Um pedaço de Roma Antiga na Sicília: Villa Romana del Casale

Atualizado em

Declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, a Villa Romana del Casale é um dos monumentos mais interessantes da Sicília e consiste em ruínas de um suntuoso palácio do tardo Império Romano, formado por 48 dependências, todas decoradas com mosaicos que retratavam cenas do dia-a-dia.

Tour na Villa del Casale em português!

Tour na Villa del Casale em português!

Faça um tour particular em português na Villa del Casale com uma guia oficial da Sicília. Saiba mais.

Localizada próximo à cidade de Piazza Armerina, no centro da Sicília, a Villa del Casale foi construída por volta do século IV d.C., em uma área que já era ocupada desde o século II, no centro de um vilarejo rural. Provavelmente pertencia a uma figura muito importante da aristocracia romana por causa do luxo com o qual o palácio foi construído.

Entrada da Villa Romana del Casale: um pátio em forma de ferradura e circundado por colunas de mármore. - Foto: Acervo Pessoal
Entrada da Villa Romana del Casale: um pátio em forma de ferradura e circundado por colunas de mármore. – Foto: Acervo Pessoal

Na parte externa da Villa del Casale encontram-se as termas, compostas pela palestra (o lugar onde se faziam exercícios físicos), pela grande latrina e pelas salas de banho, com o frigiário, o tepidário e o caldário. Ainda são bem visíveis os fornos que serviam para esquentar a água das piscinas e gerar o vapor da sauna.

O inteiro percurso da parte interna do palácio é composto por passarelas, assim não há o risco das pessoas pisarem nos mosaicos. Para proteger os mesmos da ação das chuvas, foi também construída uma cobertura de acrílico em todo o edifício.

IMG124
Peristilo, um corredor coberto que circundava a inteira vila e aberto lateralmente por meio de uma série de colunas – Foto: Acervo Pessoal

Percorrendo as passarelas é possível visitar todos os ambientes da casa romana, dos aposentos particulares aos públicos, onde o dono da casa recebia seus visitantes. Um dos apartamentos privados, destinado às criadas da dona da casa, é decorado com um mosaico (que eu achei uma gracinha) que retrata garotas de biquíni fazendo exercícios físicos.

Alguém poderia imaginar que na Antiga Roma já se usava biquine?
Alguém poderia imaginar que na Antiga Roma já se usava biquíni? Foto: Acervo Pessoal
piazzaarmerina1
Parte do mosaico chamado “Pequena Caça”, que ilustra as várias etapas de um dia de caça – Foto: Acervo Pessoal

A Villa del Casale ainda continua em restauração, provavelmente é um trabalho sem fim. Eu considero uma atração a mais ver o trabalho minucioso dos restauradores, que com seus pincéis vão limpando cada minúscula peça dos mosaicos.

Info úteis

– Reserve pelo menos umas 3h para visitar a Villa com calma;

– A Villa Romana del Casale permanece aberta todos os dias, inclusive nos feriados, das 9 às 16h (até as 18h no horário de verão);

– Nos meses de julho e agosto, às sextas, sábados e domingos a Villa del Casale pode ser visitada também pode ser visitada à noite (última entrada às 23h);

– O ingresso custa 10 euros.

– Informações sobre como chegar em Piazza Armerina e na Villa del Casale podem ser encontradas <aqui>;

 

ASICILIA5

Veja Também

Selinunte

Selinunte: a beleza do maior parque arqueológico da Europa

Atualizado em 03/11/2019Selinunte é uma área arqueológica localizada na costa sudoeste da Sicília, naquele cantinho …

21 comentários

  1. Flavio Leonardo

    Oi Patricia,
    Estou programando uma viagem para Sicilia para fim de maio de 2018, uns 16 dias.
    Tenho algumas duvidas, mas essa faz sentido com o post.
    Estou programando 2 dias em Agrigento (villa athena) e após 3 em Siracusa (sem ideia de hotel). Pelo mapa poderia passar por Villa del Casale e seguir para Siracusa. Sucede que tem o lance das bagagens no carro.
    Dessa forma, voce sabe ou sugere alguma masseria ou agriturismo na região que fosse bem interessante para o pernoite.
    Grato,
    Flavio

  2. Oi, Patricia, tudo bem?
    Havia colocado um dia pra Piazza Armerina apenas saindo de Taormina, será que encaixo mais alguma coisa? VI aí em cima combinação Villa Romana+Caltagirone( Caltagirone é uma cidade menor, mas também porque é a mais próxima à estrada) ou uma chegada no outlet? Sei que uma coisa não tem nada a ver com outra….

    • Patricia Kalil

      Oi Vania!
      Como você mesma disse, são duas coisas diferentes! Se você gostar de cerâmica, vale a pena ir a Caltagirone. Se preferir fazer umas comprinhas em lojas de grife, então o outlet!

  3. Monica Gimenez

    Oi, Patricia.
    Obrigada pela resposta.
    Vou visitar Monreale, entâo.
    Seu blog me ajudou muito a organizar minha viagem pela Sicília.
    Parabéns !
    Muito obrigada mais uma vez pela ajuda.
    Um abraço

  4. Monica Gimenez

    Olá, Patricia.

    Adorei seu blog!
    Estou indo pra Sicilia em julho e gostaria de uma opinião sua.
    O que vale mais a pena visitar :Villa del Casale, em Piazza Armerina ou Monreale?
    Acontece que nâo tenho tempo para visitar as 2.
    O que vc me recomendaria?
    Obrigada e um abraço

    • Patricia Kalil

      Olá Monica,

      A Villa del Casale e Monreale são duas coisas completamente diferentes e as duas valem muito a pena. Porém, se você tem um problema de tempo, é melhor apostar em Monreale, porque Piazza Armerina fica meio fora de mão. Entre deslocamentos e visita do lugar, você gastaria umas 6h. Já Monreale fica bem pertinho de Palermo e é muito mais simples e rápido chegar lá.

      Um abraço,

      Patricia

  5. Ó Patricia!
    Encantador seu blog e com v. orientando a Sicília mostra-se mais ainda.
    Vou estar na Itália em agosto, em Roma 5 dias, em Catania 5 dias, em Florença 2 dias e volto Roma – RJ. Por favor – sei do calor nesses dias, mas minha grande dúvida – estarei num evento na Villa Pastorelli, em Enna, num evento durante toda uma noite. Estarei com um vestido de seda, com manga até o meio do braço. Ouço dizer que depois das 7 hs a temperatura cai um pouco. Sou bem friorenta.
    É difícil me orientar alguma coisa a esse respeito?
    Desculpe o trabalho.
    Abraço grande.

    • Patricia Kalil

      Olá Carmen!

      Fico contente que tenha gostado do blog! 🙂
      Enna é uma das localidades mais frias da Sicília por se encontrar distante do litoral e no alto de uma colina. Dei uma olhada na temperatura mínima média do mês de agosto e vi que chegam aos 18ºC, mas obviamente essa é uma temperatura da madrugada.
      A minha sugestão que você associe ao seu vestido uma echarpe. É assim que as mulheres italianas se vestem nas ocasiões de festa, elas morrem de frio e sempre usam algo para aquecer os ombros e as costas.
      Ajudei? Se tiver mais dúvidas, pode perguntar!
      Um abraço,
      Patricia

  6. Maria Teresa Ciavaglia Junqueira

    Olá Patrícia
    Me desculpe,pois só vi hoje.
    Muito obrigada por responder.
    Na verdade estaremos em Agrigento e iremos de lá para Siracusa e ficaremos 2 noites em Siracusa.
    No caminho seria Villa Romana+ Catagirone ou Ragusa???Daria certo??
    E no outro dia seria explorar Siracusa/Ortigia e mais Noto.
    Por isso estou na dúvida???Deveremos fazer opções,correto???
    Se puder me ajudar!!!Agradeço

    • Patricia Kalil

      Oi Maria Teresa!

      Isso mesmo: ou Caltagirone ou Ragusa. Na minha opinião, a combinação Villa Romana+Caltagirone é mais viável do que Ragusa, não só porque Caltagirone é uma cidade menor, mas também porque é a mais próxima à estrada aconselhável para fazer o percurso até Siracusa.
      Um abraço,
      Patricia

  7. Maria Teresa Ciavaglia Junqueira

    Bom dia,Patrícia
    Adoro o seu blog sobre a Sicilia,é o mais completo e gostoso de ler.
    Estou organizando uma viagem para a Sicilia(somos 3 casais) em junho.Um dos dias é saindo de manhã de Agrigento,visitar Villa Romana del Casale,passar em Caltagirone (sou louca por cerâmicas) e depois visitar Ragusa e chegarmos no fim da tarde para dormir em Ortigia.Será muito para um dia só????
    Obrigada
    Abraço

    MTeresa

    • Patricia Kalil

      Oi Maria Teresa, tudo bem? Eu já tinha respondido ao seu comentário anterior, quando me perguntava sobre ver A Villa del Casale, Caltagirone e Ragusa. Vou colar aqui a resposta:

      “Sim, é muita coisa incluir em um dia só Villa del Casale, Ragusa e Caltagirone! Só Ragusa exigiria um dia inteiro! Além disso, pense no tempo perdido nos deslocamentos e no fato de Ragusa e Caltagirone não estarem “no caminho” entre Piazza Armerina e Siracusa. A estrada mais indicada para este percurso é a rodovia (autostrada) Palermo-Catania, uma vez que as estradas secundárias são praticamente rurais.
      Já no caso do Parque Arqueológico e Noto, dá para fazer sim. Visite o Parque de manhã e deixe Noto para o final de tarde, horário em que a cidade fica ainda mais bonita.
      Olha, não dá para escolher entre Ragusa e Noto. Ragusa é bem maior, tem mais coisa para ver. No entanto, Noto é mais perto de Siracusa, mais prática de visitar. Você teria que dedicar um dia inteiro a Ragusa, podendo até aproveitar para dar um pulinho em Modica. Se tiver um dia sobrando, faça isso!
      Sei que aqui na Sicília tem muita coisa para ver e sei também o quanto é difícil escolher entre uma cidade e outra!”

      Um abraço,
      Patricia

  8. Cristiano Machado

    Ei Patricia, tudo bem? Vc acha que Fiumefreddo di Sicilia seria um bom ponto para deslocamento entre Taormina, Catania, Siracusa e Piazza Armerina? Teria alguma dica de locadoras de veiculos para alugar um carro? Valeu mais uma vez. Parabens pelo seu conhecimento e vontade de compartilhar. Abraço.

    • Patricia Kalil

      Oi Cristiano!
      O ponto de deslocamento ideal para visitar as cidades que você citou seria Catânia. Além de ficar numa posição central, também tem as autoestradas. Se você não se importa em dirigir por alguns quilômetros a mais, Fiumefreddo di Sicilia ou outra cidade da região não faz muita diferença. Aliás, só faria se você fosse depender de transporte público, aí sim, seria praticamente inviável.
      Em relação às locadoras de veículos, eu só utilizei os serviços da Avis do aeroporto de Catania. Minha dica seria a de reservar pela Internet para ter preços melhores. Lá no aeroporto tem também a Hertz, Europcar, enfim, aquelas conhecidas no mundo todo.
      Um abraço,
      Patricia

  9. Ótima dica, eu também tive o prazer de conhecê-lo e adorei.
    Sabe que os mosaicos das mulheres com biquini e pesos de musculação foram os que mais chamaram a minha atenção? É interessante descobrir que esses são hábitos tão antigos da humanidade, agora quando uma revista escrever que “fulano de tal” é o inventor do biquini, da-lhe foto do mosaico de Piazza Armerina para provar que está falando bobagem… rs!
    Até mais,
    Barbara

    • Pois é Bárbara, como diria o “poeta”, nada se cria, tudo se copia! ahahahaha
      Também achei incrível os alteres e as mulheres malhando os braços. Para você ver como este é um problema antigo rsrs.
      Bjos,
      Pati

  10. Nossa, que maravilha!

    Sou louca para conhecer a Sicília, essa maravilha do Mediterrâneo!

    Parabéns pelo post.

    Abraços,

    Maria

    • Oi Maria, obrigada!

      Quando voce vier aqui na Sicília, tenho certeza que vai adorar e escreverá posts maravilhosos. É quase outro mundo se comparado ao resto da Itália, tanto que vivo brincando com meu marido: digo sempre que as coisas “lá na Itália” são diferentes. hehehehe

      Um abraço,

      Patricia

Comente!