Mercado de Ortigia

Dicas de Siracusa: O colorido e pitoresco mercado de Ortigia

Atualizado em

Quando penso em Ortigia, o centro histórico de Siracusa, logo me vêm em mente sua bela catedral barroca construída sobre um templo grego, as ruínas do templo de Apolo, as charmosas ruelas que enchem nossos olhos. Mas outra coisa que adoro é o pitoresco mercado de Ortigia, um lugar que concentra em poucos metros as cores e os sabores da Sicília.

Os mercados e feiras-livres da Sicília são lugares praticamente folclóricos. Neles – principalmente naqueles grandes, como os de Palermo e de Catânia – é possível encontrar de tudo e são frequentados por pessoas de todas as classes sociais. É um vozerio que pode atordoar os ouvidos mais sensíveis, mas que exprimem a verdadeira alma popular da Sicília: sim, porque o siciliano é um povo realmente barulhento.

A peculiaridade dos mercados sicilianos é tamanha que muitos deles acabaram se tornando atrações turísticas e o caso do mercado de Ortigia não é diferente. Apesar dele ser bem pequenininho e estar concentrado em uma única rua, atrai muitos turistas e fotógrafos. É sim, ele é o paraíso para quem ama fotografar.

Mercado de ortigia: as frutas
Todas as cores do arco-íris numa só banca de frutas e verduras.
Mercado de Ortigia
Pimentões assados na brasa, prontos para serem descascados e consumidos. Pois é assim que muita gente prepara os pimentões aqui na Sicília, principalmente as mammas e nonnas

Ir de uma ponta a outra do mercado de Ortigia é uma delícia para nossos olhos e nosso paladar. É um lugar que representa muito a cultura popular local, onde o viajante pode vivenciar a vida comum de quem mora por aqui, até porque quer experiência melhor do que observar o que os locais fazem? Quando viajo para um lugar distante e conheço outra cultura, é algo que não deixo de fazer.

Mercado de Ortigia: a vida cotidiana
Cenas da vida cotidiana. Prestem atenção nas garrafas lá no canto direito da foto: azeite de oliva extra-virgem feito em casa!
Mercado de ortigia: os tomates
50 tons (e formas) de tomates. 🙂
Mercado de ortigia: as frutas secas
Amêndoa, avelã, amendoim, castanha, lentilha, grão-de bico, feijão, pinoli. O universo das frutas e legumes secos em uma só banca.

Outra característica do mercado de Ortigia, que eu particularmente aprecio muito, é a limpeza. Normalmente as feiras sicilianas não são exatamente organizadas e limpas, muito pelo contrário. O fato do mercado de Ortigia ser bem pequeno, sem dúvida ajuda a manter a limpeza e a ordem. Quer coisa melhor do que fazer compras em uma feira sem ter que suportar mal cheiro?

Mercado de ortigia: os peixes

As peixarias, repletas das mais variadas espécies de peixes e frutos do mar, fresquinhos e recém pescados no Mediterrâneo, expõem a riqueza de alimentos que temos aqui na Sicília. Um paraíso para quem ama cozinhar!

Mercado de ortigia: os peixes
Um atum inteiro e as postas do requintado atum vermelho.

 

Caseificio Borderi

Simplesmente o restaurante número 1 no TripAdvisor. Acho que não precisaria dizer mais nada, porque só de imaginar que o primeiro colocado no site de avaliações é uma queijaria do mercado de Ortigia já provoca uma grande curiosidade.

Além de vender queijos (para muitos, os melhores queijos da Sicília), o Caseificio Borderi também comercializa sanduíches feitos na hora. É daí que nasceu todo o sucesso na internet e que também o levou a ser indicado  no Lonely Planet. O dono da queijaria, o Sr. Andrea, transforma a simples produção de um sanduíche em um show.

Mercado de Ortigia: Caseificio Borderi

No horário de pico do almoço, a fila é grande e é formada principalmente por turistas. Para entreter os clientes, o Sr. Andrea vai contando histórias mirabolantes, piadas e um simpaticíssimo rapaz passa oferecendo pedacinhos de queijo. Os “normais” 40 minutos de espera na fila passam que você nem vê!

Mercado de Ortigia: Caseificio Borderi
Besliquetes de muçarela defumada… de babar!

No fim das contas o tamanho da fila tem um motivo: os sanduíches preparados (não há cardápio, o Sr. Andrea vai criando de acordo com a sua imaginação) custam 5 euros e devem pesar quase 1kg! É para ir com muita, muita fome!

O Caseificio Borderi funciona de segunda a sábado, das 7 às 16h. Para saber mais sobre eles, leia o texto especial que sobre eles AQUI!

 

Fratelli Burgio, Il Gusto dei Sapori Smarriti

É assim que se chama aquela que é, na minha opinião, a “atração dentro da atração”, a delicatessen de produtos típicos sicilianos “Il Gusto dei Sapori Smarriti”, literalmente “o gosto dos sabores perdidos”,  dos irmãos Burgio.

Tudo começou em 1978, quando o pai dos atuais proprietários (os dois irmãos) iniciou a produzir conservas, seguindo os sábios conselhos da nonna. O objetivo dele era resgatar os antigos sabores da tradição gastronômica siciliana e não fazer com que eles fossem esquecidos com o passar dos anos.

Mercado de Ortigia: a delicatessem dos Irmãos Burgio

As conservas dos Fratelli Burgio são tão deliciosas que uma delas em especial, a caponata, já ganhou inúmeros prêmios, inclusive uma medalha de ouro como melhor conserva da Itália.

As paredes da delicatessen são repletas, de cima a baixo, de vidrinhos de conserva. A vontade é levar para casa um de cada, porque é mesmo difícil escolher. Certamente a loja é o melhor lugar para quem quer comprar produtos gastronômicos típicos sicilianos para levar para casa. Praticamente você encontra a Sicília em vidrinhos!

Mercado de Ortigia: Fratelli Burgio

Mercado de Ortigia: Fratelli Burgio

Das 11 às 15h, a delicatessen se transforma em uma espécie de bar onde é possível almoçar. Eles colocam algumas mesinhas com cadeiras fora da loja e servem gigantescas tábuas de queijos e frios, acompanhados com pão, azeitonas e vários outros belisquetes.

 

Outras informações

  • O mercado de Ortigia funciona de segunda a sábado, das 7 às 13h (mais ou menos, algumas bancas já começam a ser desmontadas a partir do meio dia. As lojas fixas, no entanto, ficam até mais tarde);
  • O mercado é realizado na Via Emmanuele de Benedictis, a poucos metros do Templo de Apolo;

 

 

ASICILIA5

Veja Também

Foto: Reprodução

Calendário de Representações Clássicas no Teatro Grego de Siracusa

Atualizado em 19/07/2019 Todos os anos, no Teatro Grego de Siracusa, acontece o ciclo de …

11 comentários

  1. Olá Patricia, parabéns pelo site, é riquíssimo em conteúdo.

    Estou indo para Palermo em Outubro e farei a volta na Sicilia. Gostaria de visitar algum produtor de azeite, outro de limão siciliano(extração do óleo) e por fim se houver alguma perfumaria tradicional na Sicilia, assim como a Santa Maria Novella. Desde já agradeço.

    • Patricia Kalil

      Olá Pablo,

      Há uma série de produtores de azeite espalhados pela Sicília. Gosto muito e indico a Tenuta Cavasecca, próximo a Noto.
      Em relação à perfumaria, como aquela de Santa Maria Novella, desconheço que haja algo de similar aqui na Sicilia.

      Um abraço,

      Patricia

      • Pablo Cioccari Lizárraga

        Olá Patrícia,

        Obg pela resposta. Encontrei duas perfumarias sicilianas: Ciatu Profumeria e Ortigia Sicilia.
        Encontrei também um produtor de óleo essencial: Simone Gatto.

        Grazie,

        Pablo

  2. Oi Patrícia ! Seus posts são tudo de bom! Estamos indo para uma viagem de 12 dias a Sicília mas será final de outubro – 21 out a 3 novembro . Você tem uma sugestão de roteiro para esta época mais fria? Nosso maior interesse – somos 2 amigas viajando juntas – ‘é natureza ( eu queria mergulhar mas acho que estará frio…) gastronomia, passeios a pé e de bicicleta, os azeites especiais da Sicília e todos os maravilhosos locais tomados pelo Patrimônio Unesco ! ABS Sheila

  3. Oi Patricia! Estamos aqui na Sicília e seguimos as suas dicas de roteiro. Estamos no final da viagem, em Palermo, e temos amanhã e depois. Gostaríamos de uma dica para esses 2 dias. Já fizemos um tour em Palermo e hoje fomos a Erice. Estamos em dúvida entre Mondello, castellamare, bagheria, monreale… O que você aconselha? Muito obrigada,
    Renata

    • Patricia Kalil

      Oi Renata!

      Espero que tenha aproveitado bastante!

      Desses lugares que você citou, sugiro Monreale (a Catedral é lindíssima!), Mondello (dá para fazer um passeio rápido).
      Você está de carro?
      Ir a Castellammare nesse período não é exatamente o máximo, porque não tem muito movimento, mas você pode ir para passear na vila de pescadores e olhar o mar. A mesma coisa em Cefalù, que seria outra opção.

      Resumindo, se não quiser se distanciar muito de Palermo pode ir a Monreale e Mondello, se tiver a fim de fazer um passeio um lugar mais longe, Cefalù ou Castellammare del Golfo.

      Um abraço,

      Patricia

  4. Oi, Patrícia. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

Comente!