Logo

Caltagirone

Caltagirone, a cidade da cerâmica

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Grande parte das cidades do leste da Sicília, principalmente aquelas do sudeste da ilha – a região chamada Val di Noto –, são caracterizadas pela arquitetura barroca que lhes valeu o título de Patrimônio da Humanidade da Unesco. Uma delas é Caltagirone, a cidade da cerâmica.

A cerâmica de Caltagirone é famosa no mundo inteiro e quem já esteve aqui na Sicília deve ter visto vasos, pratos e uma série de objetos de decoração feitos com essa cerâmica à venda nas lojas de produtos típicos e ornamentando casas, praças, hotéis e restaurantes. Caltagirone é cheia de jazidas de argila e a cerâmica é uma tradição milenar, aperfeiçoada durante a colonização da Sicília pelos árabes. Foram eles que batizaram a cidade como Qal’at al Ghìràn, que significa literalmente Fortaleza dos Vasos, e trouxeram formas, cores e técnicas de produção de cerâmica.

Cúpula Catedral de Caltagirone

Cúpula Catedral de Caltagirone

No século XIX, com o advento da Revolução Industrial, enquanto os outros lugares produtores de cerâmica da Sicília e do resto da Itália substituíram o trabalho manual pelas produções em série, Caltagirone manteve a tradição e apostou na sabedoria das mãos dos mestres ceramistas. Através da criação de uma escola e do museu da cerâmica, a cidade defendeu e deu um novo impulso à arte da cerâmica local, que até hoje está ligada à capacidade manual e ao espírito criativo dos artesãos.

 

O que ver em Caltagirone

Passear em Caltagirone é sempre um prazer. Sendo uma cidade pequena, é aquele típico passeio de poucas horas, perfeito para quem adora as cidadezinhas e/ou aprecia arquitetura e artesanato.

Destruída quase totalmente pelo terremoto de 1693, Caltagirone foi reconstruída seguindo os padrões da arquitetura em estilo barroco tardio. Há peças de cerâmica por todos os cantos da cidade, desde a cúpula da catedral (veja foto acima) aos enfeites das casas e jardins.

Caltagirone

Mosaico localizado na frente da Igreja de Santa Maria del Monte

 

A Escadaria de Santa Maria del Monte

Escadaria de Caltagirone

No início do século XVII, a parte antiga da cidade foi unida àquela nova através de uma escadaria, hoje cartão postal de Caltagirone. Os 142 degraus são decorados com azulejos que retratam um pouco da história e das tradições da Sicília no período que vai do século X ao XX. Os azulejos coloridos dão uma efeito lindíssimo, tanto que ela foi eleita uma das dez escadarias mais bonitas do mundo!

Escadaria de Caltagirone

Escadaria de Caltagirone vista da base

Escadaria de Caltagirone

Os degraus no detalhe. Não é lindo?

Caltagirone

Vista do alto da escadaria. As casas às margens dela também dão um toque charmoso ao visual.

Patricia Kalil

De vez em quando eu apareço aqui no blog…

À noite a escadaria é iluminada, dando outro efeito ao monumento.

Escadaria de Caltagirone

Uma curiosidade: nas noites dos dias 24 e 25 de julho, durante os festejos do santo padroeiro da cidade, San Giacomo (São Tiago), e nos dias 14 e 15 de agosto, em louvor a Nossa Senhora da Ponte, a escadaria de Caltagirone recebe uma iluminação especial. Ao invés das lâmpadas normais, são acesas velas que desenham símbolos religiosos. Forma-se um verdadeiro tapete de fogo.

Escadaria iluminada durante a Festa de San Giacomo. Foto: Prefeitura de Caltagirone.

Escadaria iluminada durante a Festa de San Giacomo. Foto: Prefeitura de Caltagirone.

Outro período interessante é quando acontece a Infiorata (geralmente dura um mês, entre os meses de maio e junho). Milhares de vasos com plantas e flores de diferentes cortes formam um desenho cobrindo a parte central dos degraus.

Escadaria de Caltagirone

A Infiorata de Caltagirone nos anos passados. Foto: Prefeitura de Caltagirone.

 

As lojas de artesanato

Eu não sei como é possível ir embora de Caltagirone sem comprar nada. As lojas são verdadeiras galerias de arte que demonstram a maestria dos artesãos locais. Eu realmente aconselho você a deixar um espaço na mala para levar uma lembrança que resume as cores e as tradições da Sicília. Amarelo, verde, laranja e azul são as cores tradicionalmente usadas nas peças, cores que se referem aos elementos da natureza presentes na Sicília.

Loja de cerâmica de Caltagirone

Uma das inúmeras lojas.

Loja de cerâmica de Caltagirone

 O jardim público e o museu da cerâmica

O jardim público de Caltagirone (Villa Comunale) é muito gracioso. É o ponto de encontro da população local e, como não podia deixar de ser, ele também é decorado com cerâmicas.

Caltagirone

Um destaque para o coreto, que ficou ainda mais lindo com a luz do pôr do sol.

O Museo Regionale della Ceramica pode ser bem interessante para quem aprecia esta arte. Apesar de ser muito mal mantido e desorganizado, se você se interessa pela história da cerâmica e gostaria de ver como ela evoluiu com o passar dos séculos, do período neolítico aos dias de hoje, não deixe de passar lá. Ele fica dentro do jardim público.

Foto: Museu da Cerâmica de Caltagirone

Foto: Museu da Cerâmica de Caltagirone

 

Quando ir a Caltagirone

Qualquer período é bom para ir a Caltagirone, porém se você a visita no verão, eu aconselho a deixar o passeio para o fim da tarde, assim como eu fiz. Além da luz ser linda, como Caltagirone é uma cidade que fica distante do mar, pode ter dias bem quentes nos meses de julho e agosto.

Um período particularmente interessante também é o Natal. Caltagirone é famosa por seus presépios e do início de dezembro até o dia de reis, ficam expostos uma série deles por toda a cidade. Tem presépios de todos os tipos e tamanhos. Já falei sobre os presépios de Caltagirone AQUI.

 

Como chegar a Caltagirone

Para quem vai pegar transporte público, o bate e volta a Caltagirone só é viável a partir de Catânia e o modo mais rápido é de ônibus. Há vários horários por dia com a empresa a AST, tanto para ir quanto para voltar, e a viagem dura cerca de 1h30min.

No caso de quem está de carro, chegar em Caltagirone é simples, apesar da estrada não ser exatamente um “tapete”, se é que vocês me entendem. Caltagirone dista cerca de 1h de carro de Catânia, 1h30min de Siracusa, 2h de Taormina.

Estacionar: Nas ruas do centro histórico há diversos pontos onde há faixas azuis (€ 0,72/hora), mas caso você visite a cidade em dias úteis, durante o horário comercial, vai precisar rodar um pouco até achar uma vaga, mas não é uma missão muito difícil.

Uma dica: A Villa del Casale de Piazza Armerina, um sítio arqueológico de grande interesse, fica a apenas 30km de Caltagirone.

 

 

Reserve já seu hotel em Caltagirone!*

* Se você acessa o site do Booking através da caixa acima e faz uma reserva, além de ter utilizado um dos sites mais confiáveis do mundo, ainda ajuda o blog com uma pequena comissão. E o mais importante: nenhum encargo é repassado para você!

 

Curta o blog no Facebook!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

5 Comentários

  1. Oi Patricia! Os bilhetes de ônibus de Catânia para Caltagirone são comprados na hora diretamente no ônibus, ou é necessário comprar com antecedência?

    • Oi Thais,

      Você pode comprar na hora mesmo, diretamente no ônibus ou nos guichês/revendores de passagens da AST, que é a empresa de ônibus.

      Um abraço,

      Patricia

  2. Obrigada Patrícia vou ficar uns dias em Siracusa e Taormina, então não se preocupe em pesquisar em Catânia. Beijos e obrigada mais uma vez.

  3. Oi Patrícia, tudo bem? você sabe me dizer se em Catânia ou Siracusa existem lojas que vendem as cerâmicas de Caltagirone? Obrigada

    • Oi Tatá,

      Tem sim. Em Siracusa com certeza (em Ortigia você encontrará várias lojas), assim como em Taormina (corso Umberto). Em Catania não tô lembrando de nenhuma, mas vou pesquisar.

Comente!