Logo

A curiosa tradição do Dia de Finados na Sicília

Por

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

A festa de Halloween contaminou as culturas do mundo inteiro e não é diferente para países com tradições antiquíssimas, como a Itália. Aqui na Sicília, uma festa também é protagonista neste período do ano, mas nada de bruxinhas, abóboras ou fantasias escabrosas: é o Dia de Finados (la Festa dei Morti), uma festa que, antigamente, era tão importante quanto o Natal e que hoje celebrada com feirinhas e guloseimas.

O dia de finados na Sicília é uma festa que remonta ao século X. Diz a lenda que, na noite entre 1 e 2 de novembro, os defuntos visitavam seus entes queridos e levavam presentes e docinhos para os pequenos. Parece assustador, mas para as crianças sicilianas é uma grande festa. Ganhar um presente “enviado por alguém que está lá no céu” tem muito mais significado do que receber um brinquedo sem motivos, não é mesmo?

Segundo a tradição, as crianças que se comportaram bem durante o ano recebem presentes e doces. Já quem se comportou mal, podia esperar que mais cedo ou mais tarde o “morto” viria a puxar o pé. Do ponto de vista de um estrangeiro, pode parecer algo horripilante, mas certamente nenhuma criança cresceu traumatizada por causa disso. E o fato das crianças que se comportam bem receberem presentes, lembra muito a figura de Papai Noel.

“Até 1943, na noite entre 1º e 2 de novembro, toda casa siciliana onde havia uma criança, ficava repleta de mortos, parentes dela. Veja bem, não fantasmas cobertos com um lençol branco e que arrastam correntes, não aqueles que assustam, mas iguaizinhos às pessoas nas fotografias expostas na sala, cansadas, o meio sorriso estampado no rosto, o paletó da missa de domingo passado como se deve, não se diferenciavam nem um pouco dos vivos. Nós pequeninos, antes de dormir, colocávamos debaixo da cama um cesto de vime (o tamanho variava de acordo com a quantidade de dinheiro que a família tinha) o qual, durante a noite, os entes queridos mortos iriam encher de doces e presentes, que encontraríamos no dia 2 de manhã, quando acordássemos. [..] Enfim, no dia 2 de novembro devolvíamos a visita que os mortos nos tinham feito no dia anterior: não era um ritual, mas um costume afetuoso. Em 1943, com os soldados americanos chegou também a árvore de Natal e, lentamente, ano após ano, os mortos esqueceram o caminho que os levava às casas onde os esperavam, felizes e acordados até os olhos queimarem, os filhos ou os filhos dos filhos.” — (Andrea Camilleri, Racconti Quotidiani, tradução minha)

 

Tem até doces típicos…

Como não poderia deixar de ser diferente, o Dia de Finados na Sicília também é uma ocasião para banquetes e, obviamente, a festa tem seu doce típico. Neste caso são vários. Eu sou a primeira a sorrir de orelha à orelha ao passar na frente da vitrine de uma confeitaria no final de outubro e ver os deliciosos docinhos dos mortos , os quais variam de acordo com a zona da Sicília.

rame-di-napoli

Um dos doces tradicionais do Dia de Finados na Sicília: Rame di Napoli – biscoitos de chocolate recheados com Nutella. Típicos do leste da ilha.

Outro doce que não pode faltar na comemoração do Dia de Finados é a “Frutta Martorana”–frutinhas de marzipã, tão perfeitas que parecem de verdade. São pequenas obras de arte, que quase dá pena comer. Além delas, sempre com marzipã, são feitos bonequinhos que representam personagens de fábulas e desenhos animados.

Tangerinas de marzipã

Tangerinas de marzipã

Como é possível perceber, o Dia de Finados aqui na Sicília não é dia de lágrimas, mas sim de sorrisos e comilança. É dia de passear pelos mercadinhos para comprar bugigangas e lembrar, com um sorriso, de quem já não está mais entre nós. Antigamente as famílias iam ao cemitério e ali montavam verdadeiros banquetes. Era uma ocasião para celebrar uma festa com os defuntos e por um dia, é como se mortos e vivos pudessem estar juntos, uma reunião de família onde não falta ninguém.

 

Quer saber como era comemorado o Dia de Finados no resto da Itália? Clique AQUI  leia texto que publiquei no Itália para Brasileiros!

Assine nossa newsletter mensal e receba dicas da Sicília no seu e-mail!

9 Comentários

  1. Olá Patricia!
    Procurando um pouco sobre a Sicília, encontrei teu blog!
    Fazem 2 meses que estou morando em Catania, e adorei as dicas do teu blog!
    Parabéns e estarei sempre acompanhando.

    • Oi Julia,
      E aí, está gostando de Catania?
      Volte sempre e não deixe de seguir o blog também nas redes sociais! 🙂
      Um abraço,
      Patricia

  2. Olá Patricia!
    Pesquisando um pouco sobre a Sicilia, encontrei teu blog.
    Fazem 2 meses que estou morando em Catania, e adorei os posts!
    Parabens pelo blog, estarei sempre acompanhando

  3. uauuuu cada iguaria deliciosa… quando estiver ai vou provar todas.

    • Oi Luiza,

      Aqui qualquer ocasião é boa para um prato especial, principalmente doces! 🙂

  4. Ai, será que um dia ainda irei comer estas guloseimas sicilianas no Dia de Finados?

    É isso aí: viva a tradição antiga da Sicília, rica de história e cultura ☺

    Beijos,

    Maria

    • Claro que vai, vem passar seu próximo aniversário aqui! 🙂

  5. Que interessante,Paty!

    Fiquei com agua da boca desse biscoitinho de nutella! 🙂

    • Nat,
      Se eu pudesse os comeria todos os dias. São uma delícia. Aquele tipo de doce que passa qualquer TPM! rsrs

      Beijos,
      Patricia

Comente!