Logo

Erupção do Etna - Foto: Gnuckx

Erupção do Etna: por que você NÃO deve se preocupar

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Atualizado em 01/03/2017

Desde que criei o blog, o vulcão Etna deve ter entrado em erupção umas dez vezes, coisas rápidas, de poucas horas, um ou dois dias, nada que virasse notícia nos jornais do mundo inteiro. Mas nos últimos dias da cratera sudeste do Etna tem saído jatos e mais jatos de lava, altíssimos, produzindo um espetáculo de fogo incrível, virando manchete na mídia, inclusive no Brasil.

Antes de mais nada, veja o video do fotógrafo siciliano Marco Restivo:

Só que você tá com viagem marcada para a Sicília e está se perguntando: “E agora? O que eu faço?”. A minha resposta é: NADA.

Somente com essa erupção do Etna é que me dei conta que era necessário escrever um texto para “acalmar” vocês, caros leitores, que não estão acostumados com os fenômenos da natureza como vulcões, terremotos, furacões, etc. Recebi uma enxurrada de mensagens de pessoas preocupadas porque vão viajar e não sabem o que fazer, se cancelam o hotel em Catânia ou em Taormina, se até mesmo cancelam a viagem inteira. Não gente, PARA TUDO. Não precisa entrar em pânico.

O Etna é o vulcão ativo mais alto da Europa e um dos mais ativos do mundo mas, em termos gerais, é considerado um vulcão pouco perigoso. Aliás, o Etna passa longe das listas dos vulcões mais perigosos do mundo.

Obviamente não tenho conhecimento científico sobre suas erupções e sobre os fenômenos que acontecem lá nas entranhas da terra, mas falo do ponto de vista de quem mora de frente para o Etna, que convive com a sua magnífica presença há anos e todos os dias tem o privilégio de poder ver essa maravilha da natureza. Veja a foto que publiquei no Instagram há alguns dias.

O #Etna neste exato momento, fotografado da minha varanda. Tá “cuspindo” cinzas adoidado! 

Una foto pubblicata da Descobrindo a Sicília (@descobrindoasicilia) in data:

Ver uma erupção do Etna é um privilégio

Ainda lembro a primeira vez que vi uma erupção do Etna ao vivo. Era noite e estava voltando para casa, na estrada que vai de Catânia até a minha cidade. De repente vi uma luz laranja na direção do vulcão e meu marido fala: é uma erupção! Desviamos do nosso caminho e seguimos de carro até o Rifugio Sapienza e ao longo do caminho já ia ouvindo o barulho da erupção. Sim, ela faz barulho e, para mim, lembra o mesmo som das ondas do mar batendo nas pedras.

Aquilo foi em 2007 e desde então, cada vez que olho pro Etna e vejo uma luz laranja iluminando seu cume, meus olhos brilham, chamo a família, fico igual a criança.

De qualquer maneira, ver uma erupção de longe – por exemplo, a partir de Taormina ou de Catânia – é um dos espetáculos naturais que marcariam a sua viagem. Imaginem que as erupções que duram muitos dias chegam a atrair turistas, curiosos em ver a potência do Etna.

Erupção do Etna

Uma erupção vista de Taormina – Foto: Carlo Papale

É bom saber também que quando há algum tipo de perigo nas encostas do vulcão, a polícia fecha as estradas e não é possível chegar nem perto. Da mesma forma, por motivos óbvios, os passeios até as crateras mais altas ficam proibidos.

 

Os danos que o Etna pode causar

Falei que o Etna não é um vulcão perigoso, mas as cinzas emitidas podem causar alguns danos, principalmente às plantações e às estradas. No caso da última erupção, a nuvem de cinzas, levada pelo vento, chegou até Messina e a Reggio Calabria, provocando uma chuva de lapilli em algumas cidades ao longo do caminho.

Além disso, a nuvem de cinzas também causou o fechamento por várias horas do aeroporto de Catânia, fazendo com que vários voos fossem desviados para outros aeroportos. Esse, talvez, é o maior transtorno que as cinzas podem causar para quem está viajando justamente no dia da erupção, já que um voo atrasado ou desviado pode determinar a perda de uma conexão, de um dia de passeio, etc.

Erupção do Etna

O pessoal leva na esportiva e pergunta: “quem vai limpar?” – Foto: Reprodução

Também já aconteceu de turistas desavisados serem atingidos por pedras provenientes das explosões do Etna. Chegaram perto demais da lava, foram a um lugar onde não deviam ir… As erupções são constantemente monitoradas e, quando há um perigo iminente, fica proibido o acesso a uma determinada área do vulcão. Por isso, eu sempre recomendo a não se aventurarem sozinhos no Etna, mas a contratarem os serviços de um guia de montanha ou de uma agência especializada em passeios no vulcão.

Então, caros leitores, sintam-se privilegiados se durante a sua viagem pela Sicília o Etna entrar em erupção. Ninguém vai morrer queimado como os habitantes de Pompeia no ano 79 d.C ou como nos filmes de Hollywood. Há muito espaço para armazenar a lava do Etna e as cidades estão bem distantes das crateras principais. O Etna é um vulcão gente boa :).

E se você já esteve aqui na Sicília e também pôde ver uma erupção do Etna ao vivo, escreva aqui na caixa de comentários como se sentiu naquele momento!

 

Confira também

Para ter notícias ao vivo sobre o Etna, acompanhe os seguintes sites e perfis no Facebook e no Twitter:

 

Reserve já seu hotel na Sicília!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

 

Curta o blog no Facebook!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

6 Comentários

  1. Ola Patricia mais uma vez, adoro ler suas dicas…
    Como está o vulcão ultimamente?
    Bjs obrigada

    • Oi Cristina, o Etna está tranquilo. A erupção terminou, pelo menos por enquanto! 🙂

      Um abraço,

      Patricia

  2. Ai, Patricia, acho que eu trocaria o espetáculo da neve em Taormina, no ano passado, por essa erupção. Deve estar lindo!!!
    Bjo

    • Oi Cyntia!

      Para ver as duas coisas é preciso ter muita, muita sorte mesmo, mas neve dá para ver em qualquer lugar gelado, enquanto uma erupção… aí é mais difícil rsrs.

      Beijos,

      Patricia

  3. Que beleza, Patrícia! Minha dúvida é se devo ficar cinco noites em Catania, por causa do passeio ao Etna, ou se posso ficar cinco noites em Ortígia, em Siracusa. É fácil ir de uma para outra de trem? Abraços e grata pelos teus posts. Abraços, Rosana Candeloro – Porto Alegre

    • Oi Rô!
      É muito simples ir de Siracusa a Catania, tem tanto trem quanto ônibus e a viagem dura cerca de 1h. Mas na minha opinião, para poder escolher melhor entre Catania e Siracusa, primeiro decida quais outras cidades pretende visitar. Catânia é uma base melhor se você for fazer outros passeios (para Taormina e outras cidades nos arredores). Siracusa é uma cidade menor, mais tranquila e Ortigia tem aquela cara de vila italiana que a gente adora, porém de lá não tem transporte direto para todos os lugares. Resumindo: antes de tudo decida o que quer ver e então escolha!
      Um abraço,
      Patricia

Comente!

Veja mais