Logo

Ilha de Levanzo, Sicília

Ilha de Levanzo: uma dica de passeio a partir de Favignana

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Simplicidade. É essa a palavra que me vem em mente quando penso na ilha de Levanzo que, junto com Favignana e Marettimo, faz parte do arquipélago das Ilhas Egadi.

Levanzo (a pronúncia correta é “Lévanzo”) dista apenas 10 minutos de Favignana e, por isso, é um dos passeios imperdíveis para quem visita a ilha mais famosa. Visto a proximidade entre as duas ilhas, boa parte dos passeios de barco que saem de Trapani, por exemplo, propõem não só a visita a Favignana, mas também a Levanzo.

Eu decidi ir a Levanzo por conta própria, pegando o barco rápido que sai de Favignana. Ao desembarcarmos no porto de Levanzo, nos acolhe um punhado de casinhas brancas, amontoadas no sopé do sopé do morro que domina a ilha. Ali vivem os cerca de 200 habitantes da ilha, que tem apenas pouco mais de 5km² de superfície e um perímetro de apenas 3km. Ela é a menor ilha do arquipélago das Ilhas Egadi, minúscula.

Ilha de Levanzo, Sicília

Cheguei a Levanzo sem ter planejado ou reservado nada. A minha ideia inicial era conhecer a pé o que fosse possível e relaxar em uma das prainhas. Teríamos cerca de 5h para explorar a ilha, visto que os próximos barcos para Favignana eram somente à tarde, a partir das 15h. Pensando bem, não foi a melhor ideia, mas uma vez que já estava lá, não tinha mais como voltar atrás.

Ilha de Levanzo, Sicília

Cala Dogana

Ilha de Levanzo, Sicília

O centrinho de Levanzo e suas poucas lojas.

No cais do porto estavam duas moças recebendo os visitantes, prontas a darem algumas instruções para visitar a ilha. Nós perguntamos qual a praia mais bonita e nos indicaram a Cala Minnola e a trilha que nos levaria até lá. A Cala Minnola, juntamente com a Cala Fredda, são as mais acessíveis a pé.

Levanzo

 

Levanzo, a ilha árida

Os árabes a chamavam “Djazirat ‘al Yâbisah” (a árida) e a gente já entende o porquê daquele nome assim que saímos da vila e pegamos a trilha que leva às praias. A terra avermelhada e as plantas robustas dão uma ideia de ambiente seco, uma espécie de caatinga à beira do mar.

Ilha de Levanzo, Sicília

Levanzo, a árida

 

Duas praias da ilha de Levanzo: Cala Fredda e Cala Minnula

A trilha que leva inicialmente à prainha chamada Cala Fredda é muito simples e são menos de 10 minutos de caminhada. O único problema é que ela é uma praia totalmente de pedras, uma enseada rochosa que não facilita por nada o banho. No entanto, havia bastante gente fazendo snorkeling porque o fundo do mar é lindo, MAS algo naquela praia me deixou extremamente desapontada, e não foram as pedras: águas-vivas.

Ilha de Levanzo, Sicília

Cala Fredda – aquela minúscula parte clara à esquerda na foto é o ponto de acesso à praia. As  pessoas ficam ali, sobre as pedras mesmo, alguns conseguem até montar um guarda-sol no chão.

Eu havia chegado a Favignana somente 12 horas antes e ainda não tinha nenhuma familiaridade com a questão dos ventos. Sim, em Favignana nas outras ilhas do arquipélago é preciso levar sempre em consideração a direção dos ventos na hora de planejar um passeio. Naquele dia, o vento soprava da direção sul, ou seja, as praias de Levanzo que percorremos estavam totalmente expostas a esses ventos e às correntes marinhas.

A combinação dos ventos + correntes superficiais fez com que uma boa quantidade de águas-vivas (pequenininhas, mas ordinárias) invadisse as praias a sul de Levanzo, estragando o banho de mar das pessoas que tinham escolhido aquelas praias para passar a manhã. Mais tarde ficaria sabendo que nem sempre é assim cheia de águas-vivas, que dá para fazer snorkeling e mergulhar tranquilamente naquela praia, foi eu que tive azar mesmo.

Diante da frustração de não poder tomar um banho de mar em paz na Cala Fredda, decidimos seguir para a Cala Minnola. Mais 20 minutos de caminhada, sempre contornando o mar, e a cada passo a vontade era sempre parar para tirar fotos.

Ilha de Levanzo, Sicília

Essa enseada protegida por uma longa ponta rochosa é a Cala Minnola.

Ilha de Levanzo, Sicília

A esplêndida Cala Minnola

O banho na Cala Minnola é facilitado por uma grande rampa de pedra que antigamente servia para colocar os barcos na água. Ela é outro paraíso para os amantes do mergulho.

Ilha de Levanzo, Sicília

O alternar da areia clara com as rochas dá esse efeito “manchado” que vai do azul cobalto ao turquesa. Lindo!

No entanto, como vocês podem observar pela foto acima, não há ninguém no mar. Por quê? Porque antes de nós chegaram as águas-vivas! Eu não poderia ter escolhido dia pior para ir a Levanzo!

O jeito foi ficar ali sentadinha, contemplando a natureza.

Patricia Kalil

Esta que vos escreve em Levanzo

Depois de todas essas tentativas frustradas de banho, decidimos voltar para o centro de Levanzo e esperar o próximo barco para Favignana. Cometemos o erro de não nos informar sobre a direção dos ventos e sobre o quanto é necessário levar isso em consideração.

Lembre-se que nem sempre Levanzo é uma colônia de férias de águas-vivas. Eu que tive azar!

Levanzo

Na volta o vento estava mais forte e o mar ainda mais agitado

 

Onde comer em Levanzo

Não há muitas alternativas. Eu só vi:

  • Dois bares, onde dá para fazer um lanche leve;
  • Uma padaria, onde dá para comprar pedaços de pizza ou sanduíches
  • E dois restaurantes muito simples, o Ristorante Paradiso e o Bar Romano (não provei nenhum dos dois, veja as avaliações AQUI).

 

Outras dicas de Levanzo

  • Se você se interessa por arqueologia, saiba que na ilha de Levanzo há uma gruta onde em 1949 foram encontrados grafites e pinturas da época da pré-história. É a Grotta del Genovese, cuja visita é feita mediante reserva (por telefone +39 0923-924032 ou +39 339-7418800) e custa € 22,50 incluindo o transporte.
  • Depois dessa minha experiência, direi que o melhor modo para visitar a Ilha de Levanzo é contratar uma excursão para dar a volta na ilha ou alugar um barco para visitar as praias pelo mar.

Levanzo

 

Como ir a Levanzo

  • Com os barcos da Liberty Lines, saindo de Trapani, Marsala, Favignana ou Marettimo. Geralmente os horários permitem que as pessoam partam para Levanzo pela manhã e voltem no período da tarde. Consulte antes o site da Liberty Lines porque os horários mudam com frequência. Antes de embarcar, certifique-se que os horários da viagem de volta estejam corretos, olhando no site ou perguntando diretamente ao guichê da companhia de navegação no porto. Não confie nas placas que indicam os horários, elas podem estar desatualizadas! Eu comprei as passagens na hora, diretamente na bilheteria do porto de Favignana e cada trecho custou €5,90.
  • Com uma das muitas excursões que você pode contratar diretamente em Trapani ou em Favignana.

 

Reserve já seu hotel em Favignana!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!




Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

Comente!