Dica de praia em Siracusa: Fontane Bianche

Atualizado em

Uma boa praia em Siracusa, ou melhor, nos arredores, é Fontane Bianche. Ela está situada a cerca de 17km da cidade e é a mais procurada pelos siracusanos e habitantes das cidades vizinhas. É uma praia de águas cristalinas, calmas, ideal para famílias com crianças. Além disso é uma praia de areia, do jeito que nós brasileiros gostamos.

Fontane Bianche (em português, ‘fontes brancas’) possui este nome por causa das inúmeras fontes de água doce que fluem das falésias adjacentes à praia. A localidade perdeu grande parte do seu fascínio por causa da enorme quantidade de casas e condomínios que chegam a ocupar literalmente a beira da praia. A faixa de areia também não é muito larga e, por isso, nos domingos, é complicado achar um lugar livre para estender a toalha.

praia em siracusa
Falésias da praia de Fontane Bianche – Foto de Luca Tringali

Uma parte da praia é ocupada pelos “lidos”, aqueles estabelecimentos que cobram pelo uso das cadeiras e guarda-sóis, mas que oferecem serviços de bar, banheiros, etc. Há lanchonetes, sorveterias e restaurantes próximos à praia, a maioria dos quais abre somente no verão.

Fontane Bianche
Fontane Bianche e suas águas rasas que parecem uma piscina. Nesta foto dá para ver bem as casas que praticamente invadiram a praia.

Há dois estacionamentos na praia, o primeiro e mais amplo dá acesso a uma pequena parte de praia livre e a um lido. O outro fica mais próximo à parte onde há mais espaço na areia, mas por ser menor, é o mais concorrido e para achar lugar lá é preciso chegar bem cedo.

Também é possível chegar a Fontane Bianche, vindo de Siracusa, de ônibus ou de trem. Os ônibus partem da estação de Siracusa a cada 90 minutos e as linhas são a nº 22 e a 23. Os trens só passarão por Fontane Bianche nos meses do verão.

 

Leia também: Pegando uma praia na Sicília: dicas nas redondezas de Taormina 

 

Reserve já seu hotel na Sicília!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

 

Curta o blog no Facebook!

ASICILIA5

Veja Também

kitesurf na sicilia

Onde praticar kitesurf na Sicília

Você é um daqueles que não larga mão do kite nem durante as viagens? Que …

17 comentários

  1. Denise damiao

    Adoro todas as dicas.vou para secilia em setembro ficar 15 dias estou na dúvida como distribuir os dias pelas cidades principais e ir fazendo bate e volta.pode me ajudar?

    • Patricia Kalil

      Olá Denise,

      Eu até respondi o seu email, deve ter ido parar na caixa de spam.

      Em 13 dias você vai conseguir ver bastante coisa aqui na Sicília.

      Dá uma olhada nas dicas de roteiros: https://descobrindoasicilia.com/tag/roteiros-pela-sicilia/. Quem sabe um deles não se encaixa no seu perfil!

      Veja também os posts com dicas de bate e volta. Quando você tiver montado seu roteiro, escreve ele aqui de novo que eu digo se o número de dias em cada lugar está bom.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Andre Petroni Vauclin

    Primeiramente parabens pelo site

    Quanto tempo de viagem em média de Siracusa ate Fontane Bianche, pelos ônibus que você citou? acho que no meu roteiro vai sobrar 1/2 dia, e to pensando em dar um pulo lá

    • Patricia Kalil

      Oi André, obrigada!

      O ônibus demora cerca de 40 minutos para ir da estação de Siracusa até Fontane Bianche. A distância é pequena, mas esse é aquele tipo de ônibus que roda bastante.

      Um abraço,

      Patricia

  3. marcelo kalichsztein

    oi patricia, estamos programando viagem para sicilia na segunda metade de setembro. vamos antes a roma e capri. devemos chegar dia 19 de setembro e ficar 4 noites. gostaríamos de ver os locais mais bonitos e charmosos. prentedemos ficar 5 noites e depois ir a malta.voce sugere o que, para queremos voltar depois? Gostamos de cidades pequenas, sofisticadas, como capri, por exemplo. grato

    • Olá Marcelo,
      Uma cidade que possui o mesmo jeitinho de Capri é Taormina. Em termos de sofisticação não há igual na Sicília. Além disso, é um bom lugar para usar como base para conhecer o Etna, fazer um mini-cruzeiro nas ilhas Eólias e, se der tempo, dar um pulinho em Siracusa para conhecer a belíssima Ortigia, como é chamado o centro histórico da cidade.
      Já que depois você vai para Malta (se for para lá via mar), pode passar o último dia/noite em Ragusa ou Modica, duas das cidades do Val di Noto, Patrimônio da Humanidade Unesco pela arquitetura barroca. As duas cidades ficam a poucos quilômetros de Pozzallo, lugar de onde partem as embarcações para Malta.
      Espero ter sido útil!
      Patricia

  4. Andrea Gass Coelho

    Patricia, tu já conheceu Cavagrande Canion? Nem estava nos nossos planos, mas o dono do hotel em Avola (fica uns 20km de Avola) nos indicou e ficamos maravilhados com o lugar.
    O acesso é meio difícil mas vale muito a pena, leva meia hora de descida e 1hra de subida depois.
    As quedas d’água são muito lindas, se gasta um dia inteiro lá,se levar alimentos e água.
    Estou aqui lendo e relendo novamente teus posts maravilhosos *-*

    • Oi Andrea,
      Voce acredita que nos meus 7 anos de Sicilia nunca fui em Cavagrande? Meu marido fica colocando dificuldade porque o acesso è muito ingreme e, como tenho medo de descidas, ele diz que vou entrar em panico! E o pior è que fica relativamente perto da cidade onde moro. Mas por causa do blog eu jà disse que preciso ir là, independente do nivel de dificuldade!
      E’ justamente por causa do acesso dificil que o lugar de mantem bem preservado.
      Um abraço,
      Patricia

  5. Luciana Araújo Gomes

    Boa noite Patrícia,

    Estou planejando visitar a Sicília entre 25/09 e 01/10. Irei com meu marido, minha mãe e meus filhos, de 1 ano e 8 meses e 4 anos.
    Estou muito em dúvida se divido entre duas cidades para não ficar com problemas de fazer check in e check out constantemente.
    Gostaria muito de conhecer as cidades principais e as praias.
    Sou arquiteta e vou querer conhecer os sitios arqueológicos que forem próximos e nos quais for possível levar os meninos.
    Não tenho intenção de conhecer tudo pois com as crianças temos que ir mais devagar.
    O que você sugere?
    Acredito que chegaremos por Palermo e estou tentando conseguir a volta por Catânia.
    Também pensei na opção de um agriturismo.
    O que você acha?

    Muito obrigada!
    Luciana Araújo

    • Oi Luciana,

      Acho pouco tempo para você conhecer sítios arqueológicos e praias. O que você pode fazer é conhecer as praias que ficam nas cidades principais, como a praia de Isola Bella, em Taormina e Mondello em Palermo, por exemplo. Já que você é arquiteta, aconselho focar sua viagem no sudeste da Sicília e ao invés de Catânia, usar Siracusa (60km de Catania) como base. Assim, de lá você pode fazer um passeio bate e volta para Noto, cidade Patrimônio da Unesco pela arquitetura em estilo barroco. Além disso, Siracusa possui um sítio arqueológico dentro da cidade, o Parque Arqueológico Neapolis, sobre o qual já escrevi aqui no blog.
      Em relação a um agriturismo, eu não sei se optaria por me hospedar em um na minha primeira viagem à Sicília, simplesmente porque eu iria querer conhecer ao máximo as cidades e acabaria não desfrutando dos serviços que o agriturismo oferece. Mas é a minha opinião e, como não tenho filhos, não sei como é o ritmo de uma viagem com crianças.
      Se você deseja mesmo ficar em um agriturismo, reduza o número de lugares que quer conhecer. Por exemplo, se você chegar por Palermo fique duas noites lá e as quatro restantes no agriturismo, explorando somente a área nos arredores do lugar escolhido. Se o agriturismo escolhido ficar em uma cidade nas encostas do Etna, por exemplo, é possível conhecer Taormina em um dia, Catânia no outro, Siracusa em outro.

      Espero ter ajudado!

      Um abraço,

      Patricia

  6. Oi, Patrícia. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  7. Olá, Patrícia. Adorei seu Instagram e sua página. Vou a Malta em dezembro fazer um curso e estenderei a Sicília que é a minha maior vontade… Malta é só uma desculpa rsrs rsrs… Mas vou sozinha e estou um pouco preocupada quanto a locomoção , vou fazer tudo de trem, mas será q é viável? As cidades q vou fazer são : Siracusa, Catânia, taormina, Messina, Palermo. Vou pernoitar em cada cidade, mas quero conhecer outras… É tranquilo de ônibus? Obrigada e um abraço!

    • Oi Nathasha! Que bom que você gostou do blog! De Catânia para Palermo e Siracusa eu aconselho ir de ônibus porque os horários são mais frequentes. Para Taormina e Messina dá pra ir tanto de trem quanto de ônibus.

      Na minha opinião os ônibus são melhores que os trens na Sicília, pois por aqui as coisas são um pouco diferentes do norte da Itália.

      Você pode verificar se as cidades que quer conhecer são conectadas entre si por linhas de ônibus nos sites das empresas: http://www.interbus.it/ e http://www.aziendasicilianatrasporti.it/ (clicando na aba ‘linee e orari’).

      Qualquer dúvida é só perguntar!

      Um abraço,

      Patricia

      • Nossa!! Super me ajudou 🙂 e qto a língua, não falo nada de italiano, mas Inglês me viro bem rs … Brigada mesmo! Abraço

  8. Solange Delgado Passos

    Patrícia,
    Estamos viajando pela Sicília e adorando!
    Seguimos suas sugestões e são ótimas !
    Em Ortiga, vc experimentou um docinho que chama ” olhos de Santa Lucia”, numa Patisserie q chama Caffe Marcianto ?É divino !
    Obrigada pelas dicas

Comente!