Logo

Excursão ao Vulcão Etna

Excursão ao Etna: como visitar o maior vulcão ativo da Europa

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

O Etna é o maior vulcão ativo da Europa, uma maravilha da natureza tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Fazer uma excursão até lá é um passeio que eu considero praticamente “obrigatório” para quem visita o leste da Sicília.

Com seus 3.343m de altitude, o Etna é majestoso e impressiona. Eu mesma não me canso de todos os dias olhar para ele e apreciar a sua beleza. Porém, mais que ver de longe, inesquecível mesmo é poder subir até uma de suas crateras e caminhar sobre aquele terreno que mais parece uma paisagem lunar.

Quando pensamos em um vulcão, sempre imaginamos um monte em forma cônica, com uma cratera central, mas no caso do Etna é diferente. Antes de qualquer coisa, é necessário saber que ele é repleto de crateras, mas nem todas podem ser visitadas. Elas estão situadas em níveis e lados (chamados versanti) diferentes.

Leia também: Erupção do Etna: por que você NÃO deve se preocupar

Excursão ao Etna

O Etna nos meses do inverno fica cheio de neve.

 

As Crateras Silvestri

As crateras Silvestri são aquelas que todo mundo pode visitar, inclusive por conta própria. Elas se formaram a partir de uma erupção que aconteceu em 1892 e não estão mais ativas. Praticamente quase todas as excursões incluem essas crateras, porque é lá perto que fica o Rifugio Sapienza, o ponto mais alto do Etna até onde é possível ir de carro (1900-2000m de altitude).

Excursão ao Etna: Crateras Silvestri

As crateras ficam a poucos metros do Rifugio Sapienza e são facilmente acessíveis, inclusive para quem está com crianças ou quem tem dificuldade de locomoção. É lá que se encontram os restaurantes e é de onde parte o teleférico que nos leva até uma cota de 2500m de altitude.

 

As Crateras mais altas

As crateras mais altas do Etna, chamadas “crateri sommitali”, são acessíveis somente com excursões organizadas por agências e são feitas com veículos 4×4, guias de alta montanha e especializados em vulcões.

Depois de chegar aos 2500m de altitude por meio do teleférico ou de veículos 4×4, inicia-se outro percurso que nos leva até as crateras mais altas. É ali que começa a parte mais incrível da excursão ao Etna, chegando a cerca de 2900m de altitude.

Excursão ao Etna: O teleférico

Quem quiser chegar ao topo do vulcão, a 3300 metros de altitude, vai precisar de um pouco de sorte, visto que nem sempre é possível chegar até lá por causa da constante atividade do Etna. Quando é possível, o percurso de 2900 a 3300m é feito a pé (no inverno com esquis) e, por isso, é necessário ter um bom preparo físico.

 

Tipos de excursão ao Etna

Não faltam opções de passeios ao Etna, para todos os tipos de viajante. Do mais simples, que vai só até as crateras acessíveis a todos, àqueles que incluem paradas em vinícolas e ainda outros que duram vários dias, ideais para quem adora uma aventura. Atenção: os passeios são realizados em inglês ou em italiano.

Como sei que às vezes o excesso de informações pode acabar gerando mais confusão na cabeça do viajante indeciso, listo abaixo as principais excursões disponibilizadas na Viator. Ao comprar um passeio por um dos links abaixo, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso.

 

Passeio básico de 1 dia

É aquele que consiste somente na excursão ao vulcão, e geralmente há a opção de ir somente até as Crateras Silvestri e até as crateras mais altas (coisa que eu recomendo!).

  • Quando acontece: O ano todo
  • Valor: A partir de 33 euros por pessoa (até as crateras Silvestri) e 90 euros (até as crateras mais altas).
  • Clique AQUI para saber mais sobre a excursão ao Etna de 6h saindo de Catania.
  • Clique AQUI para saber mais sobre aquela que sai de Taormina, dura 8h e inclui almoço.

 

Passeio de 1 dia com parada nas Gargantas do Alcantara

As Gargantas do Alcantara (em italiano Gole dell’Alcantara) são canyons de origem lávica com quase 50m de altura, atravessados pelo rio Alcantara, um rio que nasce nos montes Nébrodes, a cerca de 1400m de altitude e, por isso suas águas são muito gélidas, até mesmo no verão.

A excursão ao Etna que também inclui uma parada nas Gargantas do Alcatara são uma ótima opção para quem gosta de estar em contato com a natureza.

Assim como o passeio de 1 dia comum, também é possível escolher se fazer a excursão ao Etna subindo até as crateras mais altas ou só até 2000m de altitude.

  • Quando acontece: de abril a outubro
  • Valor: A partir de 88 euros por pessoa
  • Clique AQUI para saber mais sobre a excursão ao Etna e Gargantas do Alcantara saindo de Catania.
  • Clique AQUI para saber mais sobre excursão ao Etna e Gargantas do Alcantara saindo de Taormina.

 

Etna no pôr do sol

Trata-se de um passeio de cerca 8h, saindo de Taormina, até as crateras mais altas do Etna, com a grande diferença que ele começa no meio da tarde, de modo que, uma vez lá em cima, se possa admirar o pôr do sol quase no topo do vulcão! A excursão inicia de ônibus e, ao chegar a 1800m de altitude, para conseguir enfrentar o terreno do Etna, passa-se aos veículos 4×4. Na segunda parte do passeio, ou seja, na viagem de volta, também está incluída uma parada para degustação de produtos típicos.

Roteiro Sicilia

O pôr do sol visto do Etna – Foto: Ludmilla Magro

Uma leitora do blog já fez este passeio e ela conta AQUI como foi a experiência dela.

  • Quando acontece: De maio a outubro
  • Valor: A partir de 84 euros por pessoa
  • Clique AQUI para saber mais sobre a excursão ao Etna no pôr do sol.

 

Passeio de 4×4

Esta é uma excursão efetuada com jipes e parte tanto de Catania quanto de Taormina. O passeio de 4×4 no Etna acontece pelo Valle del Bove, o lado mais selvagem do Etna, onde é possível ver antigos fluxos de lava e caminhar pelas bordas de uma cratera extinta, de onde se tem uma visão incrível do inteiro vale.

  • Quando acontece: De março a novembro
  • Clique AQUI para saber mais sobre a excursão ao Etna de 4×4 que dura quatro horas.
  • Clique AQUI para saber mais sobre aquela que dura 8h, sai de Taormina e inclui almoço.

Excursão ao Etna

 

Quer ver todas as excursões ao Etna disponíveis no site Viator? Clique AQUI.

 

Como ir ao Etna por conta própria

Se fazer uma excursão não é exatamente a sua praia, saiba que também é possível conhecer um pouco do Etna por conta própria.

Para isso, você precisa dispor de um carro e dirigir até o Rifugio Sapienza. Existe também um ônibus que vai de Catânia até o Etna, mas há somente uma linha por dia da AST, saindo de Catania às 8h15 e voltando às 16h30. Na minha opinião é arriscado pegar esse ônibus, porque se você perdê-lo… já era!

Uma vez no Rifugio Sapienza, deixa-se o carro no estacionamento (faixas azuis) e então é só começar a explorar as crateras Silvestri e admirar a paisagem.

Para subir mais um pouco, é necessário pegar o teleférico e então os veículos 4×4 disponibilizados pela companhia que administra a funicular.

  • Bilhete do teleférico para chegar a 2500m de altitude: 30 euros
  • Bilhete para prosseguir até 3000m com os veículos 4×4: 30 euros

Apesar de ser possível conhecer o Etna por conta própria, eu realmente não aconselho ninguém a se aventurar em outros percursos sozinho ou sem um guia especializado. Além disso, as condições atmosféricas podem mudar repentinamente, mesmo no verão, tornando a visibilidade mínima. Vez ou outra turistas se perdem no Etna ou em seus bosques e viram notícia nos jornais. Não se arrisque!

  • Lembre-se sempre que, mesmo nos tórridos meses do verão, faz muito frio no Etna. Ao planejar um passeio até o vulcão, não se esqueça de colocar na mala roupas e calçados de trekking, além de um casaco adequado (para temperaturas negativas de novembro a março e para temperaturas de 0 a 10º de abril a outubro).

 

Curiosidades e mitos ligados ao Etna

  • O Etna, para os habitantes de Catânia, é “a montanha”, tanto que se referem ao vulcão como se fosse um nome feminino. O chamam de “senhora” e até inventaram um neologismo, “la vulcanessa” (não consigo imaginar como seria em português o feminino de vulcão).
  • O nome “Etna” deriva da pronúncia me grego antigo do nome “Aitna”, que por sua vez vem do verbo “aitho”, que significa queimar.
  • Os árabes o chamavam Jabal al-burkān ou Jabal Aṭma Ṣiqilliyya (“a montanha suprema da Sicília); em seguida passou a ser chamado Mons Gibel, ou seja, duas vezes montanha (do latim mons “monte” e do árabe Jebel “monte”) justamente para indicar sua magnificência. Hoje em dia o termo Mongibello o cume do Etna com suas quatro crateras (duas centrais, uma a nordeste e uma a sudeste).
  • Segundo a mitologia grega, os gigantes Encélado e Tifão, que lutaram contra Zeus e Atena em uma batalha sagrenta, foram aprisionados no Etna e estão lá até hoje, sendo a causa das inúmeras erupções do vulcão.

 

Reserve já seu hotel na Sicília!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

 

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

27 Comentários

  1. Olá Patricia,
    Seu blog inspira e da vontade de estar sempre em contato com notícias da Sicília, PARABÉNS!!!
    Fiquei interessada em ir de Catania ao Etna por conta própria, no entanto, no site da AST não aparecem opções, você sabe de alguma outra opção para ir por conta própria que não seja de carro?
    Outra dúvida: você sabe de onde partem os ônibus de Catania a Taormina e um ponto de referencia para que eu me hóspede perto do local desse ônibus.
    Muito Obrigada!

    • Olá Cristina,

      Eu não recomendo de modo algum você ir ao Etna por conta própria com transporte público, por um motivo básico: só tem um ônibus para ir e um para voltar, esse mesmo da AST. Mas imagina se você perde o ônibus da volta, ou então precisa voltar antes por algum motivo? Confie nos serviços de profissionais especializados e contrate uma excursão. É um passeio que você faz com segurança!

      Os ônibus de Catania para Taormina (empresa Interbus) param na Via Archimede (veja no Google Mapas: https://goo.gl/maps/6ENpQHcYaVs), nas proximidades da estação de trens central, mas aquela não é uma boa área para se hospedar. Porém, como o centro de Catania não é muito grande, se você se hospedar na área da via Etnea, Catedral, etc, dá para ir a pé até a estação.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Olá Patricia,

    Caso eu compre o passeio de 1 dia até as crateras mais altas eu também posso visitar as crateras Silvestri?

    No caso da 4×4 tbm tenho essa opção?

    Qual empresa de turismo local você indica para compra de passeios em Taormina?

    Abraços,

    Tarsila

    • Olá Tarsila,

      Normalmente a excursão até as crateras mais altas já incluem as crateras Silvestri.Isso porque se for previsto o acesso de teleférico, é lá perto das crateras Silvestri que ele fica!

      Já os passeios de jipe quase sempre são feitos pelo lado norte do Etna, em Piano Provenzana, aí neste caso não se visita as crateras. Antes de comprar o passeio, leia a descrição, vai ter escrito que lado do Etna se visitará ;).

      Quanto aos passeios em Taormina, você pode dar uma olhadinha nestas opções de excursões de atividades e excursões na cidade -> https://www.partner.viator.com/pt/16191/Taormina/d4237-ttd

      Um abraço,

      Patricia

  3. Olá Patricia,

    O seu site é ótimo. Viajarei para a Sicilia em Abril com meus pais, eles são idosos. Neste passeio do Etna o mais simples é possível que eles venham a fazer?

    Grata,

    • Olá Lorena,

      Não há limites de idade para fazer a excursão ao Etna, desde que eles não tenham problemas de locomoção. O passeio também só não é recomendado a quem tiver problemas cardíacos, por causa da altitude. Se seus pais não tiverem nada disso, podem ir tranquilamente. É um passeio imperdível!

      Um abraço,

      Patricia

  4. Obrigada Patricia pelas dicas…me ajudou muuuito! Gde abraço!

    • De nada, Esther!

      Se tiver mais dúvidas, é só perguntar.

      Um abraço,

      Patricia

  5. Olá Patrícia! estarei hospedada em Taormina em Agosto de 2017 e estarei com um carro alugado. Gostaria de fazer um bate e volta para Catania e Etna. Você acha que seria possível eu conhecer pela manhã o Etna e a tarde Catania ou vice versa ? Obrigada

    • Olá Esther,

      É possível sim, apesar de um pouco apertado (o passeio em Catania teria que ser um pouco rápido). Considere que em Agosto faz bastante calor, então você pode aproveitar para conhecer Catania de manhã e passar a parte mais quente do dia no Etna. Outra opção é passar um pouco mais de tempo no Etna, indo a Catania por volta das 16h (considere que entre 13 e 16h o comércio fecha).

      Um abraço,

      Patricia

  6. Oi, Patricia, tudo bem?
    Estou perguntando nos posts específicos, me perdoe se eu já tiver perguntado, ok?
    Ficarei hospedada em Taormina e queria subir o Etna mas não quero colocar correntes, sei que é obrigatório a partir de um certo ponto (vou meados de janeiro). Consigo pegar van? Onde? 4×4? Teleférico se o clima permitir? Não quero excursão. Li, não sei onde que era fácil, mas não sei como ver detalhes.
    Agradeço tudo, desde já

    • Oi Vania,

      Pois é, se houver neve na pista as correntes serão obrigatórias (sem elas o carro não consegue caminhar, derrapando e… você pode imaginar).
      Os 4×4 são para as excursões durante a primavera-verão-outono. Isso porque os lugares que eles percorrem ficam cobertos de neve, virando pistas de esqui. Esses veículos são da própria empresa do teleférico (os bilhetes você compra no local). Tudo vai depender da quantidade de neve no período!

      Você tem duas opções: contrata uma excursão ou segue de carro por conta própria até onde for possível. De repente a quantidade de neve é pouca e você consegue caminhar sem correntes. No entanto é aconselhável (e prudente) ter as correntes à bordo do carro,para montá-las em caso de necessidade.

      É muito fácil ir (basta colocar no seu navegador “Rifugio Sapienza”), mas no inverno pode ter essa complicação da neve na pista.

      Um abraço,

      Patricia

  7. Oi Patricia, eu e meu namorado estamos programando ir no Etna, em novembro 07/11, pretendemos alugar um carro, na verdade estaremos em Reggio de Calabria e vamos até o Monte, queria tirar uma dúvida, no estacionamento do parque, ele é pago, é zona azul, como funciona?! Os carros 4X4 que contratamos lá, também, guiam?! Obrigada!

    • Oi Patricia!

      Sim, nos estacionamentos há faixas azuis e você paga um ticket, deixando-o visível no painel do carro. Só não lembro se o pagamento é todos os dias, ou se há dias gratuitos, mas basta você olhar na plaquinha que fica no próprio estacionamento. Você compra o ticket no bar tabacchi que fica lá próximo ao estacionamento.

      Quanto aos carros 4×4, quando você compra o bilhete do teleférico, está incluído um trecho de 4×4 até as partes mais altas do vulcão.

      Um abraço,

      Patricia

  8. Outra dúvida, no dia seguinte, terça-feira, irei a uma pequena cidade, chamada Valguarnera Caropepe, para conhecer as origens da família de minha esposa. O que mais de interessante tem por perto?Paisagens, mercados de alimentícios e lembranças?
    Obrigado.

  9. Bom dia,

    chegarei na Sicília (Catânia) na próxima segunda-feira, por volta de 13:00. Vou alugar um carro para ir para Siracusa e dormir por lá. No trajeto gostaria de conhecer o Etna. Qual a melhor opção? Como estarei com GPS, qual destino deverei seguir para chegar até o acesso do teleférico?
    Obrigado

    • Olá Gustavo,

      Como citei no tópico que está no texto “Como ir ao Etna por conta própria”, paga pegar o teleférico é preciso ir até o Rifugio Sapienza (é este nome que você terá que colocar no seu GPS), que fica no município de Nicolosi.

      O Etna não fica exatamente no caminho entre Catania e Siracusa, leve em consideração que o passeio total vai durar pelo menos umas 4 horas.

      Um abraço,

      Patricia

  10. Obrigada pelos esclarecimentos!
    Um beijo
    Flávia

  11. Oi Patrícia, me tira uma duvida:
    Em Taormina tem alguma excursão/ transfer até o refúgio e lá você explora por sua conta fazendo os passeios oferecidos pelo próprio refúgio ( funicular e 4×4)?
    Ou as excursões já estão incluídos o funicular e o 4×4, caso desejarmos?
    Teria noção de preço? Na média as agências de turismo receptivo em Taormina cobram o mesmo preço?
    Pois não iremos alugar carro nesta região devido à facilidade de transporte e quero muito subir o Etna!
    Obrigada!

    • Oi Flavia!

      A maior parte das excursões que vão pelo lado do Refúgio Sapienza já incluem o funicular e os veículos 4×4. Tem algumas mais simples que só vão até o Rifugio, mas neste caso acho que não teria o menor sentido vocês subirem por conta própria. Bom mesmo é ir com guia! Clica nos links que coloquei aqui no post para vc ver o preço, pois cada excursão tem um preço diferente. Geralmente as mais baratas custam 33 euros (as que vão só até o Refúgio). As mais caras, que duram o dia todo e incluem almoço, até 70, 100 euros.

      Um abraço,

      Patricia

  12. Oi Patricia, estou em catania e tenho dois dias… Quero subir o Etna, é minha prioridade aqui… Estou de carro, tenho como ir até o refúgio e compra lá o restante da subida… E ver o por do sol???

    • Oi Willian,

      Você pode sim ir por conta própria, mas não sei te dar informações precisas sobre o pôr do sol porque as agências que fazem esse tour vão pelo lado do Etna oposto ao Rifugio Sapienza. Além disso, o teleférico só funciona até as 16h15 e sol se põe só depois das 19h!

      Um abraço,

      Patricia

  13. Patricia, te enviei email, dizendo que eu e minha esposa compramos passagem para conhecer a Sicília de 30/Jul a 07/ago.
    Quais 4 cidades mais importantes devemos priorizar ?
    Queremos contrata-la p um passeio em taormina

    • Olá José!

      As quatro cidades mais importantes são Palermo, Taormina, Siracusa e Agrigento (o Vale dos Templos), mas é sempre uma escolha relativa, porque as pessoas podem não ter interesse em conhecer um parque arqueológico e preferir uma cidade barroca, por exemplo. Normalmente são essas que citei, mas tudo depende muito do seu gosto pessoal.

      Eu infelizmente não sou guia de turismo, apenas escrevo sobre a Sicília do ponto de vista de quem mora, mas se precisar de uma guia em Palermo tem a Raffaella!

      Um abraço,

      Patricia

  14. Olá querida! tudo bem?
    A cada nova visita em seus posts aumenta a vontade de voltar e ver mais desta ilha maravilhosa.

    abraço

    • Oi Luiz!

      Que bom saber que meus textos te dão vontade de voltar! A propósito, como anda a organização da próxima viagem?

      Um agrande abraço,

      Patricia

Comente!