Dicas de Catania

Dicas de Catânia: Piazza Duomo & Via Etnea

Atualizado em

Se eu pudesse definir o que significa a Piazza Duomo e a Via Etnea  para a cidade de Catânia, diria que são, respectivamente, o coração e a aorta da cidade.

A Piazza Duomo é o núcleo do centro histórico de Catânia. É rodeada por edifícios históricos em estilo barroco siciliano: é nela que se localiza a Catedral de Santa Ágata (ou Duomo de Catânia, daí o nome da praça) e também a Estátua do Elefante, o símbolo da cidade desde 1239.

dicas de Catania

A Catedral, dedicada à padroeira da cidade, é a principal igreja de Catânia e foi, ao longo dos seus mais de 900 anos de vida, várias vezes destruída por terremotos e incêndios, e então novamente construída. A igreja que vemos hoje é obra do arquiteto e monge Girolamo Palazzotto, que a reconstruiu após o catastrófico terremoto de 1693. Já a fachada foi projetada em estilo barroco siciliano por Gian Battista Vaccarini e é dividida em três níveis, e em todos há estátuas de Santa Ágata.

City tour em Catânia

City tour em Catânia

Faça um passeio privativo em Catania com uma guia que fala português! SAIBA MAIS.
Duomo de Catânia, ou Catedral de Santa Ágata
Duomo de Catânia, ou Catedral de Santa Ágata – Foto: Acervo Pessoal

O monumento que se encontra no centro da Piazza Duomo é a união de três elementos bem distintos e de épocas completamente diferentes: a Fonte, que é de autoria de Gian Battista Vaccarini e é datada de 1737; o elefantinho de pedra vulcânica, que remontaria ao período da dominação cartaginesa ou bizantina na Sicília; e o obelisco, que provavelmente foi trazido à Catânia durante as cruzadas, sendo proveniente de Assuã, no Egito. Existem muitas lendas sobre a história da estátua do elefante, e uma das interpretações mais bem aceitas é a do cartógrafo árabe Edrisi, que durante sua viagem à Catânia no século XII, teria escrito que os habitantes da cidade consideravam o elefante uma estátua mágica, capaz de protegê-los das erupções do Etna.

Hoje os degraus ao redor da fonte são ponto de encontro dos jovens da cidade, dos estudantes após a saída da escola, de turistas que param para comer um lanchinho e descansar.

A estátua do elefante. Para os cataneses, "u liotru" - Foto: Acervo Pessoal
A estátua do elefante. Para os cataneses, “u liotru” – Foto: Acervo Pessoal
Outro monumento da Piazza Duomo é a Fontana dell'Amenano, uma espécie de prima pobre da Fontana di Trevi de Roma. Vale jogar uma moedinha lá também! Foto - Acervo Pessoal
Outro monumento da Piazza Duomo é a Fontana dell’Amenano, uma espécie de prima pobre da Fontana di Trevi de Roma. Vale jogar uma moedinha lá também! Foto – Acervo Pessoal

A Via Etnea é a rua principal do centro da cidade e possui este nome porque prossegue no sentido do Etna. Como é fechada para o trânsito de veículos particulares, é possível passear tranquilamente, mesmo no meio da rua. Eu adoro passear na Via Etnea em um fim de tarde de sábado ou de domingo, e parar para tomar um prosecco e beliscar alguma coisa em um dos tantos bares localizados na área (mas confesso que o  meu preferido é o da Piazza Università).  É também na Via Etnea, na altura da Piazza Stesicoro, que se encontram as ruínas do Anfiteatro Romano. Infelizmente resta bem pouco daquilo que era o segundo maior anfiteatro romano da Itália, perdendo somente para o Coliseu, mas é possível visitar algumas partes ruínas e a entrada é gratuita.

dicas de catania
Entrada do Anfiteatro Romano – Foto: Acervo Pessoal

Depois de tanto caminhar, nada como um merecido descanso em meio ao verde. Uns 400m depois das ruínas do anfiteatro, continuando no sentido Etna, se encontra a  Villa Bellini, um jardim bem cuidado e muito querido pelos cataneses.

Villa Bellini vista a partir da sua parte alta – Foto: Acervo Pessoal

 

Outras dicas de Catania

– Absolutamente não perca a oportunidade de comer um arancino” no Bar Savia, que fica bem em frente à Villa Bellini. É, na minha humilde opinião, o melhor do mundo :);

– Não tenha medo de ser feliz e vá tomar um sorvetinho na Gelateria Saint Moritz. Outro dia escolhi o sabor “cioccolato fondente“, que era de comer rezando!

– A Piazza Duomo e a Via Etnea foram imortalizadas no filme O Belo Antonio (Il Bell’Antonio), com Marcello Mastroianni e Claudia Cardinale. O charme de Marcello é inigualável, não? (a partir do minuto 0:50)

 

ASICILIA5

Veja Também

Teatro da ópera em Catania

Onde assistir a uma ópera em Catania: Teatro Massimo Bellini

Atualizado em 29/04/2019 Ter a oportunidade de assistir a uma ópera em Catania pode coroar …

4 comentários

  1. Olá, Patricia! Acabei de descobrir seu blog!! pena este seu relato não estar no ar quando fui a Catânia, em set/2013. Super detalhado e informativo. Relatei meu fim de semana na Catania em meu blog. O link é este, caso queira acessar: http://www.profissaoturistaoficial.blogspot.com.br/2015/01/na-rota-do-vulcao-um-final-de-semana-na.html
    Parabéns pelo blog!! Quero muito voltar a Sicilia para um tour mais completo nos proximos anos.
    Abraços,
    Natália

    • Patricia Kalil

      Oi Natalia,
      Pois é, meu blog só foi criado em 2014. Vou ler seu post e espero que tenha gostado de Catânia.
      Um abraço,
      Patricia

  2. Andrea Coelho

    Oi Patricia, hoje foi nosso segundo dia na Catania e fomos de novo no Bar Savia (tudo delicioso). A cidade eh meio caotica, mas tem muitas coisas boas.
    Fizemos um passeio ate o Aci Castello, a costa eh mesmo linda. Amanha seguimos viagem, proxima parada Agrigento, obrigada por compartilhar tuas dicas conosco.
    Andrea

    • Oi Andrea, o Bar Savia é uma garantia de coisas gostosas. Catânia não é “meio” caótica, é totalmente caótica! rsrs. Infelizmente a cidade é muito mal cuidada e com isso acaba perdendo muito. Quando for a Agrigento, além do Vale dos Templos, visite Scala dei Turchi, uma praia lindissima.
      Um abraço,
      Patricia

Comente!