….ufa…kkkkk

Não consegui descer de teleférico por falta de tempo e tem muita coisa pra ver ainda, com certeza voltarei….Fiquei apaixonada por aquele lugar!

 

Penúltimo dia de viagem: Excursão ao vulcão Etna

O melhor ficou para o penúltimo dia na ilha: O Etna!!!!!

Contratei uma excursão pela “Info Point Sicily Excursions” (Via Garibaldi, 39 95121 Catania) para o sábado dia 11 saindo as 8h30 da manhã. Foram me buscar no apartamento, meus guias foram o Andrea e a Mariana que estava começando no trabalho aquele dia.

A paisagem ficava mais linda a cada momento que me aproximava do Etna, como nunca tinha visto neve, imaginem como eu estava eufórica. Quando chegamos na base onde está os restaurantes e o teleférico não pensei duas vezes e comprei o bilhete para e subir de teleférico, fui sozinha. O pico nevado, muitos esquiadores, muitas famílias e crianças se divertindo, fiquei boba com tanta beleza.

No Etna – Foto: Enedina Rodrigues

O topo do Etna ainda estava muito distante, mas estar ali e vê-lo “fumando” foi uma sensação de sonho realizado e de que “eu posso ter tudo o que eu quiser”. Tirei muitas fotos e algumas estouraram por causa do branco da neve, o tempo que eu tinha para ficar lá em cima passou muito rápido e tive que descer para encontrar os outros e continuar o passeio. Comi um panino no restaurante e quando saí estava nevando. Imagine a alegria da pessoa aqui…rs

Fomos visitar um túnel formado por lava, uma coisa que nunca imaginei fazer e foi muito bom ver e saber como se formam esses túneis, lembrando que meu guia Andrea falava comigo em italiano….rsrs

O túnel de lava – Foto: Enedina Rodrigues

Fazia parte do pacote uma degustação de vinhos, licores, azeites, azeitonas e mel na “Oro dell’Etna – Apicoltura e Cantina Rustica Costa” (Via S. Giacomo, 135, 95019 Zafferana Etnea), provei tudo e claro fiz minhas comprinhas de azeite e licor queria levar de tudo um pouco, mas fiquei com medo do peso das malas no retorno ao Brasil.

De volta a Catania resolvi comprar vinhos da região em uma adega próxima do meu apartamento, “Dal Terrone” (via Crociferi, 12), onde fui atendida por uma bella ragazza chamada Veronica, que me deu total atenção explicando tudo sobre os vinhos e licores que tinha, rimos muito porque ela falava italiano e inglês e tínhamos que traduzir alguma coisa pelo celular, resultado…… mais dois vinhos e um licor para a coleção.

 

10º dia: Fim da viagem

Dia seguinte retorno ao Brasil. Voltei já cheia de saudades daquele lindo lugar e do povo atencioso e exuberante. Recomendo a viagem para todos sozinhos ou acompanhados, falando o idioma ou não. Foi sensacional eu voltarei muito em breve.

Não se esqueça do choro no avião, que tristeza!!!….kkkk

***

E aí, gostaram do roteiro da Enedina? Eu não posso deixar de dizer aqui que eu não recomendo um  bate e volta de transporte público de Catania a Palermo, porque a pessoa passa mais tempo no trem do que na própria cidade! Mas como ela queria muito visitar, quis mesmo assim dar nem que fosse um passeio rápido. De qualquer maneira, ela pôde aproveitar muito Catânia e tenho certeza que a Sicília só deixou saudades!

  • Quer ver as outras dicas de roteiros do leitor? Clique AQUI.
  • Se você também quer compartilhar o seu roteiro aqui no blog, é só mandar um email através da página de contato e eu lhe explicarei como fazer.

 

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

8 Comentários

  1. Ótimas dicas iremos ano que vem. Parabéns pelo trabalho Patricia….grande abraço!

    • Obrigada, Carlos. Fico muito feliz que aprecie o meu trabalho.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Obrigado pela dica Patricia!

    Eu irei no final de Maio, não sei se já estará calor para ir a Trapani, porém acredito que Catania realmente valerá mais a pena. Você acha que no mesmo dia eu consigo fazer excursão para Etna e Taormina? Porque vi que os dois não são tão pertos, não é mesmo? Se sim, sabe alguma empresa que faria excursão para os dois trajetos no mesmo dia?

    Obrigado mais uma vez pela atenção,

    Abraços

    • Olá Rodrigo,

      Taormina dista mais ou menos 1h do Rifugio Sapienza, que é o ponto do Etna onde é possível chegar e visitar algumas crateras. Se você não estiver de carro, dá para fazer a excursão, que existe (essa aqui: https://www.partner.viator.com/pt/16191/tours/Catania/Etna-and-Taormina-Full-Day-Tour-from-Catania/d22664-19933P2). O problema é que pela Viator só dá para reservar este passeio para a partir de duas pessoas. Você viaja sozinho ou acompanhado?

      Outra possibilidade ainda, que muita gente faz, é se hospedar em Taormina, porque é mais charmosa (porém mais cara) do que Catania.

      Um abraço,

      Patricia

      • Olá Patricia,

        provavelmente viajarei sozinho. Eles não reservam para uma pessoa apenas?

        Vou ver essa possibilidade de ficar direto em Taormina então.

        Obrigado!!

        • OI Rodrigo,

          Demorei mas achei uma outra agência que faz esse tour! A Etna Tribe: http://www.etnatribe.it/2-escursione-etna-e-taormina.html
          Dá uma olhada no site e tenta contatá-los para ver se reservam para você. Não tem escrito o número mínimo de pessoas, então suponho que reservem para um também, até porque maio é alta temporada, então é quando as excursões estão sempre ativas!

          Um abraço,

          Patricia

  3. Olá,

    estou pensando em fazer um bate-volta de Malta a Sícilia, ficando apenas o fim de semana (6a a dom). Para tão pouco tempo, vocês acreditam que vale a pena ir à Catânia? Dá pra conhecer bastante coisa? Também tenho a opção de ir para Trapani. O que vocês recomendam? Trapani é um destino que dá pra conhecer em menos tempo que Catânia?

    Agradeço a atenção.

    Abraços

    • Olá Rodrigo,

      Dizer se vale ou vale a pena ir a Catania é difícil, porque é uma questão de gosto pessoal. Para mim vale, porque adoro Catania, mas para você pode não valer, entendeu?
      Não dá para conhecer muita coisa não, infelizmente, mas dependendo dos horários do seu voo dá para fazer, no sábado, uma excursão ao Etna e a Taormina, por exemplo. No resto do tempo livre da sexta e do domingo você aproveitaria para passear em Catania.

      Quanto a Trapani, acho que é menos interessante do que Catania. No entanto, se a sua viagem for no verão, você poderia aproveitar para fazer um passeio de barco em Favignana, que é uma ilha lindíssima.

      Um abraço,

      Patricia

Comente!

Veja mais