castelmola

Castelmola, o vilarejo “terraço” de Taormina

Atualizado em

Bem pertinho de Taormina, no alto de um penhasco, surge uma cidadezinha de pouco mais de 1000 habitantes que é considerada um dos burgos mais bonitos da Itália. Castelmola é uma etapa imperdível durante a sua estadia em Taormina já que dista somente 5km. A beleza da vista que se tem lá do alto da cidade, fez de Castelmola uma parada praticamente obrigatória para quem está nas redondezas.

Depois de encarar a estrada que liga Taormina a Castelmola – só curvas fechadas – tudo o que a gente precisa é de ar puro (principalmente eu que sofro bastante em estradas com muitas curvas). Ao chegar em Castelmola, deixamos o carro no pequeno estacionamento na entrada da cidade e continuamos a pé. Logo de cara a vista já é deslumbrante.

00069
Ao chegar em Castelmola, a vista é essa… não é por acaso que a cidadezinha é considerada o “terraço de Taormina” – Foto: Acervo Pessoal

Um pouco de sebo nas canelas e se começa a subir escadas, muitas delas. Lembre-se que a cidade está situada sobre uma rocha, não é por nada plana.

A Piazza Sant’Antonio, com seu chão de mosaicos, possui a atmosfera das pracinhas sicilianas de antigamente. É possível sentar nos bancos e ficar ali, horas e horas, admirando o panorama. O Bar San Giorgio que se encontra ali foi construído no século XVIII e por ele passaram desde os primeiros turistas que visitavam Castelmola e que vinham de Taormina montados em burros até às divas do cinema, como Marlene Dietrich, Greta Garbo e Sofia Loren.

A piazza Sant’Antonio
Eu e minha mãe subindo. E haja escada!

 No ponto mais alto da cidade, encontram-se as ruínas do Castelo Normando. Foi por causa dele, e devido à forma da rocha sobre a qual se localiza – que lembraria a forma de uma mó, em italiano mola –  que a cidade passou a se chamar Castelmola (antigamente seu nome era Myle). Infelizmente hoje resta bem pouco do castelo e só uma parte das ruínas pode ser visitada, mas o esforço da subida vale a pena diante do visual que temos lá de cima.

fotos sortino 059
Um fim de tarde, o Etna e o mar

Descendo de volta para o centro, encontramos a rua principal da cidade, onde estão localizadas as lojinhas de souvenirs e de lindas rendas das bordadeiras de Castelmola.

Castelmola é aquele tipo de lugar para passear sem pressa, admirando cada cantinho!

Bar Turrisi de Castelmola

O Bar Turrisi

Outro lugar que chama a atenção e que é, digamos, no mínimo, esdruxulo, é o Bar Turrisi. É um local onde tudo, da maçaneta da porta ao cardápio, é em forma de órgão sexual masculino. Isso mesmo. O Bar Turrisi, por causa disso, virou um ponto turístico e eu adoro levar os amigos desavisados que vêm me visitar. Fico esperando a reação deles ao perceberem as “esculturas”. 

Um abajour bem "exótico"
Um abajour bem “exótico” – Foto: Acervo Pessoal

Bar Turrisi em Castelmola

⇒Eu escrevi um post específico sobre o Bar Turrisi, que você pode ler AQUI!

A propósito de vinho de amendôas, esta bebida é um produto típico de Castelmola. É um vinho licoroso que combina divinamente com um biscoitinho de amêndoas ou com uma torta de pistache. Pensando bem, vai muito bem até sozinho.

Nos muros de Castelmola há alguns azulejos com dizeres da sabedoria popular. Esse em cima da boca da verdade chamou minha atenção: “se todos os cornos carregassem um lampião, misericórdia que iluminação!” 😀

Dizem por aí que Castelmola vive às custas do turismo de Taormina. E daí, que se aproveite mesmo da vizinha rica! Na minha opinião, Castelmola tem um charme que é todo seu e que vale a pena conhecer.

“Unforgettable” – Castelmola Video Promozionale – J ART STUDIO ©2015 from Jay Gullotta on Vimeo.

 

Como chegar a Castelmola

De ônibus: A empresa Interbus liga Taormina a Castelmola e vice-versa. Como os horários mudam de acordo com a estação do ano, verifique antes no site da empresa ou nas plaquinhas localizadas nas paradas de ônibus. O bilhete de ida e volta custa 3 euros e só de ida 1,90.

De carro: A partir de Taormina, siga as indicações pela estrada SP 10. Castelmola dista cerca de 5km. A estrada é em subida e cheia de curvas fechadas.

 

ASICILIA5

Veja Também

hospedagem em TAORMINA

Dicas de hospedagem em Taormina: os 10 hotéis mais reservados pelos leitores

Atualizado em 02/09/2018 Uma das coisas que os leitores mais me pedem são dicas de …

16 comentários

  1. Oi Patricia tudo bem? Estou amando suas dicas, queremos ir p Sicilia em julho e gostaria de saber a agenda do teatro grego , quais apresentações imperdíveis!
    Muito obrigada !

    • Patricia Kalil

      Olá Mara,

      A programação do Teatro Grego ainda não saiu, está muito cedo. Ela só é divulgada por volta de abril, maio. Assim que sair, eu divulgo aqui.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Oi Patrícia, boa tarde!
    Eu e meu namorado estamos em Palermo e vamos para Taormina no sábado e ficaremos até segunda! Vimos suas dicas e já anotei várias!! Mas queríamos dicas de restaurantes bons em Taormina, tipo terrazza ou outro que tenha ótima comida!!
    Espero q vc consiga ler e responder a tempo, pois só vi seus posts hoje!
    Grande abraço!
    Jeane

  3. luis cardoso

    penso em viajar de carro no inicio de maio vindo de roma e me basear na região de Taormina para conhecer toda a Sicilia

  4. luis cardoso

    Olá Patricia gostaria de ficar em algum lugar alternativo no entorno de taormina em virtude dos sltos preços da região será que vc me aconselha algum lugar, pousada, hotel ou algo do

    • Patricia Kalil

      Olá Luis

      Realmente Taormina é caríssima e por isso muita gente prefere se hospedar em Catânia. É uma cidade grande, tem mais serviços, é central, apesar de ser um pouco caótica.
      Se você prefere ficar em cidade pequena, que seja nos arredores de Taormina, já tive leitores que se hospedaram em Riposto, em Fiumefreddo di Sicilia, em Giardini Naxos. O problema é que qualquer cidade litorânea da Sicília fica bem mais cara nos meses do verão, mas também não adianta ir muito para o interior se a sua ideia é fazer passeios de um dia para as outras principais cidades.

      Se a sua ideia é conhecer várias cidades da Sicília, eu te aconselho também a escolher mais de uma cidade-base. A Sicília é grande, então se você, por exemplo, pretende conhecer também Palermo e outras cidades do oeste da ilha, vai ter que dormir por lá. Leve em consideração que, de Catania a Palermo, por exemplo, são 2h30 de viagem e não dá para conhecer tudo em poucas horas.

      Dá uma olhada nos roteiros aqui no blog, de repente algum deles pode servir de inspiração ao seu! https://descobrindoasicilia.com/tag/roteiros-pela-sicilia/

      Um abraço,

      Patricia

  5. Bruno Paes de Almeida

    Oi Patricia , tudo bem?
    Vou a sicília em Junho e gostaria de saber
    quando tempo é necessário para conhecer Castelmola e Savoca.

    Obrigado

    • Patricia Kalil

      Oi Bruno,

      Você consegue conhecer Castelmola em umas 2 horas. Savoca é tão pequena que vi tudo em 1 hora, acredite. Obviamente tudo isso é relativo, não tô levando em consideração sentar em um café para beber um drink e admirar a paisagem.

  6. Patricia, faltam poucos dias para estarmos lá! Suas dicas estão sendo fundamentais. Obrigado e um abraço!

  7. Andrea Gass Coelho

    Patricia, subimos a pé de Taormina até Castemola!!! Quase morri 😛
    Mas chegando lá comi um brioche com gelato e recuperei a energia.
    Dicas maravilhosas as tuas (fomos até lá pois tinha lido aqui antes) muito obrigada mais uma vez.

  8. Patricia, obrigada por seus posts, estou indo pra Sicilia em 3 dias e ficaremos uma semana em Taormina e estou amando tudo o que você escreveu.
    Descobri seu blog somente agora e já estou com as malas quase prontas.
    Ainda não sei como são as tomadas aí na Italia, e me preocupo em não conseguir carregar meu celular (vou deixar a filha pequena no Brasil), você pode nos ajudar?

  9. Olá. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

Comente!