Lipari: o que ver e fazer na maior das Ilhas Eólias

Lipari

Ao contrário das outras irmãs — Vulcano, Stromboli, Panarea, Alicudi e Filicudi —, Lipari é uma ilha que não adormece quando termina o verão. Com seus pouco mais de 12.500 habitantes, a ilha não só é a maior, mas também o coração do arquipélago das Ilhas Eólias.

Continuar lendo

Outono na Sicília: temperaturas e o que trazer na mala

Bosques das encostas do Etna no outono: um dos poucos lugares onde a vegetação realmente muda de cor.

Bosques do Etna no outono: um dos poucos lugares onde a vegetação realmente muda de cor.

É muito difícil prever como será o outono na Sicília. A cada ano temos outonos diferentes, uns mais chuvosos, outros quentes ao ponto de permitir um banho de mar. No entanto, uma coisa é certa: se você viaja para a Sicília nos meses de outubro e novembro, e espera encontrar aquelas paisagens em tons de amarelo e vermelho, o chão coberto por folhas secas, saiba que elas são raras.

Continuar lendo

Eólias: Vulcano, a ilha fumegante

IMG_0035

Uma ilha cujo nome deriva do deus romano do fogo — e que ao mesmo tempo é a palavra em italiano para “vulcão”— Vulcano tem mais cara de paraíso do que de inferno como seu nome sugere. Mesmo exalando um quase permanente odor de enxofre, a ilha se revelou um lugar perfeito para passar incríveis momentos de puro relax.

Continuar lendo

Antonello da Messina: um gênio do Renascimento Italiano na Sicília

antonello

Antonello da Messina é o principal artista renascentista siciliano e, com seu trabalho, influenciou uma geração de artistas italianos. Considerado por muitos uma espécie de “elo perdido” entre o Renascimento Italiano e a Pintura Flamenga, Antonello foi um dos primeiros pintores a trazer para a Itália as técnicas de pintura a óleo da escola flamenga.

Continuar lendo

Eólias: um blog tour pelas ilhas Patrimônio da Humanidade

lipari

Desde que vivo na Sicília – 2007, para quem não sabe – nunca visitei as Ilhas Eólias. Por um motivo ou por outro, sempre foi ficando para depois, viajei para lugares muito mais distantes, cruzei o oceano, mas nas ilhas aqui quase “no quintal de casa”, nunca coloquei meus pés. Ainda. Porque essa situação será revertida graças ao blog tour #Eolie4Seasons.

Continuar lendo