Taormina no Natal

10 dicas do que fazer na Sicília no inverno

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Por ser famosa por suas belas praias, muita gente acha que a Sicília é uma meta exclusivamente de verão. Mas as coisas não são bem assim e nas outras estações do ano, nós que moramos aqui, continuamos nossa vida normalmente. A maior parte das cidades continua movimentada, há um maior número de linhas de transporte, já que as escolas funcionam normalmente, bares e restaurantes ficam cheios porque é lá que as pessoas se reparam do frio e do vento. Enfim, no inverno também dá para curtir a Sicília, inclusive porque as temperaturas por aqui são bem mais amenas do que no resto da Itália!

 

1 – Aposte nas cidades maiores

Este é um conselho que sempre dou aos meus leitores que têm dúvidas sobre viajar para a Sicília no inverno. Ao contrário das cidades tipicamente de veraneio (aquelas onde ficam as praias mais badaladas da Sicília), as cidades médias e grandes NÃO esvaziam durante o inverno.

Sicília no inverno - Siracusa

Piazza Duomo, em Siracusa, no dia 21/12/2014.

É por este motivo que a melhor coisa a se fazer é planejar um roteiro que se concentre nos centros urbanos. Palermo, Catânia, Siracusa, Ragusa, Agrigento e Trapani são ótimas pedidas e excelentes cidades-base para esse período. Já em Taormina alguns hotéis e restaurantes ficam fechados durante o inverno, a cidade fica  mais vazia, mas não deserta.

 

2 – Visite os mercados e mercadinhos

Eu dificilmente vou às feiras-livres da Sicília no verão. É que não aguento o calor e a multidão (duas coisas que eu não suporto). Já no inverno é bem mais prazeroso passear entre as coloridas e animadas bancas e por incrível que pareça, neste período há uma enorme variedade de frutas. Você verá as laranjas sicilianas e suas cores intensas, romãs, maçãs, maços e maços de brócolis e alcachofras, só para citar algumas.

Sicília no inverno

Laranjas numa banca de frutas no mercado de Ortigia (fevereiro/15).

Mercados interessantes para você visitar:

  • Mercado Ballarò, em Palermo (saiba mais sobre ele AQUI)
  • Mercado del Capo, em Palermo
  • Mercado de Ortigia, em Siracusa (saiba mais sobre ele AQUI)
  • Mercado de Catânia

Outra dica que dou se refere à comida dos mercados. Aqui na Sicília há uma grande tradição do street food e há várias opções de tour organizado que envolvem a comida de rua. Se você preferir fazer tudo por conta própria, não tenha medo de sair experimentando as frituras, queijos e guloseimas à disposição nos mercados.

Clique AQUI para saber mais sobre os tours de comida de rua em Palermo!

3 – É hora de visitar museus, igrejas e parques arqueológicos

Se no verão todo mundo prefere passar o tempo curtindo as praias e ilhas da Sicília, no inverno as coisas mudam. É um bom momento para visitar os principais parques arqueológicos da Sicília, sem ter que sofrer com o calor. O Vale dos Templos de Agrigento, o Parque Arqueológico de Segesta e o Teatro Grego de Siracusa são todos ao ar livre e abrem normalmente no inverno, inclusive nos feriados. Não deixe de inserí-los no seu roteiro!

As igrejas e museus também são boas pedidas. Mesmo que você não esteja nem aí para a arte, vale a pena entrar nas lindas igrejas sicilianas e tentar reconhecer nelas as diferentes dominações que passaram pela Sicília.

 

4 – Fotografe o Etna  coberto de neve e o mar

Tenho o privilégio de poder ver o Etna todos os dias, mas cada vez que o vejo coberto de neve, com aquele manto branco, fico sempre sem palavras.

E o que dizer de poder ver uma paisagem onde o Etna, todo branquinho, contrasta com o azul do mar e do céu? Gente, é um panorama espetacular, que pode ser apreciado dos terraços de Taormina, de Giardini Naxos, do litoral sul de Catânia. Enfim, você só terá que escolher qual o melhor ângulo.

 Arredores de Taormina

 

5 – Brinque na neve ou esquie no Etna

A propósito de neve e de Etna, esquiar no vulcão ou somente brincar na neve é um dos passatempos favoritos das famílias sicilianas no inverno. Do final de dezembro até o final de fevereiro/início de março, o vulcão é invadido por uma multidão de crianças (pequenas e grandes!), famílias, gato, cachorro e papagaio (rsrs).

As crateras Silvestri são duas crateras inativas formadas durante a erupção de 1892, localizadas a poucos metros do Refúgio Sapienza. Durante o inverno, se tornam imensos escorregadores.

Durante o inverno, as crateras do Etna se tornam imensos escorregadores.

É que aqui raramente neva, então o Etna, assim como as outras montanhas da Sicília – Piano Battaglia e Madonie – são os únicos lugares onde é possível encontrar uma camada de neve espessa o suficiente para praticar esportes de inverno.

Para saber todos os detalhes sobre o Etna no inverno, leia este post AQUI.

 

6 – Vá às compras

Se você não resiste a umas comprinhas básicas durante a viagem, então não deixe de aproveitar os saldos de inverno na Sicília. A data oficial de abertura dos saldos 2016 é 02 de janeiro e eles duram até o dia 15 de março. É uma ótima oportunidade para comprar roupas de frio (inclusive se você estiver pensando em comprar roupas de inverno para viajar, eu aconselho a deixar para comprar aqui porque custam bem menos).

Veja também: Compras na Sicília: conheça o Sicilia Outlet Village

 

7 – Devore as “laranjas cor-de-laranja” e otras cositas más…

Como vocês podem ter percebido (por causa das fotos das laranjas), é no inverno que as frutas cítricas amadurecem. Laranjas e tangerinas dão o máximo de si e é o período em que você pode pedir no café da manhã um suco de laranja natural, espremido na hora. Além disso, um dos pratos tipicos do inverno na Sicília é a salada de laranjas, frequentemente encontrada nos cardápios dos restaurantes.

laranjas da Sicília

Delicie-se com as laranjas cor-de-laranja. As cores delas aqui são intensas!

 

8 – Assista a uma ópera

Quando termina o verão, terminam também as temporadas de shows e concertos ao ar livre, iniciando aquelas nos teatros fechados. Uma dica para quem gosta de música lírica ou clássica é assistir a uma ópera ou a uma sinfonia nos lindíssimos Teatro Massimo de Palermo ou no Teatro Vincenzo Bellini, em Catânia.

Veja também: Eventos no Teatro Massimo de Palermo

 

9 – Visite uma vinícola

Quer coisa melhor do que se aquecer com uma boa taça de vinho? As vinícolas na Sicília funcionam o ano inteiro, então por que não incluir uma visita no seu roteiro?

Vinícola na Sicília: Marabino

Os barris da vinícola Marabino.

A Sicília é uma das maiores regiões produtoras de vinho da Itália e por aqui há várias vinícolas renomadas e rótulos famosos no mundo inteiro. Eu prefiro mesmo as vinícolas menores, já que, na minha opinião, são aquelas que oferecem a melhor hospitalidade.

Marsala, Etna, Agrigento, Siracusa, Noto… não importa onde você for, sempre encontrará ótimas vinícolas e vinhos incríveis.

Veja AQUI todos os passeios em vinícolas com  degustação de vinhos!

Veja também: Tudo que já escrevi sobre vinhos e vinícolas

 

10 – Curta o clima de Natal e os presépios

Sei que o Natal é em dezembro e o inverno vai até março, mas não poderia deixar de citar as festas de final de ano. A Sicília não tem uma grande tradição de mercados de Natal, luzes de tirar o fôlego, vilarejos de Papai Noel. Não, aqui não tem isso. O que marca o Natal na Sicília são os presépios, uma tradição que não só aqui, mas em boa parte do sul da Itália, não se deixou contaminar pelo capitalismo e pelos hábitos anglo-saxônicos. Imaginem que as árvores de natal só apareceram na Sicília durante a II Guerra Mundial, quando os americanos se instalaram aqui e trouxeram com eles essa tradição. Antes disso não existia e o Natal era simbolizado pelos presépios comuns ou aqueles recitados.

A Sicilia no inverno

A árvore de Natal de Siracusa em 2014. Bem simples.

Assim, do início de dezembro até o dia 6 de janeiro é possível assistir a várias encenações natalinas ou apreciar os presépios montados nas cidades.

Como eu escrevi um post específico sobre esse tema, veja: Natal na Sicília e a tradição dos presépios

Tem mais dúvidas sobre o Natal ou o inverno na Sicília? É só escrever aqui na caixa de comentários!

 

Reserve já seu hotel na Sicília!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

16 Comentários

  1. A água das praias é muito fria em dezembro e janeiro?

    • Sim, muito.
      É inverno, então a temperatura da água do mar fica em torno de 15ºC.

      Patricia

  2. Prezada Patricia.
    Realmente seu site merece todos os elogios!
    Meu marido, minha filha e eu estamos lendo pois pretendemos viajar para Sicília após o Natal, isto é, estaremos provavelmente aí em inicio de janeiro. Ainda não compramos as passagens.
    Por isso, gostaria de algumas dicas!
    Qual é a melhor cidade para passar a virada do ano?
    Quais cidades não deveríamos visitar porque é inverno?
    Pode nevar muito, sendo necessário usar correntes nos pneus dos carros?
    Tem alguma informação sobre o sistema de aluguel de apartamento pelo airbnb aí na Sicilia? Alguma dica?
    Realmente chove mais no nordeste da ilha que no sul?
    Desde já agradecemos
    Abraços
    Viviane e família

  3. Amei a matéria, sonho em conhecer a Itália um dia. mas cada que eu leio uma matéria nova me apaixono mais ainda.

  4. Patricia, boa tarde !
    Quero ir Para Sicilia em janeiro de 2018, você acha que para que a passagem fique mais barata é uma opção ir de São paulo para Roma e depois para Sicilia ou ir direto para Sicilia.
    Obrigada.

  5. Bom dia,meus 2 filhos estão em Londres ,então pensei em ir para Sicilia após o Natal para pegar menos frio do que um UK. Estaremos com a namorada de um deles tb. Pensei em alugar uma casa ou flat c serviço de limpeza …. onde posso verificar isso? tem dicas?
    obrigada

    • Olá Vera,

      O blog tem parceria com uma agencia de casas para temporada e eu até já respondi ao seu pedido de orçamento sobre a casa em Siracusa. Você recebeu? Se não recebeu, me avisa.

      Um abraço,

      Patricia

  6. Que bom ler, Patrícia,
    Vou para Catânia e Palermo em janeiro.

  7. […] O que fazer na Sicília no inverno – Descobrindo a Sicília […]

  8. olá estarei na Sicília entre 28 de fevereiro ate 14 de março, passando por Palermo, Taormina, Siracusa, Agrigento e Trapani, ficando uma media de 4 dias e cada uma destas cidades e estou com muita dúvida sobre o que levar na mala, você poderia me aconselhar quanto a temperatura? Tenho os clássicos casacos de camurça forrados de pele, que já me salvaram do frio intenso de ourtos países europeus, o sobretudo longo, etc, mas nunca levo casacos mais leves para a europa no inverno, devo leva-los para a Sicília?

    • Olá Janicy!

      Escrevi sobre as temperaturas da Sicília em março aqui neste post: A Sicília na Primavera. No período que você indicou, as temperaturas ficam entre 18 (durante o dia) e 7, 8 graus à noite. Como você pode observar não é um frio intenso, mas um conselho que posso dar é que, poucos dias antes da sua viagem, você dê uma olhadinha na meteorologia (no alto da barra lateral aqui no blog) porque o clima da Sicília é sempre uma caixinha de surpresas e varia muito de ano para ano.

      Um abraço,

      Patricia

  9. Oi Patricia
    Não sabia não. Você poderia me orientar em como fazer esse agendamento?
    Muito obrigada,
    Beatriz

  10. […] O que fazer na Sicília no inverno – Descobrindo a Sicília […]

  11. Oi Patricia
    Tudo bem?
    Vale a pena visitar o Palazzo Biscari?
    É verdade que o proprietário acompanha as visitas algumas vezes?
    O Palazzo é mobiliado ou apenas salões vazios com afrescos?
    Beijos Beatriz

    • Oi Beatriz, o Palazzo Biscari é lindo (sim, vários salões são mobiliados). Já estive lá em recepções, mas preciso voltar como turista, fotografá-lo e publicar aqui no blog.
      Já ouvi falar que é o próprio proprietário que guia as visitas, e todo mundo fala que ele é extremamente gentil e simpático. Mas agora na baixa estação é necessário reservar marcar o horário da visita, vc sabia?
      Beijos,
      Patricia

Comente!

Veja mais