Bronte e Randazzo: um passeio nas encostas do vulcão Etna

Um interessante itinerário pelas encostas do vulcão Etna é visitar duas das cidades mais próximas às crateras — Bronte e Randazzo. Um percurso muito sugestivo, entre montes de lava solidificada e vistas incríveis para o vulcão ativo mais alto da Europa.

O bate e volta parte de Catânia e prossegue pelas encostas do Etna até a cidade de Bronte. Praticamente é o mesmo itinerário feito pelo trem da Circumetnea, porém a viagem de carro dura 1/3 do tempo daquela efetuada pelo trem antigo. Bronte e Randazzo ficam no lado norte do Etna, portanto na parte oposta ao Rifugio Sapienza e à funicular que leva às crateras mais altas.

 

Bronte

Bronte é conhecida no mundo inteiro por seu pistache, tão apreciado e de valor, motivos pelos quais é chamado “ouro verde”.  Aos gulosos de plantão: as confeitarias da cidade são especializadas em doces de pistache. Ir a Bronte e não comer um pedaço de torta ou tomar um sorvete de pistache é uma blasfêmia, e isso faz dela um destino quase exclusivamente gastronômico.

 

Bronte movimentada durante os dias do Festival do Pistache, que acontece geralmente no início do mês de outubro.
Bronte movimentada durante os dias do Festival do Pistache, que acontece geralmente no início do mês de outubro.

 

A cidade é repleta de lojinhas que vendem de tudo à base de pistache: massas, molhos, licores e até café sabor pistache! É a base da economia do lugar, que depende desse fruto.

 

Torrone feito na hora durante o Festival do Pistache
Torrone feito na hora durante o Festival do Pistache

 

Bronte não teve uma vida fácil. Foi destruída inúmeras vezes pela lava, a qual acabou criando um deserto rochoso ao redor da cidade. Dá para notar isso ainda na estrada, principalmente para quem vem de Catânia, da qual dista 50km.

 

lava solidificada
Lava solidificada nas margens da estrada antes de chegar a Bronte. Já falei desse cenário, visto da janela do trem que dá a volta no Etna, aqui neste post.

 

Mas além de comer bastante, o que mais tem para fazer em Bronte? Não muito. A pequena cidade, com suas igrejas e palácios, é um daqueles destinos para um passeio rápido, onde se conhece a vida de quem mora nas encostas de um vulcão. A segunda atração principal da cidade, depois do pistache, é a chamada Ducea di Nelson. Nelson era aquele almirante inglês, herói da batalha de Trafalgar. O Ducato de Bronte foi cedido a Nelson pelo rei Fernando IV de Bourbon, como sinal de reconhecimento por ter salvado sua vida. Hoje em dia, do Ducato resta apenas a Ducea, que é um grande palácio localizado a 13km a norte de Bronte.

Veja como é a Ducea de Nelson!

 

Somente o andar térreo, os jardins e a igreja do Palácio podem ser visitados. A Ducea de Nelson fica aberta todos os dias, das 9 às 13h e das 14 às 17h30. O bilhete inteiro com visita guiada custa 3 euros. Mais informações (em italiano) aqui.

Saindo do centro de Bronte, seguimos as indicações para Randazzo, que dista apenas 10 km. A estrada possui uma vista panorâmica incrível, que é de deixar qualquer um babando, desde que o dia não esteja nublado, porque aí o Etna ficaria totalmente escondido pelas nuvens.

 

Etna visto da estrada que liga Bronte a Randazzo.
Etna visto da estrada que liga Bronte a Randazzo. Nessas horas é muito bom ser o passageiro!

 

Randazzo

Randazzo fica a 754 metros de altitude e é a cidade mais próxima à cratera central do Etna, do qual dista cerca de 15km. Apesar disso, por incrível que pareça nunca foi destruída pelas erupções do vulcão, ao contrário da vizinha Bronte. Por isso, a cidade ainda mantém um pouco da arquitetura de época medieval, caracterizada pela peculiar cor escura dos edifícios construído com blocos de pedra lávica.

IMG_0461Seja pelo ar puro e fresco que se respira na cidade, seja pela limpeza das ruas e os bonitos edifícios, passear em Randazzo é muito prazeroso. A cidade é circundada por vales verdíssimos, cobertos por plantações de uva e azeitonas. Randazzo entra na área de produção do vinho Nerello Mascalese, e por isso uma ótima opção é parar em uma das enotecas com mesinhas na calçada e pedir uma taça de vinho acompanhada por queijos e salames locais. Só isso já vale o inteiro passeio.

 

Paisagem típida dos arredores de Randazzo
Paisagem típida dos arredores de Randazzo

 

O que ver em Randazzo

  – O Castelo

O castelo de Randazzo é, na verdade, a última das torres medievais da cidade. Hoje em dia ele hospeda um pequeno museu arqueológico e uma coleção de pupi siciliani (marionetes típicas da Sicília).

castelo de randazzo

– A Basílica de Santa Maria

Em estilo normando, a basílica foi inteiramente construída com material derivado da lava do Etna. É um edifício realmente muito elegante, pois a cor escura dos blocos de pedra lávica constrasta em modo muito harmônico com os detalhes brancos dos portais e arcos em estilo gótico. No interior da igreja há interessantes obras de época renascentista.

IMG_0463

basilica randazzo

Bronte e Randazzo certamente não fazem parte do itinerário clássico de um turista que visita a Sicília, mas é um percurso a ser levado em consideração se você fica uns dias a mais em Catânia. Restos de antigas erupções, plantações de pistache, boa comida e excelente vinho, preciso citar mais motivos para visitar as cidadezinhas das encostas do Etna?

 

Como chegar a Bronte e a Randazzo

De trem: Como falei no início do texto, as duas cidades são servidas pela ferrovia Circumetnea. Veja os horários AQUI.

Com uma excursão: Veja esta opção de tour saindo de Taormina. Clique AQUI.

 

Reserve já seu hotel na Sicília!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

 

Curta o blog no Facebook!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

Veja Também

Castiglione di Sicilia

Castiglione di Sicilia, um vilarejo com vista para o Etna

Castiglione di Sicilia é uma das cidadezinhas das encostas do Etna mais interessantes, daquelas com …

5 comentários

  1. oi Patricia, fiquei um tempo sem ver das coisas da viagem. Agora está se aproximando e estou retomando! Muito obrigada pela informação!
    Cristiane

  2. Cristiane Arruda

    oi Patricia, tudo bem! Adorei essa dica. Você sabe se é possível ir à Bronte e Randazzo de ônibus? A partir de Taormina ou Catania?
    Obrigada,
    Cris

  3. mauro nogueira

    Patricia
    É possível num mesmo dia fazer a visita ao Etna e conhecer essas duas cidades, saindo cedinho de Catânia?

    • Patricia Kalil

      Oi Mauro!

      Possível é, porém considere que Randazzo e Bronte ficam no lado oposto ao Rifugio Sapienza, lugar de onde normalmente se parte para visitar as crateras do Etna. Você literalmente daria a volta no Etna para ir de um lugar para o outro!
      Randazzo fica no lado norte, o Rifugio Sapienza (onde tem a funivia para subir para as crateras mais altas) no lado sul.
      Um abraço,
      Patricia

Comente!