Taormina do alto

Taormina do alto: Santuário Madonna della Rocca

Atualizado em

Cada canto de Taormina revela uma beleza incomparável, desde os panoramas com vista para o mar incrivelmente azul daquela faixa de litoral, até as ruas repletas de varandas floridas, onde o velho se mistura com o novo, o rústico com o luxo.

Será que, quando aqueles refugiados da antiga Naxos decidiram se estabelecer no alto do Monte Tauro 2400 e poucos anos atrás, sabiam que nos estariam presenteando com tanta beleza? Acho que, no fundo no fundo, sabiam.

Justamente por causa do relevo da região, há alguns pontos onde é possível admirar a Pérola do Mar Jônico (como é chamada Taormina) do alto. Um deles é o Santuário Madonna della Rocca, um presente no meio do caminho entre Castelmola e Taormina, que certamente vai deixar você maravilhado.

Igreja Madonna della Rocca Taormina

O santuário, situado a poucos metros do Castelo Saraceno, fica a 398m acima do nível do mar, na área onde se localizava – no período dos domínios Grego e Romano – a Acrópole. As origens do santuário são repletas de lendas e uma delas conta que tudo começou quando um jovem pastor da aldeia de Mola (a Castelmola de hoje) conduzia seu rebanho pelas encostas do monte, quando um violento temporal o pegou de surpresa. Para se proteger da chuva, o jovem se abrigou junto com os animais numa gruta. O temporal só piorava e, em meio ao clarão dos relâmpagos, quando o medo já tomava conta de si, o pastor viu uma mulher vestida de azul com uma criança nos braços. Ela o consolou e assegurou que logo o sol voltaria a brilhar. Assustado, o pastor fugiu correndo para casa e ao chegar lá contou todo o ocorrido aos pais. Ninguém acreditou naquela história, mas o jovem insistiu e voltou à gruta juntamente com outras pessoas para provar o que tinha acontecido. No entanto, no lugar em que o pastor afirmava ter visto a mulher, havia uma pintura que representava a imagem descrita pelo rapaz, porém na figura faltava a cabeça da criança. Concluíram que a visão do pastor se deu por causa dos inúmeros relâmpagos, os quais, refletindo na pintura, davam a impressão que a figura tivesse luz própria. A ausência da cabeça da criança foi explicada por causa da exposição da pintura à chuva e à umidade. Ao saber da história, o Bispo de Taormina foi pessoalmente verificar os fatos e decidiu que ali seria construída uma igreja, atribuindo o ocorrido a um “milagre divino”. Desde então o lugar de tornou uma meta de peregrinação e até hoje muitos fiéis vão lá para festejar a Madonna della Rocca (Nossa Senhora da Rocha, traduzindo literalmente).

IMG_1894

A igreja foi construída e esculpida na rocha, mas aquela que vemos hoje remonta ao século XVII e por trás da sua construção não há lendas, mas só o amor de um padre por sua cidade e que quis aproveitar a antiga gruta para construir uma igrejinha e um mosteiro logo ao lado. Há também um pequeno eremitério (não mais utilizado) onde os sacerdotes se retiravam para fazer orações ou penitências.

Igreja Madonna della Rocca, Taormina
É uma igreja com capacidade para 120 pessoas. As missas são realizadas todo 3º domingo de cada mês e há até quem se case lá.

Lendas e religião à parte, é a igreja com a vista mais bonita do mundo! Lá de cima é possível ver quase toda Taormina, suas praias e o Teatro Grego (veja foto de abertura do post). Sem dúvida alguma é um lugar imperdível não só pela incrível paisagem, mas também pela imensa paz que se tem lá em cima.

Piazza IX Aprile, Taormina
Um close na Piazza IX Aprile.

Minha dica: Vá equipado com uma máquina fotográfica com um zoom bem potente (todas essas minhas fotos estão com zoom) ou um binóculo, que é para não perder nenhum detalhe da paisagem.

Praia de Taormina
Outro close na água azul piscina das praias de Taormina.
Taormina do alto
Uma foto sem zoom para dar uma ideia melhor da altura do lugar. No cantinho direito, está a Piazza IX Aprile, no centro o Teatro Grego. Clique na foto para ampliá-la.

Como chegar ao Santuário

De carro: O modo mais simples é chegar lá de carro, pegando a estrada que leva até Castelmola. A partir do estacionamento Lumbi, ou seja, pouco antes de entrar no centro de Taormina, depois de cerca 3km (quase todos de curvas), à direita você verá uma placa indicando “Madonna della Rocca”. Para ficar mais fácil, coloque no seu navegador o endereço Via Madonna della Rocca, Taormina. Estacione o carro na rua e siga mais um pouco a pé. Você logo vai se deparar com a deslumbrante paisagem.

De ônibus: Há uma linha de ônibus, o Linea Verde, que passa por lá. Você pode pegá-lo no estacionamento Lumbi, na Piazza S. Pancrazio, em Isola Bella, na descida do teleférico. Para ver todas as paradas e os horários, clique AQUI.

A pé: Sim, é um lugar de peregrinação, e claro, tem quem faça o percurso a pé. Se você é uma pessoa cheia de coragem e com um imenso espírito esportivo, para chegar ao Santuário da Madonna della Rocca a pé é só subir as escadas que iniciam atrás da igreja de San Giuseppe (aquela rosada, localizada na praça principal de Taormina). Dizem que leva uma hora para chegar lá. Quem for a pé, depois me conta? 🙂

Taormina
Nesta foto dá para ver parte das escadas que vão do centro de Taormina ao Santuário Madonna della Rocca. E aí, vai encarar?

 

ASICILIA5

Veja Também

hospedagem em TAORMINA

Dicas de hospedagem em Taormina: os 10 hotéis mais reservados pelos leitores

Atualizado em 02/09/2018 Uma das coisas que os leitores mais me pedem são dicas de …

5 comentários

  1. Oi Patrícia,
    Obrigada pela dica! Farei o passeio e vou tentar convencer minha amiga a irmos a pé hehehe, aí te conto 🙂
    Grande abraço,
    Aline

  2. Oi, Patrícia. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  3. Walther Nogueira Santos Filho

    Patrícia, muito interessante esse post e com excelentes fotos. Quando voltarmos à Sicília, eu e a Cláudia vamos encarar, sim, essa escadaria. A vista vai valer a pena.

    • Patricia Kalil

      Isso sim que é disposição, Walther! Imagina que inventei de subir, acho que só 1/5 dos degraus, e já foi o suficiente para me fazer acordar com a batata da perna dolorida no dia seguinte 🙂

Comente!